Operações compatíveis - Amazon OpenSearch Service

Operações compatíveis

O OpenSearch Service oferece suporte a muitas versões do OpenSearch e do antigo Elasticsearch OSS. Os tópicos a seguir mostram as operações às quais o OpenSearch Service oferece suporte em cada versão.

Diferenças notáveis de API

Configurações e estatísticas

O OpenSearch Service aceita somente solicitações PUT para a API _cluster/settings que usam o formulário de configurações “simples”. Ele rejeita solicitações que usam o formulário de configurações expandidas.

// Accepted PUT _cluster/settings { "persistent" : { "action.auto_create_index" : false } } // Rejected PUT _cluster/settings { "persistent": { "action": { "auto_create_index": false } } }

O cliente Java REST de alto nível usa o formulário expandido, portanto, se for necessário enviar solicitações de configurações, use o cliente de baixo nível.

Antes do Elasticsearch 5.3, a API _cluster/settings nos domínios do OpenSearch Service ofereciam suporte apenas ao método HTTP PUT, e não ao método GET. O OpenSearch e as versões mais recentes do Elasticsearch oferecem suporte ao método GET, conforme mostrado no seguinte exemplo:

GET https://domain-name.region.es.amazonaws.com/_cluster/settings?pretty

Veja um exemplo de retorno:

{ "persistent": { "cluster": { "routing": { "allocation": { "cluster_concurrent_rebalance": "2", "node_concurrent_recoveries": "2", "disk": { "watermark": { "low": "1.35gb", "flood_stage": "0.45gb", "high": "0.9gb" } }, "node_initial_primarirecoveries": "4" } } }, "indices": { "recovery": { "max_bytper_sec": "40mb" } } } }

Ao comparar as respostas de um cluster do OpenSearch de código aberto e do OpenSearch Service para determinadas APIs de configurações e estatísticas, é possível notar campos ausentes. O OpenSearch Service reproduz determinadas informações que expõem os serviços internos, como o caminho de dados do sistema de arquivos do _nodes/stats ou o nome do sistema operacional e a versão do _nodes.

Shrink

A API _shrink pode causar falhas em atualizações, alterações de configuração e exclusões de domínio. Não recomendamos usá-la em domínios que executam o Elasticsearch versões 5.3 ou 5.1. Essas versões têm um erro que pode causar falha na restauração de snapshots de índices reduzidos.

Se você usar a API _shrink em outras versões do Elasticsearch ou OpenSearch, faça a seguinte solicitação antes de iniciar a operação de redução:

PUT https://domain-name.region.es.amazonaws.com/source-index/_settings { "settings": { "index.routing.allocation.require._name": "name-of-the-node-to-shrink-to", "index.blocks.read_only": true } }

Depois, faça a seguinte solicitação após concluir a operação de redução:

PUT https://domain-name.region.es.amazonaws.com/source-index/_settings { "settings": { "index.routing.allocation.require._name": null, "index.blocks.read_only": false } } PUT https://domain-name.region.es.amazonaws.com/shrunken-index/_settings { "settings": { "index.routing.allocation.require._name": null, "index.blocks.read_only": false } }

OpenSearch versão 1.3

No OpenSearch 1.3, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir. Para obter informações sobre a maioria das operações, consulte a Referência da API REST do OpenSearch ou a referência da API para o plugin específico.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_dashboards

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_ltr

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_plugins/_asynchronous_search

  • /_plugins/_alerting

  • /_plugins/_anomaly_detection

  • /_plugins/_ism

  • /_plugins/_ml

  • /_plugins/_ppl

  • /_plugins/_security

  • /_plugins/_sql

  • /_percolate

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_resolve/index

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do OpenSearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

OpenSearch versão 1.2

No OpenSearch 1.2, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir. Para obter informações sobre a maioria das operações, consulte a Referência da API REST do OpenSearch ou a referência da API para o plugin específico.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_dashboards

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_ltr

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_plugins/_asynchronous_search

  • /_plugins/_alerting

  • /_plugins/_anomaly_detection

  • /_plugins/_ism

  • /_plugins/_ppl

  • /_plugins/_security

  • /_plugins/_sql

  • /_percolate

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_resolve/index

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do OpenSearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

OpenSearch versão 1.1

No OpenSearch 1.1, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir. Para obter informações sobre a maioria das operações, consulte a Referência da API REST do OpenSearch ou a referência da API para o plugin específico.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_dashboards

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_ltr

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_plugins/_asynchronous_search

  • /_plugins/_alerting

  • /_plugins/_anomaly_detection

  • /_plugins/_ism

  • /_plugins/_ppl

  • /_plugins/_security

  • /_plugins/_sql

  • /_plugins/_transforms

  • /_percolate

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_resolve/index

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do OpenSearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

OpenSearch versão 1.0

No OpenSearch 1.0, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir. Para obter informações sobre a maioria das operações, consulte a Referência da API REST do OpenSearch ou a referência da API para o plugin específico.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_dashboards

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_ltr

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_plugins/_asynchronous_search

  • /_plugins/_alerting

  • /_plugins/_anomaly_detection

  • /_plugins/_ism

  • /_plugins/_ppl

  • /_plugins/_security

  • /_plugins/_sql

  • /_plugins/_transforms

  • /_percolate

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_resolve/index

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do OpenSearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 7.10

No Elasticsearch 7.10, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_index_template6

  • /_ingest/pipeline

  • /_index_template

  • /_ltr

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_asynchronous_search

  • /_opendistro/_anomaly_detection

  • /_opendistro/_ism

  • /_opendistro/_ppl

  • /_opendistro/_security

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_plugins/_replication

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_resolve/index

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template6

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

  6. Modelos de índice herdados (_template) foram substituídos por modelos que podem ser compostos (_index_template) começando com o Elasticsearch 7.8. Os modelos que podem ser compostos têm precedência sobre os modelos legados. Se nenhum modelo que pode ser composto corresponder a um determinado índice, um modelo legado ainda poderá corresponder e ser aplicado. A operação _template ainda funciona no OpenSearch e nas versões posteriores do Elasticsearch OSS, mas as chamadas GET para os dois tipos de modelo retornam resultados diferentes.

Elasticsearch versão 7.9

No Elasticsearch 7.9, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_index_template6

  • /_ingest/pipeline

  • /_ltr

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_anomaly_detection

  • /_opendistro/_ism

  • /_opendistro/_ppl

  • /_opendistro/_security

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_resolve/index

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template6

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do OpenSearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

  6. Modelos de índice herdados (_template) foram substituídos por modelos que podem ser compostos (_index_template) começando com o Elasticsearch 7.8. Os modelos que podem ser compostos têm precedência sobre os modelos legados. Se nenhum modelo que pode ser composto corresponder a um determinado índice, um modelo legado ainda poderá corresponder e ser aplicado. A operação _template ainda funciona no OpenSearch e nas versões posteriores do Elasticsearch OSS, mas as chamadas GET para os dois tipos de modelo retornam resultados diferentes.

Elasticsearch versão 7.8

No Elasticsearch 7.8, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_index_template6

  • /_ingest/pipeline

  • /_ltr

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_anomaly_detection

  • /_opendistro/_ism

  • /_opendistro/_security

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template6

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

  6. Modelos de índice herdados (_template) foram substituídos por modelos que podem ser compostos (_index_template) começando com o Elasticsearch 7.8. Os modelos que podem ser compostos têm precedência sobre os modelos legados. Se nenhum modelo que pode ser composto corresponder a um determinado índice, um modelo legado ainda poderá corresponder e ser aplicado. A operação _template ainda funciona no OpenSearch e nas versões posteriores do Elasticsearch OSS, mas as chamadas GET para os dois tipos de modelo retornam resultados diferentes.

Elasticsearch versão 7.7

No Elasticsearch 7.7, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_ltr

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_anomaly_detection

  • /_opendistro/_ism

  • /_opendistro/_security

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 7.4

No Elasticsearch 7.4, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge, /index-name/update/id e /index-name/_close)

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_anomaly_detection

  • /_opendistro/_ism

  • /_opendistro/_security

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 7.1

No Elasticsearch 7.1, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_ism

  • /_opendistro/_security

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 6.8

No Elasticsearch 6.8, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

    • cluster.blocks.read_only

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_ism

  • /_opendistro/_security

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 6.7

No Elasticsearch 6.7, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • cluster.max_shards_per_node

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_security

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 6.5

No Elasticsearch 6.5, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_opendistro/_sql

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 6.4

No Elasticsearch 6.4, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 6.3

No Elasticsearch 6.3, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 6.2

No Elasticsearch 6.2, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_opendistro/_alerting

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_rank_eval

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_split

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 6.0

No Elasticsearch 6.0, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 5.6

No Elasticsearch 5.6, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 5.5

No Elasticsearch 5.5, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades4:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_scripts3

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink5

  • /_snapshot

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Para saber as considerações sobre o uso de scripts, consulte Outros recursos compatíveis com o Amazon OpenSearch Service.

  4. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  5. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 5.3

No Elasticsearch 5.3, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades3:

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink4

  • /_snapshot

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Refere-se ao método PUT. Para obter informações sobre o método GET, consulte Diferenças notáveis de API. Esta lista refere-se apenas às operações genéricas do Elasticsearch suportadas pelo OpenSearch Service e não inclui operações suportadas específicas de plugins para detecção de anomalias, ISM e assim por diante.

  4. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 5.1

No Elasticsearch 5.1, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/update/id) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/allocation/explain

  • /_cluster/health

  • /_cluster/pending_tasks

  • /_cluster/settings para várias propriedades (somente PUT):

    • action.auto_create_index

    • action.search.shard_count.limit

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

  • /_cluster/state

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_delete_by_query1

  • /_explain

  • /_field_caps

  • /_field_stats

  • /_flush

  • /_ingest/pipeline

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_mtermvectors

  • /_nodes

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_refresh

  • /_reindex1

  • /_render

  • /_rollover

  • /_search2

  • /_search profile

  • /_shard_stores

  • /_shrink3

  • /_snapshot

  • /_stats

  • /_status

  • /_tasks

  • /_template

  • /_update_by_query1

  • /_validate

  1. Essas operações podem ser interrompidas por alterações na configuração de cluster. É recomendável usar a operação /_tasks com essas operações para verificar se as solicitações foram concluídas com êxito.

  2. Solicitações de DELETE para /_search/scroll com um corpo de mensagem deve especificar "Content-Length" no cabeçalho HTTP. A maioria dos clientes adicionam esse cabeçalho por padrão. Para evitar um problema com caracteres = nos valores scroll_id, use o corpo da solicitação, e não a string de consulta, para passar os valores de scroll_id para o OpenSearch Service.

  3. Consulte Shrink.

Elasticsearch versão 2.3

No Elasticsearch 2.3, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice (como /index-name/_forcemerge e /index-name/_recovery) exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cache/clear (somente Índice)

  • /_cat (exceto /_cat/nodeattrs)

  • /_cluster/health

  • /_cluster/settings para várias propriedades (somente PUT):

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • threadpool.get.queue_size

    • threadpool.bulk.queue_size

    • threadpool.index.queue_size

    • threadpool.percolate.queue_size

    • threadpool.search.queue_size

    • threadpool.suggest.queue_size

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_flush

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_nodes

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_refresh

  • /_render

  • /_search

  • /_snapshot

  • /_stats

  • /_status

  • /_template

Elasticsearch versão 1.5

No Elasticsearch 1.5, o OpenSearch Service oferece suporte às operações a seguir.

  • Todas as operações no caminho do índice, como /index-name/_optimize e /index-name/_warmer, exceto /index-name/_close

  • /_alias

  • /_aliases

  • /_all

  • /_analyze

  • /_bulk

  • /_cat

  • /_cluster/health

  • /_cluster/settings para várias propriedades (somente PUT):

    • indices.breaker.fielddata.limit

    • indices.breaker.request.limit

    • indices.breaker.total.limit

    • threadpool.get.queue_size

    • threadpool.bulk.queue_size

    • threadpool.index.queue_size

    • threadpool.percolate.queue_size

    • threadpool.search.queue_size

    • threadpool.suggest.queue_size

  • /_cluster/stats

  • /_count

  • /_flush

  • /_mapping

  • /_mget

  • /_msearch

  • /_nodes

  • /_percolate

  • /_plugin/kibana

  • /_plugin/kibana3

  • /_plugin/migration

  • /_refresh

  • /_search

  • /_snapshot

  • /_stats

  • /_status

  • /_template