Microsserviços com Lambda - Arquiteturas multicamada sem servidor da AWS com o Amazon API Gateway e o AWS Lambda

Microsserviços com Lambda

Padrão de arquitetura de microsserviços com Lambda

O padrão de arquitetura de microsserviços não está vinculado à arquitetura típica de três camadas; no entanto, esse padrão comum pode obter benefícios significativos com o uso de recursos sem servidor.

Nessa arquitetura, cada um dos componentes da aplicação é desacoplado, implantado e operado de forma independente. Uma API criada com o Amazon API Gateway, e funções posteriormente lançadas pelo AWS Lambda, é tudo o que você precisa para criar um microsserviço. Sua equipe pode usar esses serviços para desacoplar e fragmentar seu ambiente até o nível de granularidade desejado.

Em geral, um ambiente de microsserviços pode apresentar as seguintes dificuldades: sobrecarga repetida para a criação de cada novo microsserviço, problemas com a otimização da densidade e utilização do servidor, complexidade de executar várias versões de vários microsserviços simultaneamente e proliferação de código dos requisitos do lado do cliente para integração com diversos serviços distintos.

Quando você cria microsserviços usando recursos sem servidor, esses problemas se tornam menos difíceis de resolver e, em alguns casos, simplesmente desaparecem. O padrão de microsserviços sem servidor reduz a barreira da criação de cada microsserviço subsequente (o API Gateway permite até mesmo a clonagem de APIs existentes e o uso de funções do Lambda em outras contas). A otimização da utilização do servidor não é mais relevante com esse padrão. Por fim, o Amazon API Gateway fornece SDKs de cliente gerados programaticamente em várias linguagens comuns para reduzir a sobrecarga de integração.