AWS Lambda
Guia do desenvolvedor

Versionamento e aliases da função AWS Lambda

Ao usar versionamento, você pode gerenciar melhor seu código de função de produção no AWS Lambda. Ao usar o versionamento no AWS Lambda, você pode publicar uma ou mais versões da sua função do Lambda. Como resultado, você pode trabalhar com variações diferentes da sua função Lambda no seu fluxo de desenvolvimento, como desenvolvimento, beta e produção.

Cada versão da função Lambda tem um nome de recurso da Amazon (ARN) exclusivo. Depois que você publicar uma versão, ela não poderá ser alterada.

O AWS Lambda também é compatível com a criação de aliases para cada versão de função do Lambda. Conceitualmente, um alias do AWS Lambda é como um indicador para uma versão específica da função do Lambda. Esse também é um recurso semelhante a uma função Lambda, e cada alias possui um ARN exclusivo. Cada alias mantém um ARN para a versão de função à qual ele aponta. Um alias pode apontar somente para uma versão de função, e não para outro alias. Diferentemente das versões, os aliases podem ser modificados. Você pode atualizar os aliases para apontar para diferentes versões de funções.

Os aliases permitem que você abstraia o processo de promover novas versões da função do Lambda em produção pelo mapeamento da versão da função do Lambda e sua origem do evento.

Por exemplo, vamos supor que o Amazon S3 seja a origem do evento que invoca sua função do Lambda quando novos objetos são criados em um bucket. Quando o Amazon S3 for a fonte do seu evento, você armazenará as informações de mapeamento da fonte do evento na configuração de notificação do bucket. Nessa configuração, é possível identificar o Nome de região da Amazon (ARN) da função do Lambda que o Amazon S3 pode invocar. No entanto, neste caso, toda vez que você publicar uma nova versão da sua função do Lambda, será necessário atualizar a configuração de notificações para que o Amazon S3 invoque a versão correta.

Por outro lado, em vez de especificar o ARN da função, suponhamos que você especifique um ARN de alias na configuração de notificação (por exemplo, ARN do alias PROD). À medida que você promover novas versões da sua função do Lambda para produção, precisará atualizar somente o alias PROD para apontar para a versão estável mais recente. Você não precisa atualizar a configuração de notificação no Amazon S3.

O mesmo se aplica quando você precisar reverter para uma versão anterior da sua função Lambda. Nessa situação, basta atualizar o alias PROD para apontar para uma versão diferente da função. Não há necessidade de atualizar mapeamentos de fontes de eventos.

Recomendamos que você use o versionamento e os aliases para implantar suas funções Lambda ao criar aplicativos envolvendo diversos desenvolvedores e dependências.