Conceitos básicos do plugin do AWS for WordPress - Amazon CloudFront

Conceitos básicos do plugin do AWS for WordPress

Com o plugin do AWS for WordPress, é possível configurar vários serviços da AWS, incluindo o Amazon CloudFront. Com o CloudFront, você pode fornecer aos visitantes do seu site do WordPress uma experiência de visualização acelerada com conteúdo armazenado em cache em pontos de presença no mundo todo. Quando os visitantes chegam ao seu site, o CloudFront os direciona para o ponto de presença que fornece a menor latência para uma experiência mais rápida e confiável.

o plugin do AWS for WordPress cria uma distribuição do CloudFront otimizada para sites do WordPress, usando vários comportamentos de cache para lidar com os diferentes tipos de conteúdo em seu site. Os recursos do CloudFront do plugin funcionam com sites hospedados no WordPress.com e com sites do WordPress auto-hospedados no Amazon Lightsail, no Amazon EC2 ou em outra plataforma de hospedagem na Web.

Você também pode usar o plugin para configurar outros produtos da AWS, como o Amazon Polly e o Amazon Translate, e configurar o CloudFront para acelerar o conteúdo gerado por esses produtos. Para obter mais informações sobre como usar o plugin para configurar o Amazon Polly, consulte Plugins do WordPress para o Amazon Polly no Guia do desenvolvedor do Amazon Polly. Para obter mais informações sobre como usar o CloudFront para acelerar o conteúdo gerado pelo Amazon Polly, consulte (Opcional) Criar uma distribuição do CloudFront para conteúdo do Amazon Polly.

Prerequisites

Para usar o plugin do AWS for WordPress, você precisa de uma conta da AWS, um usuário do AWS Identity and Access Management (IAM) e um site WordPress.

Criar uma conta do AWS

Se já tiver uma conta da AWS, ignore essa seção. Caso contrário, crie uma.

Para criar uma conta da AWS

  1. Abra https://portal.aws.amazon.com/billing/signup.

  2. Siga as instruções online.

    Parte do procedimento de cadastro envolve uma chamada telefônica e a digitação de um código de verificação usando o teclado do telefone.

Criar um usuário do IAM

Para usar o plugin do AWS for WordPress, crie um usuário do IAM para o plugin. Um usuário do IAM é uma pessoa ou aplicação em uma conta da AWS que tem permissão para fazer chamadas de API para produtos da AWS.

nota

Se você não usar o WordPress.com, mas tiver um site do WordPress auto-hospedado no Amazon EC2, poderá usar uma função do IAM em vez de um usuário do IAM. Para obter mais informações, consulte Funções do IAM para o Amazon EC2 no Guia do usuário do Amazon EC2.

O procedimento a seguir inclui as etapas para anexar uma política do IAM ao usuário do IAM. Uma política do IAM é um documento que define as permissões que se aplicam a um usuário.

Para criar um usuário do IAM

  1. Faça login no AWS Management Console e abra o console do IAM em https://console.aws.amazon.com/iam/.

  2. No painel de navegação, escolha Usuários. Selecione Add user (Adicionar usuário).

  3. Na página Set user details (Definir detalhes do usuário), faça o seguinte:

    1. Em User name (Nome do usuário), digite AWSForWordPressPlugin.

    2. Em Access type (Tipo de acesso), escolha Programmatic access (Acesso programático).

    3. Escolha Próximo: Permissões.

  4. Na página Set permissions (Definir permissões), faça o seguinte:

    1. Selecione Attach existing policies directly.

    2. Na caixa de pesquisa, insira WordPress e marque a caixa de seleção ao lado de AWSForWordPressPluginPolicy.

      nota

      A AWSForWordPressPluginPolicy é uma política gerenciada da AWS que concede ao usuário permissão para usar todos os recursos incluídos no plugin AWS for WordPress. Quando novos recursos forem adicionados ao plugin, a AWS atualizará esta política para incluir as permissões necessárias para usar os novos recursos.

    3. Escolha Next: Tags (Próximo: tags).

  5. Selecione Next: Review.

  6. Escolha Criar usuário.

  7. Escolha Download .csv (Fazer download de .csv) para salvar as credenciais do usuário (ID de chave de acesso e chave de acesso secreta) no computador. Você precisa dessas informações para configurar o plugin do AWS for WordPress.

    Importante

    Esta é a única vez que você poderá salvar a chave de acesso secreta do usuário; portanto, salve-a agora.

Proteger as credenciais do usuário do IAM

O usuário do IAM criado na seção anterior pode fazer o seguinte na sua conta da AWS:

  • Criar, modificar, marcar, listar e excluir distribuições do CloudFront com a tag "createdBy" : "AWSForWordPressPlugin", e criar e listar invalidações nessas distribuições.

  • Solicitar, marcar, listar e excluir certificados do AWS Certificate Manager na região Leste dos EUA (Norte da Virgínia).

  • Criar pilhas do AWS CloudFormation na região Leste dos EUA (Norte da Virgínia) e modificar, listar e excluir pilhas com a tag "createdBy" : "AWSForWordPressPlugin".

  • Usar o Amazon Polly para converter texto em fala e listar as vozes do Amazon Polly disponíveis.

  • Usar o Amazon Translate para traduzir texto de um idioma para outro.

  • Determinar se existe um bucket do Amazon S3 específico.

  • Crie buckets do Amazon S3 cujos nomes comecem com audio_for_wordpress ou audio-for-wordpresscrie, exclua e liste objetos nesses buckets.

Importante

Para impedir que usuários não autorizados obtenham essas permissões, proteja as credenciais do usuário do IAM. Trate a chave de acesso secreta como uma senha; guarde-a em um local seguro e não a compartilhe com ninguém. Assim como com uma senha, alterne a chave de acesso periodicamente. Se a chave de acesso secreta vazar acidentalmente, exclua-a imediatamente. Depois disso você pode criar uma nova chave de acesso para usar com o plugin do AWS for WordPress.

Criar um site do WordPress

Se você já tiver um site do WordPress, poderá avançar para Etapa 1: Instalar o plugin.

Se você não tem um site WordPress, você pode criar um usando WordPress.com. Para usar o plugin do AWS for WordPress, você precisa de um plano de negócios ou de comércio eletrônico do WordPress.com.

Você também pode instalar o software WordPress em seu próprio servidor Web, usando o Amazon Lightsail, o Amazon EC2 ou outra plataforma de hospedagem na Web. Hospedar seu próprio site WordPress envolve mais etapas do que usar o WordPress.com e requer a capacidade de configurar e gerenciar um servidor web, um load balancer, registros DNS e certificados de servidor web.

Independentemente de como você configurar seu site WordPress, você precisará do seguinte para poder usar o plugin do AWS for WordPress:

  • Seu site deve ter seu próprio nome de domínio. Um nome de domínio, também conhecido como endereço web ou URL (localizador uniforme de recursos), é o endereço que os visitantes usam para acessar seu site. Por exemplo, o nome de domínio da Amazon é amazon.com. Neste tópico, usamos example.com como nome de domínio de exemplo genérico, mas você precisa de um nome de domínio personalizado para seu site.

  • Seu site deve funcionar usando HTTPS. Esta é uma prática recomendada de segurança e o plugin presume que seu site funciona usando HTTPS. Para verificar, acesse o endereço do seu site usando HTTPS (por exemplo, https://example.com) e verifique se seu site é exibido corretamente.

Para obter um tutorial passo a passo que explica como criar um site do WordPress na AWS usando o Amazon Lightsail, consulte Como acelerar o WordPress com o CloudFront usando a AWS para o plugin do WordPress no blog de Rede e entrega de conteúdo da AWS.

Quando seu site tiver um nome de domínio e trabalhar usando HTTPS, vá para a seção a seguir.

Etapa 1: Instalar o plugin

Antes de instalar o plugin, certifique-se de completar os pré-requisitos.

Para instalar o plugin

  1. Faça login no painel de administração do seu site WordPress, também conhecido como WP Admin.

  2. Escolha Plugins.

    • Se você já tiver o Amazon AI (o nome anterior do plugin) ou o plugin AWS for WordPress:

      1. Marque a caixa de seleção ao lado de Amazon AI ou AWS for WordPress.

      2. No menu Bulk Action (Ação em massa), escolha Update (Atualizar) e, depois, Apply (Aplicar).

    • Se você não tiver o plugin Amazon AI ou o AWS for WordPress:

      1. Selecione Add New (Adicionar novo).

      2. Na caixa de pesquisa, insira AWS for WordPress.

      3. Encontre o plugin AWS for WordPress. Escolha Install Now (Instalar agora) e selecione Activate (Ativar).

Depois de ativar o plugin, vá para a seção a seguir para configurá-lo e usá-lo.

Etapa 2: Configurar e usar o CloudFront com o plugin

Quando você usa o CloudFront com o plugin AWS for WordPress para aceleração do site, o plugin usa um subdomínio, também conhecido como nome de domínio alternativo ou CNAME, para enviar o tráfego do seu site por meio do CloudFront. Isso pode reduzir a latência e melhorar a experiência de visualização carregando recursos mais rapidamente.

Sem a aceleração de site do plugin, todo o tráfego dos visitantes de seu site vai para o servidor que hospeda seu site WordPress. Depois de concluir as etapas no procedimento a seguir, você poderá ativar a aceleração de site do plugin, que oferece aos visitantes duas opções para visitar seu site:

  • Quando os visualizadores usam o nome de domínio do seu site, como example.com, todo o tráfego passa pelo CloudFront, exceto a página de índice do site e alguns arquivos de imagem pequenos.

  • Quando os visualizadores usam o nome de domínio alternativo do site, como www.example.com, todo o tráfego passa pelo CloudFront.

Usando qualquer um dos domínios, os visitantes de seu site obtêm menor latência e uma experiência de visualização mais rápida e confiável. Recomendamos que os visitantes usem o nome de domínio alternativo do seu site. Os diagramas a seguir mostram o tráfego dos seus visitantes com e sem a aceleração de site do plugin.


					Diagrama do tráfego de visitantes de um site indo para o host do site WordPress.

Sem a aceleração de site do plugin


					Diagrama de tráfego de visualizadores de um site acessando pontos de presença do CloudFront.

Com a aceleração de site do plugin

Como configurar e usar o CloudFront com o plugin (habilitar a aceleração do site)

  1. Faça login no painel de administração do seu site WordPress, também conhecido como WP Admin.

  2. Na barra de navegação à esquerda, selecione AWS.

  3. Cole ou insira o ID de chave de acesso e a chave de acesso secreta que você salvou anteriormente e selecione Save Changes (Salvar alterações).

    nota

    Se você hospedar o WordPress no Amazon EC2, poderá ignorar esta etapa e usar uma função do IAM em vez de um usuário do IAM. Nesse caso, deixe esses dois campos em branco. Para obter mais informações sobre as funções do IAM, consulte Funções do IAM para o Amazon EC2 no Guia do usuário do Amazon EC2.

    nota

    Independentemente do que você selecionar para AWS Region (Região da AWS), o recurso CloudFront do plugin criará todos os recursos na região Leste dos EUA (Norte da Virgínia).

  4. No painel de navegação, escolha CloudFront.

  5. Na página CloudFront Setup (Configuração do CloudFront) faça o seguinte:

    1. Se necessário, para Origin Domain Name (Nome de domínio de origem), insira o nome de domínio do seu site, por exemplo, example.com.

    2. Em CloudFront Alternate Domain Name (Nome de domínio alternativo do CloudFront), insira um subdomínio que os visitantes usarão para a experiência acelerada do seu site. Recomendamos usar www na frente do nome de domínio do seu site, por exemplo, www.example.com.

    3. Escolha Initiate Setup (Iniciar configuração).

  6. O CloudFront usa o AWS Certificate Manager para criar um certificado para seu nome de domínio alternativo e você deve validar o certificado em até 72 horas após a solicitação. Faça isso adicionando o registro DNS que o plugin mostra na página de configuração. O processo para adicionar esse registro de validação varia dependendo do provedor de serviços DNS. Se você utiliza os serviços de hospedagem do WordPress.com, consulte a respectiva documentação para obter informações sobre como atualizar registos DNS com uma entrada personalizada. Se você usar o Amazon Route 53 para DNS, consulte Criar registros usando o console do Amazon Route 53 no Guia do desenvolvedor do Amazon Route 53.

    Depois de adicionar o registro DNS, retorne à página de configuração e escolha Check status of SSL certificate (Verificar status do certificado SSL).

    Quando você concluir esta etapa, o CloudFront configurará uma distribuição otimizada para WordPress. Esse processo pode levar algum tempo para ser implantado globalmente. A página de configuração é atualizada automaticamente a cada dez segundos para mantê-lo atualizado enquanto a implantação está em andamento.

  7. Após a conclusão da implantação, crie um registro DNS para apontar seu nome de domínio alternativo (por exemplo, www.example.com) para sua nova distribuição do CloudFront. Faça isso adicionando o registro DNS que o plugin mostra na página de configuração. O processo para adicionar esse registro de validação varia dependendo do provedor de serviços DNS. Se você utiliza os serviços de hospedagem do WordPress.com, consulte a respectiva documentação para obter informações sobre como atualizar registos DNS com uma entrada personalizada. Se você usar o Amazon Route 53 para DNS, consulte Criar registros usando o console do Amazon Route 53 no Guia do desenvolvedor do Amazon Route 53.

    Depois de adicionar o registro DNS, retorne à página de configuração e escolha Check status of CloudFront DNS record (Verificar o status do registro DNS do CloudFront).

  8. Escolha Activate Site Acceleration (Ativar aceleração do site) e Save Changes (Salvar alterações).

Quando você ativa a aceleração do site, o plugin do AWS for WordPress configura seu site para fornecer os recursos do site, por exemplo, arquivos CSS e JavaScript e imagens, de sua distribuição do CloudFront. Você pode verificar se o plugin acelera seu site para os visitantes visualizando o site a partir de uma janela de navegação privada ou usando um navegador diferente fora do modo de administração do WordPress. Certifique-se de navegar até o site usando o nome de domínio alternativo, como www.example.com.

(Opcional) Desativar a aceleração do site

Você pode desativar a aceleração do site para fornecer todos os recursos do site no host do servidor Web, ignorando a distribuição do CloudFront. Isso deixa sua distribuição intacta e disponível para uso quando você optar por reativar a aceleração de site do plugin.

Atenção

Antes de desativar a aceleração do site, edite o registro DNS para seu nome de domínio alternativo (como www.example.com) para que ele aponte para o domínio do seu site (como example.com). Se você não fizer isso primeiro, você poderá ter tempo de inatividade ou problemas com seu site. Depois de editar o registo DNS, aguarde mais tempo do que o valor de vida útil (TTL) do registo antes de desativar a aceleração do site.

Caso utilize os serviços de hospedagem do WordPress.com, consulte a respectiva documentação para obter informações sobre como editar registos DNS. Se você usar o Amazon Route 53 para DNS, consulte Editar registros no Guia do desenvolvedor do Amazon Route 53.

Para desativar a aceleração do site

  1. Inicie a sessão no seu site WordPress e escolha WP Admin.

  2. No painel de navegação, selecione AWS.

  3. No painel de navegação, escolha CloudFront.

  4. Desmarque a caixa de seleção Activate Site Acceleration (Ativar aceleração do site) e escolha Save Changes (Salvar alterações).

A desativação da aceleração do site é reversível. Para reativá-lo, marque a caixa de seleção Activate Site Acceleration (Ativar aceleração do site) e escolha Save Changes (Salvar alterações).

(Opcional) Remover a aceleração do site e excluir a distribuição do CloudFront

Você pode usar o plugin AWS for WordPress para excluir a distribuição do CloudFront. Isto não é reversível. Para usar o plugin AWS for WordPress para aceleração do site novamente, reconfigure o plugin, o que cria uma nova distribuição do CloudFront.

Atenção

Antes de excluir a distribuição do CloudFront, edite o registro DNS para o nome de domínio alternativo (como www.example.com) para que ele aponte para o domínio do seu site (como example.com). Se você não fizer isso primeiro, você poderá ter tempo de inatividade ou problemas com seu site. Depois de editar o registro DNS, aguarde mais do que o valor de vida útil (TTL) do registro antes de excluir a distribuição do CloudFront.

Caso utilize os serviços de hospedagem do WordPress.com, consulte a respectiva documentação para obter informações sobre como editar registos DNS. Se você usar o Amazon Route 53 para DNS, consulte Editar registros no Guia do desenvolvedor do Amazon Route 53.

Como remover a aceleração do site e excluir a distribuição do CloudFront

  1. Inicie a sessão no seu site WordPress e escolha WP Admin.

  2. No painel de navegação, selecione AWS.

  3. No painel de navegação, escolha CloudFront.

  4. Escolha Remove Site Acceleration (Remover aceleração do site) e selecione OK.

Quando você concluir essas etapas, o plugin do AWS for WordPress excluirá sua distribuição do CloudFront. Pode demorar vários minutos para que isso seja concluído. Depois que o processo for concluído, você poderá, como opção, abrir o AWS Management Console para verificar se os recursos do CloudFront, AWS Certificate Manager e AWS CloudFormation criados pelo plugin foram excluídos.

(Opcional) Desativar e remover o plugin

Você pode desativar o plugin do AWS for WordPress para parar de usar todos os seus recursos para o CloudFront e outros serviços da AWS. Você também pode excluir o plugin para removê-lo do seu site WordPress completamente.

Atenção

Antes de desativar e excluir o plugin, edite o registro DNS para seu nome de domínio alternativo (como www.example.com) para que ele aponte para o domínio do seu site (como example.com). Se você não fizer isso primeiro, você poderá ter tempo de inatividade ou problemas com seu site. Depois de editar o registo DNS, aguarde mais tempo do que o valor de vida útil (TTL) do registo antes de desativar e eliminar o plugin.

Caso utilize os serviços de hospedagem do WordPress.com, consulte a respectiva documentação para obter informações sobre como editar registos DNS. Se você usar o Amazon Route 53 para DNS, consulte Editar registros no Guia do desenvolvedor do Amazon Route 53.

nota

Se você desativar e excluir o plugin sem primeiro remover a aceleração do site, o plugin não excluirá os recursos do CloudFront, AWS Certificate Manager e AWS CloudFormation que criou. Esses recursos permanecem em sua conta da AWS e você será cobrado por qualquer uso que exceda o Nível gratuito da AWS. Para excluir esses recursos antes de excluir o plugin, consulte (Opcional) Remover a aceleração do site e excluir a distribuição do CloudFront.

Para desativar o plugin do AWS for WordPress

  1. Inicie a sessão no seu site WordPress e escolha WP Admin.

  2. Escolha Plugins.

  3. Localize o plugin do AWS for WordPress e escolha Deactivate (Desativar).

    A desativação do plugin é reversível. Para reativá-lo, escolha Activate (Ativar).

  4. Para remover completamente o plugin do AWS for WordPress, escolha Delete (Excluir).

(Opcional) Criar uma distribuição do CloudFront para conteúdo do Amazon Polly

Se você usar o plugin do AWS for WordPress com o Amazon Polly, poderá criar uma distribuição do CloudFront para acelerar o conteúdo de áudio gerado pelo Amazon Polly. Para obter mais informações sobre como usar o plugin com o Amazon Polly, consulte Plugins do WordPress para o Amazon Polly no Guia do desenvolvedor do Amazon Polly.

Como criar uma distribuição do CloudFront para áudio do Amazon Polly

  1. Faça login no painel de administração do seu site WordPress, também conhecido como WP Admin.

  2. Na barra de navegação à esquerda, selecione AWS.

  3. Na seção Cloud Storage (Armazenamento em nuvem), anote o nome do bucket do S3. Ele vai começar com audio-for-wordpress ou audio_for_wordpress. Você precisa desse nome de bucket para concluir as etapas a seguir.

  4. Faça login no AWS Management Console e abra o console do CloudFront em https://console.aws.amazon.com/cloudfront/v3/home.

  5. Escolha Criar distribuição.

  6. Escolha Get Started (Começar) para uma distribuição na Web.

  7. Em Origin Domain Name (Nome de domínio de origem), escolha o bucket do Amazon S3 cujo nome você anotou em uma etapa anterior.

  8. Role até o final da página e selecione Create Distribution (Criar distribuição).

  9. Escolha a distribuição que você criou na etapa anterior e anote o Domain Name (Nome de domínio) da distribuição. Você precisa desse nome de domínio para concluir as etapas a seguir.

  10. Faça login no painel de administração do seu site WordPress, também conhecido como WP Admin.

  11. Na barra de navegação à esquerda, selecione AWS.

  12. Para Amazon CloudFront (CDN) domain name (Nome do domínio do Amazon CloudFront (CDN)), insira o nome de domínio que você anotou em uma etapa anterior.

  13. Escolha Save Changes (Salvar alterações).

Troubleshooting

Se encontrar problemas com o plugin do AWS for WordPress, os tópicos a seguir poderão ajudá-lo a resolvê-los. Para relatar bugs ou obter ajuda com outros problemas não abrangidos por esses tópicos, abra um problema no GitHub.

Não é possível conectar-se à AWS

O plugin pode exibir o seguinte erro: Não foi possível conectar-se à AWS. Verifique suas credenciais e verifique se sua conta da AWS está ativa. Se você vir esse erro, tente o seguinte:

  • Certifique-se de ter digitado sua chave de acesso da AWS e a chave secreta da AWS na página de Configuração geral do plugin. Para obter mais informações, consulte Etapa 2: Configurar e usar o CloudFront com o plugin.

  • Certifique-se de que o usuário do IAM que você criou para o plugin tenha as permissões corretas. Para obter mais informações, consulte Criar um usuário do IAM.

O usuário não está autorizado

o plugin pode exibir as seguintes mensagens de erro:

  • Error in Setup

  • AccessDenied

  • User: <user ARN> is not authorized to perform <action>

Se você vir um desses erros, certifique-se de que o usuário do IAM que você criou para o plugin tenha as permissões corretas. Para obter mais informações, consulte Criar um usuário do IAM.

A página de configurações do CloudFront está em branco

Ao navegar para a página de configurações do CloudFront do plugin, a página pode estar em branco. Isso significa que você não inseriu sua chave de acesso da AWS e a chave secreta da AWS na página de Configuração geral do plugin. Para obter mais informações, consulte Etapa 2: Configurar e usar o CloudFront com o plugin.

Erro DescribeCertificate

o plugin pode exibir as seguintes mensagens de erro:

  • Error in Setup

  • Found 1 error while validating the input provided for the DescribeCertificate operation: [CertificateArn] expected string length to be >= 20, but found string length of 0

Se você vir um desses erros, escolha Restart Setup (Reiniciar configuração) e certifique-se de inserir um nome de domínio, não um endereço IP, em Origin Domain Name (Nome de domínio de origem) e CloudFront Alternate Domain Name (Nome de domínio alternativo do CloudFront). Para obter mais informações, consulte Etapa 2: Configurar e usar o CloudFront com o plugin.

AWS CloudFormationErro do

o plugin pode exibir as seguintes mensagens de erro:

  • Caught exception in method AmazonAI_Cloudformation

  • Stack is in an unexpected state. CloudFront Distribution state is: <distribution state> and Stack state is: stack state

Se você vir um desses erros, escolha Restart Setup (Reiniciar configuração) para tentar novamente. Se você se sentir confortável em diagnosticar erros usando o console do AWS CloudFormation, poderá abrir o console para ver o que deu errado.

A implantação da distribuição do CloudFront parece estar travada

Ao configurar a aceleração do site, o plugin pode mostrar a etapa de CloudFront Distribution Deployment (Implantação de distribuição do CloudFront) por um longo período, podendo parecer que o plugin está preso nesta etapa. Pode demorar vários minutos para que essa etapa seja concluída. o plugin é atualizado a cada dez segundos durante esta etapa e exibe uma mensagem como esta: Last updated at <date and time of last update>. Procure esta mensagem para ver quando o plugin atualizou a página pela última vez. Se foi no último minuto, recomendamos que você continue aguardando a conclusão desta etapa. Se o plugin não tiver atualizado há algum tempo, você pode tentar recarregar a página.

O domínio alternativo não está funcionando

Se tiver concluído a configuração do CloudFront com o plugin, mas seu nome de domínio alternativo (por exemplo, www.example.com) não estiver funcionando, verifique se você adicionou um registro CNAME aos registros DNS. Se você utiliza os serviços de hospedagem do WordPress.com, consulte a respectiva documentação para obter informações sobre como atualizar registos DNS com uma entrada personalizada. Se você usar o Amazon Route 53 para DNS, consulte Criar registros usando o console do Amazon Route 53 no Guia do desenvolvedor do Amazon Route 53.

Se você usou o plugin para excluir a distribuição do CloudFront, e seu nome de domínio alternativo (por exemplo, www.example.com) não estiver funcionando, verifique se você atualizou seus registros DNS para apontar novamente o nome de domínio alternativo para o domínio apex do site (por exemplo, example.com) e se você esperou mais tempo do que o valor da vida útil (TTL) do registro DNS. Se você utiliza os serviços de hospedagem do WordPress.com, consulte a respectiva documentação para obter informações sobre como atualizar registos DNS com uma entrada personalizada. Se você usar o Amazon Route 53 para DNS, consulte Criar registros usando o console do Amazon Route 53 no Guia do desenvolvedor do Amazon Route 53.

Não é possível encontrar recursos da AWS

O recurso do CloudFront do plugin cria recursos em vários serviços da AWS, incluindo o CloudFront, AWS Certificate Manager e AWS CloudFormation. Se você estiver procurando esses recursos no AWS Management Console ou listando-os usando uma API, use a região Leste dos EUA (Norte da Virgínia) (us-east-1).