Configurar o registro em log binário do Aurora MySQL - Amazon Aurora

Configurar o registro em log binário do Aurora MySQL

O log binário é um conjunto de arquivos de log que contêm informações sobre modificações de dados feitas em uma instância do servidor Aurora MySQL. O log binário contém informações como as seguintes:

  • Eventos que descrevem alterações no banco de dados, como criação de tabela ou modificações de linha

  • Informações sobre a duração de cada instrução que atualizou dados

  • Eventos para declarações que poderiam ter dados atualizados, mas não foram

O log binário registra instruções que são enviadas durante a replicação. Também é necessário para algumas operações de recuperação. Para ter mais informações, consulte O log binário e Visão geral do log binário na documentação do MySQL.

Os logs binários só podem ser acessados pela instância de banco de dados primária, não pelas réplicas.

O MySQL no Amazon Aurora é compatível com os formatos de registros em log binários baseados em linha, baseados em instrução e mistos. Recomendamos misto, a menos que você precise de um formato específico de log binário. Para obter detalhes sobre os diferentes formatos de logs binários do Aurora MySQL, consulte Formatos de registro em log binário na documentação do MySQL.

Se você pretende usar replicação, o formato do registro em log binário é importante porque determina o registro de alterações feitas nos dados salvas na origem e enviadas para os destinos de replicação. Para obter informações sobre as vantagens e as desvantagens de formatos de registro em logs binários para replicação, consulte Vantagens e desvantagens da replicação baseada em instrução e baseada em linha na documentação do MySQL.

Importante

Definir o formato de registro em log de binários como baseado em linha pode resultar em arquivos de log de binários muito grandes. Arquivos de log binários grandes reduzem a quantidade de armazenamento disponível para um cluster de banco de dados e podem aumentar o tempo necessário para realizar uma operação de restauração de um cluster de banco de dados.

A replicação baseada em instrução pode causar inconsistências entre o cluster de banco de dados de origem e uma réplica de leitura. Para ter mais informações, consulte Determinar instruções seguras e não seguras em registros em logs binários na documentação do MySQL.

Habilitar o registro em log binário aumenta o número de operações de E/S do disco de gravação no cluster de banco de dados. Você pode monitorar o uso de IOPS com a métrica VolumeWriteIOPs do CloudWatch.

Para definir o formato de registro em log binário do MySQL
  1. Abra o console do Amazon RDS em https://console.aws.amazon.com/rds/.

  2. No painel de navegação, selecione Parameter groups.

  3. Selecione o grupo de parâmetros do cluster de banco de dados associado ao cluster de banco de dados que você deseja modificar.

    Não é possível modificar um grupo de parâmetros padrão. Se o cluster de banco de dados estiver usando um grupo de parâmetros padrão, crie outro grupo de parâmetros e o associe ao cluster de banco de dados.

    Para ter mais informações sobre grupos de parâmetros, consulte Trabalhar com grupos de parâmetros.

  4. Em Ações, selecione Editar.

  5. Defina o parâmetro binlog_format como o formato de registro em log binário de sua escolha (ROW, STATEMENT ou MIXED). Você também pode usar o valor OFF para desativar o registro em log binário.

    nota

    Definir binlog_format como OFF no grupo de parâmetros do cluster de banco de dados desativa a variável de sessão log_bin. Isso desabilita o registro em log binário no cluster de banco de dados do Aurora MySQL que, por sua vez, redefine a variável de sessão binlog_format como o valor padrão de ROW no banco de dados.

  6. Escolha Salvar alterações para salvar as atualizações no grupo de parâmetros do cluster de banco de dados.

Depois de realizar essas etapas, você deve reinicializar a instância do gravador no cluster de banco de dados para que suas alterações sejam aplicadas. No Aurora MySQL versão 2.09 e anteriores, quando você reinicializa a instância do gravador, todas as instâncias do leitor no cluster de banco de dados também são reinicializadas. No Aurora MySQL versão 2.10 e posteriores, você deve reinicializar todas as instâncias do leitor manualmente. Para ter mais informações, consulte Reinicializar um cluster de banco de dados do Amazon Aurora ou instância de banco de dados do Amazon Aurora.

Importante

Alterar um grupo de parâmetros de cluster de banco de dados afeta todos os clusters de banco de dados que usam esse grupo de parâmetros. Se você quiser especificar diferentes formatos do registro em log binário para diferentes clusters de bancos de dados Aurora MySQL em uma região da AWS, os clusters de banco de dados deverão usar diferentes grupos de parâmetros de cluster de banco de dados. Esses grupos de parâmetros identificam diferentes formatos de log. Atribua o grupo de parâmetros de cluster de banco de dados apropriado a cada cluster de banco de dados. Para ter mais informações sobre parâmetros do Aurora MySQL, consulte Parâmetros de configuração do Aurora MySQL.