Atualizar pilhas usando conjuntos de alterações - AWS CloudFormation

Atualizar pilhas usando conjuntos de alterações

Quando você precisa atualizar uma pilha, entender como as alterações afetarão os recursos em execução antes de implementá-las pode ajudar você a atualizar pilhas com confiança. Os conjuntos de alterações permitem que você visualize como as alterações propostas para uma pilha podem afetar os recursos em execução. Por exemplo, se as alterações excluírem ou substituírem recursos críticos, o AWS CloudFormation fará a alterações em sua pilha somente quando você decidir executar o conjunto de alterações, permitindo que você decida se deseja continuar com as alterações propostas ou explorar outras com a criação de outro conjunto. Você pode criar e gerenciar conjuntos de alterações usando o console do CloudFormation, a AWS CLI ou a API do CloudFormation.

Importante

Os conjuntos de alterações não indicam se o CloudFormation atualizará uma pilha com êxito. Por exemplo, um conjunto de alterações não verifica se você irá ultrapassar o limite de uma conta, se você está atualizando um recurso que não oferece suporte a alterações ou se você tem permissões suficientes para modificar um recurso, e tudo isso pode provocar uma falha na atualização da pilha. Se uma atualização falhar, o CloudFormation tentará reverter seus recursos para o estado original.

Visão geral do conjunto de alterações

O diagrama a seguir resume como usar conjuntos de alterações para atualizar uma pilha:

  1. Crie um conjunto de alterações enviando as alterações para a pilha que você deseja atualizar. Você pode enviar um modelo de pilha modificado ou valores de parâmetro de entrada modificados. O CloudFormation compara a pilha com as alterações que você enviou para gerar o conjunto de alterações. Ele não faz alterações na sua pilha nesse ponto.

  2. Visualize o conjunto de alterações para conferir quais recursos e configurações da pilha serão alterados. Por exemplo, você pode ver quais recursos o CloudFormation vai adicionar, modificar ou excluir.

  3. Opcional: se deseja considerar outras alterações antes de decidir quais irá fazer, crie outros conjuntos de alterações. A criação de vários conjuntos de alterações ajuda você a compreender e avaliar como as diferentes alterações afetarão seus recursos. Você poderá criar quantos conjuntos de alterações forem necessários.

  4. Execute o conjunto de alterações que contém as alterações que deseja aplicar à pilha. O CloudFormation atualiza a pilha com essas alterações.

    nota

    Depois de executar uma alteração, o CloudFormation remove todos os conjuntos de alterações que estão associados à pilha, já que não são aplicáveis à pilha atualizada.

Também é possível excluir conjuntos de alterações para impedir a execução de um que não deva ser aplicado.