Executar uma instância a partir de um modelo de execução - Amazon Elastic Compute Cloud

Executar uma instância a partir de um modelo de execução

Você pode criar um modelo de execução que contenha informações de configuração para executar uma instância. Os modelos de execução permitem que você armazene parâmetros de execução de modo que não precise especificá-los cada vez que executar uma instância. Por exemplo, um modelo de execução pode conter o ID da AMI, o tipo de instância e as configurações de rede que você geralmente usa para executar instâncias. Ao executar uma instância usando o console do Amazon EC2, a AWS um SDK ou uma ferramenta de linha de comando, você pode especificar o modelo de execução a ser usado.

Para cada modelo de execução, você pode criar uma ou mais versões de modelo de execução numeradas. Cada versão pode ter diferentes parâmetros de execução. Ao executar uma instância a partir de um modelo de execução, você poderá usar qualquer versão do modelo de execução. Se você não especificar uma versão, a versão padrão será usada. Você pode definir qualquer versão do modelo de execução como a versão padrão — por padrão, ela é a primeira versão do modelo de execução.

O diagrama a seguir mostra um modelo de execução com três versões. A primeira versão especifica o tipo de instância, o ID da AMI, a sub-rede e o par de chaves a ser usado para executar a instância. A segunda versão baseia-se na primeira versão e também especifica um security group para a instância. A terceira versão usa valores diferentes para alguns parâmetros. A versão 2 é definida como a versão padrão. Se você tiver executado uma instância a partir desse modelo de execução, os parâmetros de execução da versão 2 serão usados caso nenhuma outra versão tenha sido especificada.


            Modelo de execução

Restrições do modelo de execução

As seguintes regras se aplicam aos modelos de execução e às respectivas versões:

  • Você está limitado a criar 5.000 modelos de execução por região e 10.000 versões por modelo de execução.

  • Os parâmetros do modelo de execução são opcionais. No entanto, você precisa garantir que sua solicitação de execução de uma instância inclui todos os parâmetros necessários. Por exemplo, se o modelo de execução não inclui um ID de AMI, você deverá especificar o modelo de execução e um ID de AMI ao executar uma instância.

  • Os parâmetros do modelo de execução não são totalmente validados quando ele é criado. Se você especificar valores incorretos para parâmetros, ou se não usar combinações de parâmetro compatíveis, nenhuma instância poderá ser iniciada usando esse modelo de execução. Verifique se você especificou os valores corretos para os parâmetros e usou combinações de parâmetro compatíveis. Por exemplo, para executar uma instância em um grupo de posicionamento, especifique um tipo de instância compatível.

  • Você pode marcar um modelo de execução, mas não pode marcar uma versão de modelo de execução.

  • As versões de modelo de execução são numeradas na ordem em que são criadas. Ao criar uma versão de modelo de execução, você não pode especificar o número de versão por conta própria.

Uso de modelos de execução para controlar parâmetros de execução

Um modelo de execução pode conter todos ou alguns parâmetros para executar uma instância. Quando executa uma instância usando um modelo de execução, você pode substituir os parâmetros especificados no modelo de execução. Ou pode especificar parâmetros adicionais que não estão no modelo de execução.

nota

Você não pode remover os parâmetros do modelo de execução durante a execução (por exemplo, você não pode especificar um valor nulo para o parâmetro). Para remover um parâmetro, crie uma nova versão do modelo de execução sem o parâmetro e use essa versão para executar a instância.

Para executar instâncias, os usuários do IAM devem ter permissões para usar a ação ec2:RunInstances. Você também deve ter permissões para criar ou usar recursos que são criados ou associados à instância. Você pode usar permissões em nível de recurso para a ação ec2:RunInstances para controlar os parâmetros de execução que podem ser especificados pelos usuários. Como alternativa, você pode conceder permissões aos usuários para executar uma instância usando um modelo de execução. Isso permite que você gerencie parâmetros de execução em um modelo de execução, em vez de uma política do IAM, e use um modelo de execução como um veículo de autorização para executar instâncias. Por exemplo, você pode especificar que os usuários só podem executar instâncias usando um modelo de execução e só podem usar um modelo de execução específico. Você também pode controlar os parâmetros de execução que os usuários podem substituir no modelo de execução. Para obter exemplos de políticas do , consulte Modelos de execução.

Controlar o uso dos modelos de execução

Por padrão, os usuários do IAM não têm permissões para trabalhar com modelos de execução. Você pode criar uma política de usuário do IAM que concede aos usuários permissões para criar, modificar, descrever e excluir modelos de execução e versões do modelo de execução. Você também pode aplicar permissões no nível do recurso a algumas ações do modelo de execução para controlar a capacidade de um usuário de usar recursos específicos nessas ações. Para obter mais informações, consulte as seguintes políticas de exemplo: Exemplo: trabalhar com modelos de execução.

Tenha cuidado ao conceder aos usuários permissões para usar as ações ec2:CreateLaunchTemplate e ec2:CreateLaunchTemplateVersion. Não é possível usar permissões em nível de recurso para controlar quais recursos os usuários podem especificar no modelo de execução. Para restringir os recursos usados para executar uma instância, conceda permissões para criar modelos de execução e versões de modelo de execução somente a administradores apropriados.

Criar um modelo de execução

Crie um novo modelo de execução usando parâmetros definidos por você ou use um modelo de execução ou uma instância existente como a base para o novo modelo de execução.

Criar um modelo de execução usando parâmetros definidos

Novo console

Como criar um modelo de execução usando parâmetros definidos (console)

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, escolha Launch Templates (Modelos de execução) e Create launch template (Criar modelo de execução).

  3. Em Device template name (Nome do modelo de dispositivo), insira um nome descritivo para o modelo.

  4. Em Template version description (Descrição da versão do modelo), forneça uma descrição breve da versão do modelo de execução.

  5. Para marcar o modelo de execução na criação, expanda Template tags (Tags modelo), escolha Add Tag (Adicionar tag) e insira um par de chave e valor de tag.

  6. Em Launch template contents (Conteúdo do modelo de execução), forneça as seguintes informações:

    • AMI: uma AMI na qual executar a instância. Para pesquisar todas as AMIs disponíveis, escolha Search for AMI (Pesquisar AMI). Para selecionar uma AMI usada normalmente, escolha Quick Start (Início rápido). Ou escolha AWS Marketplace ou Community AMIs (AMIs da comunidade). Você pode usar uma AMI que possui ou encontrar uma AMI adequada.

    • Instance type (Tipo de instância): verifique se o tipo de instância é compatível com a AMI especificada. Para obter mais informações, consulte Tipos de instância.

    • Key pair name (Nome do par de chaves): o par de chaves para a instância. Para obter mais informações, consulte Pares de chaves do Amazon EC2 e instâncias do Linux.

    • Network platform (Plataforma de rede): se a instância deve ser executada em uma VPC ou no EC2-Classic, se aplicável. Se você escolher VPC, especifique a sub-rede na seção Network interfaces (Interfaces de rede). Se escolher Classic, verifique se o tipo de instância especificado é compatível com o EC2-Classic e especifique a zona de disponibilidade da instância.

    • Security groups (Grupos de segurança): um ou mais grupos de segurança a serem associados à instância. Se você adicionar uma interface de rede ao modelo de execução, omita essa configuração e especifique os grupos de segurança como parte da especificação da interface de rede. Não é possível executar uma instância a partir de um modelo de inicialização que especifique grupos de segurança e uma interface de rede. Para obter mais informações, consulte Grupos de segurança do Amazon EC2 para instâncias do Linux.

  7. Em Storage (Volumes) - Armazenamento (Volumes), especifique os volumes a serem anexados à instância, além dos volumes especificados pela AMI (Volume 1 (Raiz da AMI)). Para adicionar um novo volume, escolha Add new volume (Adicionar novo volume).

    • Volume type (Tipo de volume): o armazenamento de instâncias ou os volumes do Amazon EBS aos quais associar a instância. O tipo de volume depende do tipo de instância escolhido. Para obter mais informações, consulte Armazenamento de instâncias do Amazon EC2 e Volumes do Amazon EBS.

    • Device name (Nome do dispositivo): um nome de dispositivo para o volume.

    • Snapshot: o ID do snapshot a partir do qual criar o volume.

    • Size (Tamanho): para volumes do Amazon EBS, o tamanho do armazenamento.

    • Volume type (Tipo de volume): para volumes do Amazon EBS, este é o tipo de volume. Para obter mais informações, consulte Tipos de volume do Amazon EBS.

    • IOPS: para o tipo de volume Provisioned IOPS SSD, o número de operações de E/S por segundo (IOPS) ao qual o volume oferece suporte.

    • Delete on termination (Excluir no encerramento): em volumes do Amazon EBS, se excluir o volume quando a instância for encerrada. Para obter mais informações, consulte Preservar volumes do Amazon EBS no encerramento da instância.

    • Encrypted (Criptografado): se o tipo de instância oferecer suporte à criptografia do EBS, você poderá habilitar a criptografia para o volume. Se você tiver habilitado a criptografia por padrão nessa região, a criptografia estará habilitada para você. Para obter mais informações, consulte Criptografia de Amazon EBS.

    • Key (Chave): a CMK a ser usada para a criptografia do EBS. Você poderá especificar o ARN de qualquer chave mestra de cliente (CMK) criada com o AWS Key Management Service. Se você especificar uma CMK, use Encrypted (Criptografado) também para habilitar a criptografia.

  8. Em Tags de recurso, especifique as tags fornecendo combinações de chave e valor. É possível marcar a instância, os volumes, as solicitações de Instância spot ou os três.

  9. Em Network interfaces (Interfaces de rede), você pode especificar até duas interfaces de rede para a instância.

    • Device index (Índice do dispositivo): o número do dispositivo da interface de rede, por exemplo, eth0 para a interface de rede principal. Se você deixar o campo em branco, a AWS criará a interface de rede principal.

    • Network interface (Interface de rede): o ID da interface de rede, ou deixe o campo em branco para que a AWS crie uma nova interface de rede.

    • Description (Descrição): (opcional) uma descrição da nova interface de rede.

    • Subnet (Sub-rede): a sub-rede na qual criar uma nova interface de rede. Para a interface de rede principal (eth0), essa é a sub-rede na qual a instância será executada. Se você tiver inserido uma interface de rede existente para eth0, a instância será executada na sub-rede na qual a interface de rede está localizada.

    • Auto-assign public IP (Atribuir IP público automaticamente): se um endereço IP público deve ser atribuído automaticamente à interface de rede com o índice de dispositivo de eth0. Essa configuração só pode ser habilitada para uma nova interface de rede.

    • Primary IP (IP principal): um endereço IPv4 privado no intervalo de sua sub-rede. Deixe em branco para permitir que a AWS escolha um endereço IPv4 privado para você.

    • Secondary IP (IP secundário): um endereço IPv4 secundário privado no intervalo de sua sub-rede. Deixe em branco para permitir que a AWS escolha um para você.

    • (Somente para IPv6) IPv6 IPs (IPs IPv6): um endereço IPv6 no intervalo da sub-rede.

    • Grupos de segurança: um ou mais grupos de segurança na VPC aos quais associar a interface de rede.

    • Delete on termination (Excluir no encerramento): se a interface de rede deve ser excluída quando a instância for excluída.

    • Adaptador de malha elástica: indica se a interface de rede é um Adaptador de malha elástica. Para obter mais informações, consulte Adaptador de malha elástica.

  10. Em Advanced details (Detalhes avançados), expanda a seção para exibir os campos e especifique quaisquer parâmetros adicionais para a instância.

    • Purchasing option (Opção de compra): o modelo de compra. Escolha Request Spot instances (Solicitar instâncias spot) para solicitar Instâncias spot ao preço spot, limitado ao preço sob demanda, e escolha Customize (Personalizar) para alterar as configurações padrão da Instância spot. Se você não solicitar uma Instância spot, o EC2 executará uma instância sob demanda por padrão. Para obter mais informações, consulte Instâncias spot.

    • IAM instance profile (Perfil de instância do IAM): um perfil de instância do AWS Identity and Access Management (IAM) a ser associado à instância. Para obter mais informações, consulte Funções do IAM para Amazon EC2.

    • Comportamento de desligamento: se a instância deve ser interrompida ou encerrada quando desligada. Para obter mais informações, consulte Alterar o comportamento de desligamento iniciado da instância.

    • Stop - Hibernate behavior (Interromper - comportamento de hibernação): se a instância está habilitada para hibernação. Esse campo só é válido para instâncias que atendem aos pré-requisitos de hibernação. Para obter mais informações, consulte Hibernar a instância do Linux.

    • Termination protection (Proteção contra encerramento): se encerramento acidental deve ser impedido. Para obter mais informações, consulte Habilitar proteção contra encerramento.

    • Detailed CloudWatch monitoring (Monitoramento detalhado de CloudWatch): se o monitoramento detalhado da instância deve ser habilitado usando o Amazon CloudWatch. Aplicam-se cobranças adicionais. Para obter mais informações, consulte Monitoramento de instâncias usando o CloudWatch.

    • Elastic inference (Inferência elástica): uma aceleradora de inferência elástica a ser anexada à instância de CPU do EC2. Para obter mais informações, consulte Trabalhando com o Amazon Elastic Inference no Guia do desenvolvedor do Amazon Elastic Inference.

    • T2/T3 Unlimited (T2/T3 ilimitado): se permitir que os aplicativos tenham intermitência acima da linha de base pelo tempo que for necessário. Este campo é válido somente para instâncias T2, T3 e T3a. Podem se aplicar cobranças adicionais. Para obter mais informações, consulte Instâncias de desempenho com capacidade de intermitência.

    • Placement group name (Nome do grupo de posicionamento): especifique um grupo de posicionamento no qual a instância será executada. Nem todos os tipos de instância podem ser executados em um placement group. Para obter mais informações, consulte Grupos de posicionamento.

    • EBS-optimized instance (Instância otimizada para EBS): fornece capacidade dedicada adicional para E/S de Amazon EBS. Nem todos os tipos de instância são compatíveis com esse recurso, e cobranças adicionais são aplicáveis. Para obter mais informações, consulte Amazon EBS – instâncias otimizadas.

    • Reserva de capacidade: especifique se deseja executar a instância em capacidade compartilhada, qualquer Reserva de capacidade open, uma Reserva de capacidade específica ou um grupo de Reserva de capacidade. Para obter mais informações, consulte Iniciar instâncias em uma Reserva de capacidade existente.

    • Tenancy (Locação): escolha se a instância deve ser executada em hardware compartilhado (Shared (Compartilhado)), isolado, hardware dedicado (Dedicated (Dedicado)) ou em um Host dedicado (Dedicated host (Host dedicado)). Se você optar por executar a instância em um Host dedicado, poderá especificar se deseja executar a instância em um grupo de recursos de host ou poderá segmentar um Host dedicado específico. Podem se aplicar cobranças adicionais. Para obter mais informações, consulte Instâncias dedicadas e Hosts dedicados.

    • RAM disk ID (ID do disco RAM): (Válido somente para AMIs paravirtuais (PV )) Um disco RAM para a instância. Se tiver especificado um kernel, poderá ser necessário especificar um disco de RAM específico com os drivers compatíveis.

    • Kernel ID (ID do kernel): (Válido somente para AMIs paravirtuais (PV )) Um kernel para a instância.

    • Configurações de licenças: é possível executar instâncias com relação à configuração de licença especificada para rastrear o uso da licença. Para obter mais informações, consulte Criar uma configuração de licença no Guia do usuário do License Manager da AWS.

    • Metadata accessible (Metadados acessíveis): habilitar ou desabilitar o acesso aos metadados da instância. Para obter mais informações, consulte Configurar o serviço de metadados da instância.

    • Metadata version (Versão de metadados): se você habilitar o acesso aos metadados da instância, poderá optar por exigir o uso de Serviço de metadados da instância versão 2 ao solicitar metadados da instância. Para obter mais informações, consulte Configurar opções de metadados da instância para novas instâncias.

    • Limite de salto de resposta de metadados: se você habilitar metadados de instância, será possível definir o número permitido de saltos de rede para o token de metadados. Para obter mais informações, consulte Configurar o serviço de metadados da instância.

    • User data (Dados do usuário): você pode especificar dados do usuário para configurar uma instância durante a execução ou para executar um script de configuração. Para obter mais informações, consulte Executar comandos na instância do Linux na execução.

  11. Escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

Console antigo

Como criar um modelo de execução usando parâmetros definidos (console)

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, escolha Launch Templates (Modelos de execução) e Create launch template (Criar modelo de execução).

  3. Em Device template name (Nome do modelo de dispositivo), insira um nome descritivo para o modelo. Para marcar o modelo de execução na criação, escolha Show Tags (Mostrar tags), Add Tag (Adicionar tag) e insira um par de chave e valor de tag.

  4. Em Template version description (Descrição da versão do modelo), forneça uma descrição breve da versão do modelo de execução.

  5. Em Launch template contents (Conteúdo do modelo de execução), forneça as seguintes informações:

    • AMI ID (ID da AMI): uma AMI na qual executar a instância. Para pesquisar todas as AMIs disponíveis, escolha Search for AMI (Pesquisar AMI). Para selecionar uma AMI usada normalmente, escolha Quick Start (Início rápido). Ou escolha AWS Marketplace ou Community AMIs (AMIs da comunidade). Você pode usar uma AMI que possui ou encontrar uma AMI adequada.

    • Instance type (Tipo de instância): verifique se o tipo de instância é compatível com a AMI especificada. Para obter mais informações, consulte Tipos de instância.

    • Key pair name (Nome do par de chaves): o par de chaves para a instância. Para obter mais informações, consulte Pares de chaves do Amazon EC2 e instâncias do Linux.

    • Network type (Tipo de rede): se aplicável, se a instância deve ser executada em uma VPC ou no EC2-Classic. Se você escolher VPC, especifique a sub-rede na seção Network interfaces (Interfaces de rede). Se escolher Classic, verifique se o tipo de instância especificado é compatível com o EC2-Classic e especifique a zona de disponibilidade da instância.

    • Security groups (Grupos de segurança): um ou mais grupos de segurança a serem associados à instância. Para obter mais informações, consulte Grupos de segurança do Amazon EC2 para instâncias do Linux.

  6. Em Network interfaces (Interfaces de rede), você pode especificar até duas interfaces de rede para a instância.

    • Device (Dispositivo): o número do dispositivo da interface de rede, por exemplo, eth0 para a interface de rede principal. Se você deixar o campo em branco, a AWS criará a interface de rede principal.

    • Network interface (Interface de rede): o ID da interface de rede, ou deixe o campo em branco para que a AWS crie uma nova interface de rede.

    • Description (Descrição): (opcional) uma descrição da nova interface de rede.

    • Subnet (Sub-rede): a sub-rede na qual criar uma nova interface de rede. Para a interface de rede principal (eth0), essa é a sub-rede na qual a instância será executada. Se você tiver inserido uma interface de rede existente para eth0, a instância será executada na sub-rede na qual a interface de rede está localizada.

    • Auto-assign public IP (Atribuir IP público automaticamente): se um endereço IP público deve ser atribuído automaticamente à interface de rede com o índice de dispositivo de eth0. Essa configuração só pode ser habilitada para uma nova interface de rede.

    • Primary IP (IP principal): um endereço IPv4 privado no intervalo de sua sub-rede. Deixe em branco para permitir que a AWS escolha um endereço IPv4 privado para você.

    • Secondary IP (IP secundário): um endereço IPv4 secundário privado no intervalo de sua sub-rede. Deixe em branco para permitir que a AWS escolha um para você.

    • (Somente para IPv6) IPv6 IPs (IPs IPv6): um endereço IPv6 no intervalo da sub-rede.

    • Security group ID (ID do grupo de segurança): o ID de um grupo de segurança na VPC ao qual associar a interface de rede.

    • Delete on termination (Excluir no encerramento): se a interface de rede deve ser excluída quando a instância for excluída.

    • Adaptador de malha elástica: indica se a interface de rede é um Adaptador de malha elástica. Para obter mais informações, consulte Adaptador de malha elástica.

  7. Em Storage (Volumes) (Armazenamento - Volumes), especifique os volumes a serem anexados à instância, além dos volumes especificados pela AMI.

    • Volume type (Tipo de volume): o armazenamento de instâncias ou os volumes do Amazon EBS aos quais associar a instância. O tipo de volume depende do tipo de instância escolhido. Para obter mais informações, consulte Armazenamento de instâncias do Amazon EC2 e Volumes do Amazon EBS.

    • Device name (Nome do dispositivo): um nome de dispositivo para o volume.

    • Snapshot: o ID do snapshot a partir do qual criar o volume.

    • Size (Tamanho): para volumes do Amazon EBS, o tamanho do armazenamento.

    • Volume type (Tipo de volume): para volumes do Amazon EBS, este é o tipo de volume. Para obter mais informações, consulte Tipos de volume do Amazon EBS.

    • IOPS: para o tipo de volume Provisioned IOPS SSD, o número de operações de E/S por segundo (IOPS) ao qual o volume oferece suporte.

    • Delete on termination (Excluir no encerramento): em volumes do Amazon EBS, se excluir o volume quando a instância for encerrada. Para obter mais informações, consulte Preservar volumes do Amazon EBS no encerramento da instância.

    • Encrypted (Criptografado): se o tipo de instância oferecer suporte à criptografia do EBS, você poderá habilitar a criptografia para o volume. Se você tiver habilitado a criptografia por padrão nessa região, a criptografia estará habilitada para você. Para obter mais informações, consulte Criptografia de Amazon EBS.

    • Key (Chave): a CMK a ser usada para a criptografia do EBS. Você poderá especificar o ARN de qualquer chave mestra de cliente (CMK) criada com o AWS Key Management Service. Se você especificar uma CMK, use Encrypted (Criptografado) também para habilitar a criptografia.

  8. Em Instance tags (Tags de instância), especifique as tags fornecendo combinações de chave e valor. Você pode marcar a instância, os volumes ou ambos com uma tag.

  9. Em Advanced Details (Detalhes avançados), expanda a seção para exibir os campos e especifique quaisquer parâmetros adicionais para a instância.

    • Purchasing option (Opção de compra): o modelo de compra. Escolha Request Spot instances (Solicitar instâncias spot) para solicitar Instâncias spot ao preço spot, limitado ao preço sob demanda, e escolha Customize Spot parameters (Personalizar parâmetros de Spot) para alterar as configurações padrão da Instância spot. Se você não solicitar uma Instância spot, o EC2 executará uma instância sob demanda por padrão. Para obter mais informações, consulte Instâncias spot.

    • IAM instance profile (Perfil de instância do IAM): um perfil de instância do AWS Identity and Access Management (IAM) a ser associado à instância. Para obter mais informações, consulte Funções do IAM para Amazon EC2.

    • Comportamento de desligamento: se a instância deve ser interrompida ou encerrada quando desligada. Para obter mais informações, consulte Alterar o comportamento de desligamento iniciado da instância.

    • Stop - Hibernate behavior (Interromper - comportamento de hibernação): se a instância está habilitada para hibernação. Esse campo só é válido para instâncias que atendem aos pré-requisitos de hibernação. Para obter mais informações, consulte Hibernar a instância do Linux.

    • Termination protection (Proteção contra encerramento): se encerramento acidental deve ser impedido. Para obter mais informações, consulte Habilitar proteção contra encerramento.

    • Monitoring (Monitoramento): se o monitoramento detalhado da instância deve ser habilitado usando o Amazon CloudWatch. Aplicam-se cobranças adicionais. Para obter mais informações, consulte Monitoramento de instâncias usando o CloudWatch.

    • T2/T3 Unlimited (T2/T3 ilimitado): se permitir que os aplicativos tenham intermitência acima da linha de base pelo tempo que for necessário. Esse campo só é válido para instâncias T2 e T3. Podem se aplicar cobranças adicionais. Para obter mais informações, consulte Instâncias de desempenho com capacidade de intermitência.

    • Placement group name (Nome do grupo de posicionamento): especifique um grupo de posicionamento no qual a instância será executada. Nem todos os tipos de instância podem ser executados em um placement group. Para obter mais informações, consulte Grupos de posicionamento.

    • EBS-optimized instance (Instância otimizada para EBS): fornece capacidade dedicada adicional para E/S de Amazon EBS. Nem todos os tipos de instância são compatíveis com esse recurso, e cobranças adicionais são aplicáveis. Para obter mais informações, consulte Amazon EBS – instâncias otimizadas.

    • Tenancy (Locação): escolha se a instância deve ser executada em hardware compartilhado (Shared (Compartilhado)), isolado, hardware dedicado (Dedicated (Dedicado)) ou em um Host dedicado (Dedicated host (Host dedicado)). Se você optar por executar a instância em um Host dedicado, poderá especificar se deseja executar a instância em um grupo de recursos de host ou poderá segmentar um Host dedicado específico. Podem se aplicar cobranças adicionais. Para obter mais informações, consulte Instâncias dedicadas e Hosts dedicados.

    • RAM disk ID (ID do disco RAM): o disco RAM da instância. Se tiver especificado um kernel, poderá ser necessário especificar um disco de RAM específico com os drivers compatíveis. Somente válido para AMIs paravirtuais (PV).

    • Kernel ID (ID do kernel): o kernel da instância. Somente válido para AMIs paravirtuais (PV).

    • User data (Dados do usuário): você pode especificar dados do usuário para configurar uma instância durante a execução ou para executar um script de configuração. Para obter mais informações, consulte Executar comandos na instância do Linux na execução.

  10. Escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

AWS CLI

Como criar um modelo de execução usando a AWS CLI

  • Use o comando create-launch-template. O exemplo a seguir cria um modelo de execução que especifica o seguinte:

    • Uma tag para o modelo de execução (purpose=production)

    • O tipo de instância (r4.4xlarge) e a AMI (ami-8c1be5f6) a ser executada

    • O número de núcleos (4) e os threads por núcleo (2) para um total de 8 vCPUs (4 núcleos x 2 threads)

    • A sub-rede na qual a instância é executada (subnet-7b16de0c)

    O modelo atribui um endereço IP público e um endereço IPv6 à instância e cria uma tag para a instância (Name=webserver).

    aws ec2 create-launch-template \ --launch-template-name TemplateForWebServer \ --version-description WebVersion1 \ --tag-specifications 'ResourceType=launch-template,Tags=[{Key=purpose,Value=production}]' \ --launch-template-data file://template-data.json

    Veja a seguir um exemplo de arquivo template-data.json.

    { "NetworkInterfaces": [{ "AssociatePublicIpAddress": true, "DeviceIndex": 0, "Ipv6AddressCount": 1, "SubnetId": "subnet-7b16de0c" }], "ImageId": "ami-8c1be5f6", "InstanceType": "r4.4xlarge", "TagSpecifications": [{ "ResourceType": "instance", "Tags": [{ "Key":"Name", "Value":"webserver" }] }], "CpuOptions": { "CoreCount":4, "ThreadsPerCore":2 } }

    A seguir está um exemplo de saída.

    { "LaunchTemplate": { "LatestVersionNumber": 1, "LaunchTemplateId": "lt-01238c059e3466abc", "LaunchTemplateName": "TemplateForWebServer", "DefaultVersionNumber": 1, "CreatedBy": "arn:aws:iam::123456789012:root", "CreateTime": "2017-11-27T09:13:24.000Z" } }

Criar um modelo de execução a partir de um modelo de execução existente

Novo console

Para criar um modelo de execução de um modelo existente usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, escolha Launch Templates (Modelos de execução) e Create launch template (Criar modelo de execução).

  3. Em Device template name (Nome do modelo de dispositivo), insira um nome descritivo para o modelo.

  4. Em Template version description (Descrição da versão do modelo), forneça uma descrição breve da versão do modelo de execução.

  5. Para marcar o modelo de execução na criação, expanda Template tags (Tags modelo), escolha Add Tag (Adicionar tag) e insira um par de chave e valor de tag.

  6. Expanda o Modelo de origem e, em Nome do modelo de execução, escolha um modelo de execução no qual o novo modelo de execução se baseará.

  7. Em Source template version (Versão do modelo de origem), escolha a versão do modelo de execução no qual o novo modelo de execução se baseará.

  8. Ajuste todos os parâmetros de execução quando necessário e escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

Console antigo

Para criar um modelo de execução de um modelo existente usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Escolha Create launch template (Criar modelo de execução). Forneça um nome, uma descrição e tags para o modelo de execução.

  4. Em Source template (Modelo de origem), escolha um modelo de execução no qual o novo modelo de execução se baseará.

  5. Em Source template version (Versão do modelo de origem), escolha a versão do modelo de execução no qual o novo modelo de execução se baseará.

  6. Ajuste todos os parâmetros de execução quando necessário e escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

Criar um modelo de execução usando uma instância

Novo console

Como criar um modelo de execução a partir de uma instância usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, escolha Instances (Instâncias).

  3. Selecione a instância e escolha Actions (Ações), Create template from instance (Criar modelo a partir da instância).

  4. Forneça um nome, uma descrição e tags e ajuste os parâmetros de execução conforme necessário.

    nota

    Quando você cria um modelo de execução de uma instância, os IDs da interface de rede da instância e os endereços IP não são incluídos no modelo.

  5. Escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

Console antigo

Como criar um modelo de execução a partir de uma instância usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, escolha Instances (Instâncias).

  3. Selecione a instância e escolha Actions (Ações), Create Template From Instance (Criar modelo a partir da instância).

  4. Forneça um nome, uma descrição e tags e ajuste os parâmetros de execução conforme necessário.

    nota

    Quando você cria um modelo de execução de uma instância, os IDs da interface de rede da instância e os endereços IP não são incluídos no modelo.

  5. Escolha Create Template From Instance (Criar modelo a partir de instância).

AWS CLI

É possível usar a AWS CLI para criar um modelo de execução de uma instância existente ao obter os dados do modelo de execução primeiro e depois criar um modelo de execução usando os dados dele.

Como obter dados de modelo de execução de uma instância usando a AWS CLI

  • Use o comando get-launch-template-data e especifique o ID da instância. Você pode usar o resultado como base para criar um novo modelo de execução ou uma versão de modelo de execução. Por padrão, o resultado inclui um objeto LaunchTemplateData de nível superior, que não pode ser especificado nos dados do modelo de execução. Use a opção --query para excluir este objeto.

    aws ec2 get-launch-template-data \ --instance-id i-0123d646e8048babc \ --query "LaunchTemplateData"

    A seguir está um exemplo de saída.

    { "Monitoring": {}, "ImageId": "ami-8c1be5f6", "BlockDeviceMappings": [ { "DeviceName": "/dev/xvda", "Ebs": { "DeleteOnTermination": true } } ], "EbsOptimized": false, "Placement": { "Tenancy": "default", "GroupName": "", "AvailabilityZone": "us-east-1a" }, "InstanceType": "t2.micro", "NetworkInterfaces": [ { "Description": "", "NetworkInterfaceId": "eni-35306abc", "PrivateIpAddresses": [ { "Primary": true, "PrivateIpAddress": "10.0.0.72" } ], "SubnetId": "subnet-7b16de0c", "Groups": [ "sg-7c227019" ], "Ipv6Addresses": [ { "Ipv6Address": "2001:db8:1234:1a00::123" } ], "PrivateIpAddress": "10.0.0.72" } ] }

    Você pode gravar o resultado diretamente em um arquivo, por exemplo:

    aws ec2 get-launch-template-data \ --instance-id i-0123d646e8048babc \ --query "LaunchTemplateData" >> instance-data.json

Para criar um modelo de execução usando dados do modelo de execução

Use o comando create-launch-template para criar um modelo de execução usando a saída do procedimento anterior. Para obter mais informações sobre como criar um modelo de execução usando a AWS CLI, consulte Criar um modelo de execução usando parâmetros definidos.

Gerenciar versões de modelo de execução

Você pode criar versões de modelo de execução para um modelo de execução específico, definir uma versão padrão, descrever uma versão de modelo de execução e excluir as versões que não são mais necessárias.

Criar uma versão de modelo de execução

Ao criar uma versão de modelo de execução, você pode especificar novos parâmetros de execução ou usar uma versão existente como base para a nova versão. Para obter mais informações sobre os parâmetros de execução, consulte Criar um modelo de execução.

Novo console

Para criar uma versão de modelo de execução usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione um modelo de execução e escolha Actions (Ações), Modify template (Create new version) (Modificar modelo (Criar versão)).

  4. Em Template version description (Descrição da versão do modelo), insira uma descrição para a versão do modelo de execução.

  5. (Opcional) Expanda o Source template (Modelo de origem) e selecione uma versão do modelo de execução a ser usado como base para a nova versão do modelo de execução. A nova versão de modelo de execução herdará os parâmetros de execução desta versão do modelo de execução.

  6. Modifique os parâmetros de execução conforme necessário e escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

Console antigo

Para criar uma versão de modelo de execução usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

  4. Em What would you like to do (O que deseja de fazer), escolha Create a new template version (Criar uma nova versão do modelo)

  5. Em Launch template name (Nome do modelo de execução), selecione o nome do modelo de execução atual na lista.

  6. Em Template version description (Descrição da versão do modelo), insira uma descrição para a versão do modelo de execução.

  7. (Opcional) Selecione uma versão do modelo de execução ou uma versão de um modelo de execução diferente para usar como uma base para a nova versão de modelo de execução. A nova versão de modelo de execução herdará os parâmetros de execução desta versão do modelo de execução.

  8. Modifique os parâmetros de execução conforme necessário e escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

AWS CLI

Como criar uma versão de modelo de execução usando a AWS CLI

  • Use o comando create-launch-template-version. Você pode especificar uma versão de origem na qual a nova versão será baseada. A nova versão herdará os parâmetros de execução desta versão, e você poderá substituí-los usando --launch-template-data. O exemplo a seguir cria uma nova versão com base na versão 1 do modelo de execução e especifica um ID de AMI diferente.

    aws ec2 create-launch-template-version \ --launch-template-id lt-0abcd290751193123 \ --version-description WebVersion2 \ --source-version 1 \ --launch-template-data "ImageId=ami-c998b6b2"

Definir a versão de modelo de execução padrão

Você pode definir a versão padrão do modelo de execução. Quando você executa uma instância a partir de um modelo de execução e não especifica uma versão, a instância é executada por meio dos parâmetros da versão padrão.

Novo console

Para definir a versão de modelo de execução padrão usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione o modelo de execução e escolha Actions (Ações), Set default version (Definir versão padrão).

  4. Em Template version (Versão do modelo), selecione o número da versão a ser definida como versão padrão e escolha Set as default version (Definir como versão padrão).

Console antigo

Para definir a versão de modelo de execução padrão usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione o modelo de execução e escolha Actions (Ações), Set default version (Definir versão padrão).

  4. Em Default version (Versão padrão), selecione o número de versão e escolha Set as default version (Definir como versão padrão).

AWS CLI

Como definir a versão de modelo de execução padrão usando a AWS CLI

  • Use o comando modify-launch-template e especifique a versão que deseja definir como padrão.

    aws ec2 modify-launch-template \ --launch-template-id lt-0abcd290751193123 \ --default-version 2

Descrição de uma versão de modelo de execução

Usando o console, você pode exibir todas as versões do modelo de execução selecionado ou obter uma lista dos modelos de execução cuja versão mais recente ou padrão corresponde a um número de versão específico. Usando o AWS CLI, você pode descrever todas as versões, versões individuais ou um intervalo de versões de um modelo de execução especificado. Você também pode descrever todas as versões mais recentes ou todas as versões padrão de todos os modelos de execução da sua conta.

Novo console

Como descrever uma versão de modelo de execução usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Você pode exibir uma versão de um modelo de lançamento específico ou obter uma lista dos modelos de execução cuja versão mais recente ou padrão corresponde a um número de versão específico.

    • Para exibir uma versão de um modelo de execução: selecione o modelo de execução. Na guia Versões em Versão, selecione uma versão para exibir seus detalhes.

    • Para obter uma lista de todos os modelos de execução cuja versão mais recente corresponde a um número de versão específico: na barra de pesquisa, escolha Versão mais recente e selecione um número de versão.

    • Para obter uma lista de todos os modelos de execução cuja versão padrão corresponde a um número de versão específico: na barra de pesquisa, escolha Versão padrão e selecione um número de versão.

AWS CLI

Como descrever uma versão de modelo de execução usando a AWS CLI

  • Use o comando delete-launch-template-versions e especifique os números de versão. No exemplo a seguir, as versões 1 e 3 são especificadas.

    aws ec2 describe-launch-template-versions \ --launch-template-id lt-0abcd290751193123 \ --versions 1 3

Como descrever todas as versões mais recentes e padrão do modelo de execução na sua conta usando a AWS CLI

  • Use o comando describe-launch-template-versions e especifique $Latest, $Default, ou ambos. Você deve omitir o ID e o nome do modelo de execução na chamada. Não é possível especificar números de versão.

    aws ec2 describe-launch-template-versions \ --versions "$Latest,$Default"

Exclusão de uma versão de modelo de execução

Caso não precise mais de uma versão de modelo de execução, exclua-a. Não será possível substituir o número de versão após excluí-lo. Você não pode excluir a versão padrão do modelo de execução; você deve primeiro atribuir outra versão como padrão.

Novo console

Para excluir uma versão de modelo de execução usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione o modelo de execução e escolha Actions (Ações), Delete template version (Excluir versão de modelo).

  4. Selecione a versão a ser excluída e escolha Delete (Excluir).

Console antigo

Para excluir uma versão de modelo de execução usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione o modelo de execução e escolha Actions (Ações), Delete template version (Excluir versão de modelo).

  4. Selecione a versão a ser excluída e escolha Delete launch template version (Excluir versão do modelo de execução).

AWS CLI

Como excluir uma versão de modelo de execução usando a AWS CLI

  • Use o comando delete-launch-template-versions e especifique os números de versão a serem excluídos.

    aws ec2 delete-launch-template-versions \ --launch-template-id lt-0abcd290751193123 \ --versions 1

Executar uma instância a partir de um modelo de execução

Você pode usar os parâmetros contidos em um modelo de execução para executar uma instância. É possível substituir ou adicionar parâmetros de execução antes de executar a instância.

As instâncias executadas por meio de um modelo de execução recebem automaticamente duas tags com as chaves aws:ec2launchtemplate:id e aws:ec2launchtemplate:version. Não é possível remover ou editar essas tags.

Novo console

Para executar uma instância a partir de um modelo de execução usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione o modelo de execução e escolha Actions (Ações), Launch instance from template (Executar instância do modelo).

  4. Em Source template version (Versão do modelo de origem), selecione a versão do modelo de execução a ser usado.

  5. Em Number of instances (Número de instâncias), especifique o número de instâncias a serem executadas.

  6. (Opcional) Você pode substituir ou adicionar parâmetros de modelo de execução alterando e adicionando parâmetros na seção Instance details (Detalhes da instância).

  7. Escolha Launch instance from template (Executar instância do modelo).

Console antigo

Para executar uma instância a partir de um modelo de execução usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione o modelo de execução e escolha Actions (Ações), Launch instance from template (Executar instância do modelo).

  4. Selecione a versão de modelo de execução a ser usada.

  5. (Opcional) Você pode substituir ou adicionar parâmetros de modelo de execução alterando e adicionando parâmetros na seção Instance details (Detalhes da instância).

  6. Escolha Launch instance from template (Executar instância do modelo).

AWS CLI

Como executar uma instância a partir de um modelo de execução usando a AWS CLI

  • Use o comando run-instances e especifique o parâmetro --launch-template. Se desejar, especifique a versão de modelo de execução a ser usada. Se você não especificar a versão, a versão padrão será usada.

    aws ec2 run-instances \ --launch-template LaunchTemplateId=lt-0abcd290751193123,Version=1
  • Para substituir um parâmetro de modelo de execução, especifique o parâmetro no comando run-instances. O exemplo a seguir substitui o tipo de instância especificado no modelo de execução (se houver algum).

    aws ec2 run-instances \ --launch-template LaunchTemplateId=lt-0abcd290751193123 \ --instance-type t2.small
  • Se você especificar um parâmetro aninhado que faça parte de uma estrutura complexa, a instância será executada por meio da estrutura complexa conforme especificado no modelo de execução, além de quaisquer parâmetros aninhados adicionais que você especificar.

    No exemplo a seguir, a instância é executada com a tag Owner=TeamA, bem como com quaisquer outras tags especificadas no modelo de execução. Se o modelo de execução tiver uma tag com uma chave Owner, o valor será substituído por TeamA.

    aws ec2 run-instances \ --launch-template LaunchTemplateId=lt-0abcd290751193123 \ --tag-specifications "ResourceType=instance,Tags=[{Key=Owner,Value=TeamA}]"

    No exemplo a seguir, a instância é executada com um volume com o nome de dispositivo /dev/xvdb, bem como com quaisquer outros mapeamentos de dispositivos de blocos especificados no modelo de execução. Se o modelo de execução tiver um volume existente definido para /dev/xvdb, seus valores serão substituídos pelos valores especificados.

    aws ec2 run-instances \ --launch-template LaunchTemplateId=lt-0abcd290751193123 \ --block-device-mappings "DeviceName=/dev/xvdb,Ebs={VolumeSize=20,VolumeType=gp2}"

Se a instância não executar ou o estado passar imediatamente para terminated, em vez de running, consulte Solução de problemas de execução de instâncias.

Uso de modelos de execução com o Amazon EC2 Auto Scaling

Você pode criar um grupo do Auto Scaling e especificar um modelo de execução a ser usado no grupo. Quando o Amazon EC2 Auto Scaling executar instâncias no grupo do Auto Scaling, ele usará os parâmetros de execução definidos no modelo de execução associado. Para obter mais informações, consulte Criação de um grupo do Auto Scaling usando um modelo de execução no Guia do usuário do Amazon EC2 Auto Scaling.

Antes de criar um grupo do Auto Scaling usando um modelo de execução, você deverá criar um modelo de execução que inclua os parâmetros necessários para executar uma instância em um grupo do Auto Scaling, como o ID da AMI. O novo console fornece orientações para ajudá-lo a criar um modelo que possa ser usado com o Auto Scaling.

Como criar um modelo de execução para uso com o Auto Scaling usando o console

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, escolha Launch Templates (Modelos de execução) e Create launch template (Criar modelo de execução).

  3. Em Device template name (Nome do modelo de dispositivo), insira um nome descritivo para o modelo.

  4. Em Template version description (Descrição da versão do modelo), forneça uma descrição breve da versão do modelo de execução.

  5. EmAuto Scaling guidance (Orientação do Auto Scaling), marque a caixa de seleção para que o Amazon EC2 forneça orientações para ajudá-lo a criar um modelo para uso com o Auto Scaling.

  6. Modifique os parâmetros de execução conforme necessário. Como você selecionou a orientação do Auto Scaling, alguns campos são obrigatórios e alguns ficam indisponíveis. Para considerações sobre a criação de um modelo de execução e para obter informações sobre como configurar os parâmetros de execução do Auto Scaling, consulte Criar um modelo de execução para um grupo de Auto Scaling no Guia do usuário do Amazon EC2 Auto Scaling.

  7. Escolha Create launch template (Criar modelo de execução).

  8. (Opcional) Para criar um grupo do Auto Scaling usando esse modelo de execução, na página Next steps (Próximas etapas), escolha Create Auto Scaling group (Criar grupo do Auto Scaling).

Como criar ou atualizar um grupo do Amazon EC2 Auto Scaling com um modelo de execução usando a AWS CLI

Uso de modelos de execução com o Frota do EC2

Você pode criar uma solicitação de um Frota do EC2 e especificar um modelo de execução na configuração da instância. Quando o Amazon EC2 atender à solicitação do Frota do EC2, ele usará os parâmetros de execução definidos no modelo de execução associado. Você pode substituir alguns parâmetros especificados no modelo de execução.

Para obter mais informações, consulte Como criar um Frota do EC2.

Como criar um Frota do EC2 com um modelo de execução usando a AWS CLI

  • Use o comando create-fleet. Use o parâmetro --launch-template-configs para especificar o modelo de execução e quaisquer substituições para o modelo de execução.

Uso de modelos de execução com o Frota spot

Você pode criar uma solicitação de um Frota spot e especificar um modelo de execução na configuração da instância. Quando o Amazon EC2 atender à solicitação do Frota spot, ele usará os parâmetros de execução definidos no modelo de execução associado. Você pode substituir alguns parâmetros especificados no modelo de execução.

Para obter mais informações, consulte solicitações Frota spot.

Como criar uma solicitação de Frota spot com um modelo de execução usando a AWS CLI

  • Use o comando request-spot-fleet. Use o parâmetro LaunchTemplateConfigs para especificar o modelo de execução e quaisquer substituições para o modelo de execução.

Exclusão de um modelo de execução

Caso não precise mais de um modelo de execução, exclua-o. A exclusão de um modelo de execução excluirá todas as suas versões.

Novo console

Para excluir um modelo de execução (console)

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione o modelo de execução e escolha Actions (Ações), Delete template (Excluir modelo).

  4. Digite Delete para confirmar a exclusão e escolha Delete (Excluir).

Console antigo

Para excluir um modelo de execução (console)

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. No painel de navegação, selecione Launch Templates (Modelos de execução).

  3. Selecione o modelo de execução e escolha Actions (Ações), Delete template (Excluir modelo).

  4. Escolha Delete launch template (Excluir modelo de execução).

AWS CLI

Para excluir um modelo de execução (AWS CLI)

  • Use o comando delete-launch-template (AWS CLI) e especifique o modelo de execução.

    aws ec2 delete-launch-template --launch-template-id lt-01238c059e3466abc