Versões da plataforma Windows do Fargate para o Amazon ECS - Amazon Elastic Container Service

Versões da plataforma Windows do Fargate para o Amazon ECS

As versões da plataforma do AWS Fargate são usadas para fazer referência a um ambiente de runtime para a infraestrutura de tarefas do Fargate. Trata-se de uma combinação da versão do kernel e do runtime do contêiner. Você seleciona uma versão da plataforma ao executar uma tarefa ou ao criar um serviço para manter várias tarefas idênticas.

Novas revisões de versões da plataforma são lançadas conforme o ambiente do runtime evolui, por exemplo, em caso de atualizações no kernel ou no sistema operacional, novos recursos, correções de erros ou atualizações de segurança. Uma versão da plataforma Fargate é atualizada por meio de uma nova revisão da versão da plataforma. Cada tarefa é executada em uma revisão de versão da plataforma durante seu ciclo de vida. Se você quiser usar a revisão mais recente da versão da plataforma, será necessário iniciar uma nova tarefa. Uma nova tarefa executada no Fargate sempre é executada na revisão mais recente de uma versão da plataforma, garantindo que as tarefas sejam sempre iniciadas em uma infraestrutura segura e corrigida.

Se houver um problema de segurança que afete uma versão existente da plataforma, a AWS vai criar uma nova revisão corrigida da versão da plataforma e retirar as tarefas em execução na revisão vulnerável. Em alguns casos, será possível receber notificações de que suas tarefas no Fargate foram programadas para retirada. Para ter mais informações, consulte Perguntas frequentes sobre manutenção de tarefas do AWS Fargate no Amazon ECS.

Considerações da versão da plataforma

Considere o seguinte ao especificar uma versão de plataforma:

  • Ao especificar a versão da plataforma, é possível usar um número específico dela, por exemplo, 1.0.0 ou LATEST.

    Quando a versão LATEST (Mais recente) da plataforma é selecionada, a versão 1.0.0 da plataforma é usada.

  • Novas tarefas sempre são executadas na revisão mais recente de uma versão da plataforma, garantindo que as tarefas sempre sejam iniciadas em uma infraestrutura protegida e corrigida.

  • As imagens de contêiner do Microsoft Windows Server devem ser criadas com base em uma versão específica do Windows Server. Você deve selecionar a mesma versão do Windows Server na platformFamily ao executar uma tarefa ou criar um serviço que corresponda à imagem de contêiner do Windows Server. Além disso, é possível fornecer uma operatingSystemFamily correspondente na definição da tarefa para evitar que as tarefas sejam executadas na versão errada do Windows. Para obter mais informações, consulte Correspondência de versão do host do contêiner com versões de imagens do contêiner no site Microsoft Learn.

  • Os números de versão da plataforma para contêineres Linux e contêineres Windows no Fargate são independentes. Por exemplo, o comportamento, os recursos e o software usados na versão da plataforma 1.0.0 para contêineres de Windows no Fargate não são comparáveis aos da versão da plataforma 1.0.0 para contêineres de Linux no Fargate.

Veja a seguir as versões disponíveis da plataforma para contêineres do Windows.

1.0.0

Veja a seguir o changelog da versão 1.0.0 da plataforma.

  • Versão inicial para suporte nos seguintes sistemas operacionais Microsoft Windows Server:

    • Windows Server 2019 Full

    • Windows Server 2019 Core

    • Windows Server 2022 Full

    • Windows Server 2022 Core