AWS Lambda
Guia do desenvolvedor

Gerenciamento de funções do AWS Lambda

Você pode usar a API ou o console do AWS Lambda para definir as configurações nas suas funções do Lambda. As configurações básicas de função incluem descrição, função e tempo de execução especificados por você ao criar uma função no console do Lambda. Você pode definir mais configurações depois de criar uma função ou usar a API para definir itens como nome do manipulador, alocação de memória e grupos de segurança durante a criação.

Para manter os segredos fora do seu código de função, armazene-os na configuração da função e leia-os no ambiente de execução durante a inicialização. As variáveis de ambiente são sempre criptografadas em repouso e podem ser criptografadas em trânsito também. Use variáveis de ambiente para tornar seu código de função portátil removendo strings de conexão, senhas e endpoints para recursos externos.

Versões e aliases são recursos secundários que você pode criar para gerenciar a implantação e a chamada de funções. Publique versões da sua função para armazenar seu código e configuração como um recurso separado que não pode ser alterado, e crie um alias que aponte para uma versão específica. Em seguida, você pode configurar seus clientes para invocar um alias de função e atualizar o alias quando quiser apontar o cliente para uma nova versão, em vez de atualizar o cliente.

À medida que você adiciona bibliotecas e outras dependências à sua função, criar e fazer upload de um pacote de implantação pode diminuir a velocidade do desenvolvimento. Use camadas para gerenciar dependências da sua função de forma independente e manter seu pacote de implantação pequena. Você também pode usar camadas para compartilhar suas próprias bibliotecas com outros clientes e usar camadas publicamente disponíveis com suas funções.

Para usar a função Lambda com recursos da AWS em uma Amazon VPC, configure-a com grupos de segurança e sub-redes para criar uma conexão da VPC. Conectar a função a uma VPC permite acessar recursos em uma sub-rede privada, como bancos de dados relacionais e caches.