Alterar o tipo de instância - Amazon Elastic Compute Cloud

Alterar o tipo de instância

À medida que suas necessidades mudarem, você pode descobrir que a instância está sobreutilizada (o tipo de instância é muito pequeno) ou subutilizada (o tipo de instância é muito grande). Nesse caso, você pode alterar o tamanho da instância. Por exemplo, se a instância t2.micro for muito pequena para sua carga de trabalho, você poderá alterá-la para outra tipo de instância apropriado para a carga de trabalho.

Você também pode migrar de um tipo de instância de geração anterior para um tipo de instância de geração atual para aproveitar alguns recursos, por exemplo, suporte para IPv6.

Se o dispositivo raiz da instância estiver em um volume do EBS, você poderá alterar o tamanho da instância simplesmente alterando o tipo de instância, o que é conhecido como redimensionamento. Se o dispositivo raiz da instância estiver em um volume de armazenamento de instâncias, você deverá migrar o aplicativo para uma nova instância com o tipo de instância necessário. Para obter mais informações sobre volumes de dispositivos raiz, consulte Armazenamento para o dispositivo raiz.

Quando redimensiona uma instância, você deve selecionar um tipo de instância que seja compatível com a configuração da instância. Se o tipo da instância desejada não for compatível com a configuração da instância que você tem, migre o aplicativo para uma nova instância com o tipo de instância de que você precisa.

Importante

Quando você redimensiona uma instância, a instância redimensionada tem o mesmo número de volumes de armazenamento da instância que você especificou ao executar a instância original. Com tipos de instância que são compatíveis com volumes de armazenamento de instâncias NVMe (disponíveis por padrão), a instância redimensionada pode ter volumes adicionais de armazenamento de instâncias, dependendo da AMI. Caso contrário, você pode migrar seu aplicativo para uma instância com um novo tipo de instância manualmente, especificando o número de volumes de armazenamento de instâncias necessários ao iniciar a nova instância.

Compatibilidade para redimensionamento de instâncias

Você pode redimensionar uma instância somente se o tipo da instância atual e o novo tipo de instância desejado forem compatíveis das seguintes formas:

  • Tipo de virtualização: as AMIs do Linux usam um dos dois tipos de virtualização, Paravirtual (PV) ou Hardware Virtual Machine (HVM – Máquina virtual de hardware). Você não pode redimensionar uma instância que seja executada em uma AMI PV para um tipo de instância que seja HVM somente. Para obter mais informações, consulte Tipos de virtualização da AMI em Linux. Para verificar o tipo de virtualização da instância, consulte o campo Virtualization no painel de detalhes da tela Instances no console do Amazon EC2.

  • Arquitetura: as AMIs são específicas à arquitetura do processador, portanto, você deve selecionar um tipo de instância com a mesma arquitetura do processador como o tipo da instância atual. Por exemplo:

    • Se estiver redimensionando um tipo de instância com um processador com base na arquitetura do Arm, você estará limitado aos tipos de instância que oferecem suporte a um processador com base na arquitetura do Arm, como o A1 e M6g.

    • Os seguintes tipos de instância são os únicos tipos de instância que oferecem suporte a AMIs de 32 bits: t2.nano, t2.micro, t2.small, t2.medium, c3.large, t1.micro, m1.small, m1.medium e c1.medium. Se estiver redimensionando uma instância de 32 bits, você estará limitado a esses tipos de instância.

  • Network: Tipos de instâncias mais novos devem ser executados em uma VPC. Portanto, não é possível redimensionar uma instância na plataforma do EC2-Classic para um tipo de instância que esteja disponível somente em uma VPC a menos que você tenha uma VPC não padrão. Para verificar se a instância está em uma VPC, verifique o valor de VPC ID no painel de detalhes da tela Instances no console do Amazon EC2. Para obter mais informações, consulte Migração do EC2-Classic para uma VPC.

  • Redes aprimoradas: tipos de instância que dão suporte a redes aprimoradas exigem os drivers necessários instalados. Por exemplo, os tipos de instância A1, C5, C5a, C5d, C5n, F1, G3, G4, H1, I3, I3en, m4.16xlarge, M5, M5a, M5ad, M5d, M5dn, M5n, P2, P3, R4, R5, R5a, R5ad, R5d, R5dn, R5n, T3, T3a, u-6tb1.metal, u-9tb1.metal, u-12tb1.metal, u-18tb1.metal, u-24tb1.metal, X1, X1e, and z1d precisam de AMIs baseadas no EBS com os drivers Elastic Network Adapter (ENA) instalados. Para redimensionar uma instância existente para um tipo de instância que ofereça suporte a redes aprimoradas, você deverá primeiro instalar os drivers ENA ou drivers ixgbevf na instância, conforme apropriado.

  • NVMe: os volumes do EBS são expostos como dispositivos de blocos NVMe em instâncias criadas no sistema Nitro. Se você redimensionar uma instância de um tipo de instância não compatível com NVMe para um tipo de instância compatível com NVMe, deverá primeiro instalar os drivers NVMe em sua instância. Além disso, os nomes de dispositivo que você especifica no mapeamento de dispositivos de blocos são renomeados usando nomes de dispositivo de NVMe (/dev/nvme[0-26]n1). Portanto, para montar sistemas de arquivos no momento da inicialização usando /etc/fstab, você deve usar UUID/Label ao invés de nomes de dispositivos.

  • AMI: Para obter informações sobre as AMIs exigidas por tipos de instância que suportam rede aperfeiçoada e NVMe, consulte as notas de release na seguinte documentação:

Redimensionar uma instância com suporte do Amazon EBS

Você deve interromper sua instância com suporte do Amazon EBS para poder alterar o tipo da instância. Ao parar e iniciar uma instância, esteja ciente do seguinte:

  • Movemos a instância para um novo hardware. No entanto, o ID da instância não é alterado.

  • Se sua instância tiver um endereço IPv4 público, nós liberamos o endereço e damos a ele um novo endereço IPv4 público. A instância retém seus endereços IPv4 privados, todos os endereços IP elásticos e todos os endereços IPv6.

  • Se sua instância estiver em um grupo do Auto Scaling, o serviço do Amazon EC2 Auto Scaling marcará a instância interrompida como não íntegra e poderá encerrá-la e executar uma instância substituta. Para evitar isso, você poderá suspender os processos de escalabilidade para o grupo enquanto estiver redimensionando a instância. Para obter mais informações, consulte Suspensão e retomada dos processos de escalabilidade no Guia do usuário do Amazon EC2 Auto Scaling.

  • Se a instância estiver em um placement group de cluster e, após alterar o tipo da instância, esta começar a falhar, tente fazer o seguinte: interrompa todas as instâncias do placement group de cluster, altere o tipo da instância afetada e reinicie todas as instâncias do placement group do cluster.

  • Planeje tempo de inatividade enquanto a instância estiver parada. A parada e o redimensionamento de uma instância pode levar alguns minutos, e o reinício da instância pode levar uma quantidade variável de tempo dependendo dos scripts de inicialização do aplicativo.

Para obter mais informações, consulte Interromper e iniciar sua instância.

Use o procedimento a seguir para redimensionar uma instância com suporte do Amazon EBS usando o Console de gerenciamento da AWS.

Para redimensionar uma instância com suporte do Amazon EBS

  1. (Opcional) Se o tipo de instância requer drivers que não estejam instalados na instância atual, você deve se conectar à sua instância e instalar os drivers primeiro. Para obter mais informações, consulte Compatibilidade para redimensionamento de instâncias.

  2. Abra o console do Amazon EC2.

  3. No painel de navegação, escolha Instances (Instâncias).

  4. Selecione a instância e escolha Actions, Instance State e Stop.

  5. Na caixa de diálogo para confirmação, escolha Yes, parar. Pode demorar alguns minutos para que a instância pare.

  6. Com a instância ainda selecionada, escolha Ações, Instance Settings, Change Instance Type. Essa ação estará desabilitada se o estado da instância não for stopped.

  7. Na caixa de diálogo Change Instance Type, faça o seguinte:

    1. Em Instance Type, selecione o tipo de instância desejado. Se o tipo de instância desejado não aparecer na lista, ele não será compatível com a configuração da instância (por exemplo, devido ao tipo de virtualização). Para obter mais informações, consulte Compatibilidade para redimensionamento de instâncias.

    2. (Opcional) Se o tipo de instância selecionado oferecer suporte a otimização para EBS, selecione EBS-optimized ou cancele a seleção de EBS-optimized para desabilitar a otimização para EBS. Se, por padrão, o tipo de instância selecionado for otimizada para EBS, a opção EBS-optimized (Otimizada para EBS) estará selecionada e você não poderá desmarcá-la.

    3. Escolha Apply para aceitar as novas configurações.

  8. Para reiniciar a instância interrompida, selecione a instância e escolha Ações, Instance State, Iniciar.

  9. Na caixa de diálogo de confirmação, escolha Sim, iniciar. Pode demorar alguns minutos para que a instância entre no estado running.

  10. (Solução de problemas) Se a sua instância não inicializar, é possível que um dos requisitos para o novo tipo de instância não tenha sido atendido. Para obter mais informações, consulte Por que minha instância Linux não está inicializando depois de alterar o tipo?

Migrar uma instância com suporte de armazenamento de instâncias

Quando desejar mover seu aplicativo de uma instância com suporte de armazenamento de instâncias para uma instância com suporte de armazenamento de instâncias com outro tipo de instância, você deve migrá-la criando uma imagem da instância e executando uma nova instância a partir dessa imagem com o tipo de instância necessário. Para garantir que os usuários possam continuar usando os aplicativos que você está hospedando em sua instância sem interrupção, você deve usar qualquer endereço IP elástico associado à instância original e associá-lo à nova instância. Em seguida, é possível encerrar a instância original.

Para migrar uma instância com suporte de armazenamento de instâncias

  1. Faça backup de todos os dados nos volumes de armazenamento de instâncias necessários para manter o armazenamento persistente. Para migrar dados nos volumes do EBS que você precisa manter, faça um snapshot dos volumes (veja Criar snapshots do Amazon EBS) ou desanexe o volume da instância para que você possa anexá-lo à nova instância mais tarde (consulte Separar um volume do Amazon EBS de uma instância do Linux).

  2. Crie uma AMI de sua instância com suporte do armazenamento de instâncias atendendo aos pré-requisitos e seguindo os procedimentos em Criar uma AMI em Linux com armazenamento de instâncias. Ao concluir a criação de uma AMI de sua instância, retorne para esse procedimento.

  3. Abra o console do Amazon EC2 e, no painel de navegação, selecione AMIs. Na lista de filtros, selecione Owned by me (De minha propriedade) e selecione a imagem que você criou na etapa anterior. Observe que o AMI Name é o nome que você especificou quando registrou a imagem e Source é seu bucket do Amazon S3.

    nota

    Se você não vir a AMI criada na etapa anterior, verifique se selecionou a região na qual criou a AMI.

  4. Escolha Executar. Ao especificar opções para a instância, selecione o novo tipo de instância desejado. Se o tipo de instância desejado não puder ser selecionado, ele não será compatível com a configuração da AMI criada (por exemplo, devido ao tipo de virtualização). Você também pode especificar todos os volumes do EBS que desanexou da instância original.

    Pode demorar alguns minutos para que a instância entre no estado running.

  5. (Opcional) Você pode encerrar a instância com a qual começou se ela não for mais necessária. Selecione a instância e verifique se você está prestes a encerrar a instância original e não a nova instância (por exemplo, verifique o nome ou a hora da execução). Escolha Actions (Ações), Instance State (Estado da instância), Terminate (Encerrar).

Migrar para uma nova configuração de instância

Se a configuração atual da instância não for compatível com o novo tipo de instância desejado, não será possível redimensionar a instância para aquele tipo de instância. Em vez disso, é possível migrar seu aplicativo para uma nova instância com uma configuração que seja compatível com o novo tipo de instância desejado.

Para mover de uma instância executada em uma AMI PV para um tipo de instância que seja HVM somente, o processo geral é o seguinte:

Para migrar o aplicativo para uma instância compatível

  1. Faça backup de todos os dados nos volumes de armazenamento de instâncias necessários para manter o armazenamento persistente. Para migrar dados nos volumes do EBS que você precisa manter, crie um snapshot dos volumes (consulte Criar snapshots do Amazon EBS) ou desanexe o volume da instância para que você possa anexá-lo à nova instância mais tarde (consulte Separar um volume do Amazon EBS de uma instância do Linux).

  2. Execute uma nova instância selecionando o seguinte:

    • Uma AMI de HVM.

    • O tipo de instância HVM somente.

    • Se estiver usando um endereço IP elástico, selecione a VPC na qual a instância original está em execução.

    • Todos os volumes do EBS que você desanexou da instância original e quer anexar à nova instância ou os novos volumes do EBS baseados nos snapshots que você criou.

    • Para permitir que algum tráfego atinja a nova instância, selecione o security group que está associado à instância original.

  3. Instale o aplicativo e qualquer software necessário na instância.

  4. Restaure todos os dados dos quais você fez backup dos volumes de armazenamento de instâncias da instância original.

  5. Se estiver usando um endereço IP elástico, atribua-o à instância recém-executada da seguinte forma:

    1. No painel de navegação, selecione Elastic IPs (IPs elásticos).

    2. Selecione o endereço IP elástico que está associado à instância original e escolha Actions (Ações) e Disassociate address (Desassociar endereço). Quando a confirmação for solicitada, escolha Disassociate address.

    3. Com o endereço IP elástico ainda selecionado, escolha Actions (Ações) e Associate address (Associar endereço).

    4. Em Instance, selecione a nova instância e escolha Associate.

  6. (Opcional) Você pode encerrar a instância original se ela não for mais necessária. Selecione a instância e verifique se você está prestes a encerrar a instância original e não a nova instância (por exemplo, verifique o nome ou a hora da execução). Escolha Actions (Ações), Instance State (Estado da instância), Terminate (Encerrar).