Como trabalhar com a replicação do MariaDB no Amazon RDS - Amazon Relational Database Service

Como trabalhar com a replicação do MariaDB no Amazon RDS

Normalmente, você usa réplicas de leitura para configurar a replicação entre as instâncias de banco de dados do Amazon RDS. Para obter informações gerais sobre réplicas de leitura, consulte Como trabalhar com réplicas de leitura. Para obter informações específicas sobre como trabalhar com réplicas de leitura no Amazon RDS para MariaDB, consulte Trabalhar com réplicas de leitura do MariaDB.

Você também pode configurar a replicação com base nas coordenadas do log binário para as instâncias de banco de dados MariaDB. Para as instâncias do MariaDB, você também pode configurar a replicação com base nos IDs de transações globais (GTIDs), o que oferece uma melhor segurança contra falhas. Para obter mais informações, consulte Configurar a replicação baseada em GTID com uma instância de origem externa.

Estas são as outras opções de replicação disponíveis com o RDS para MariaDB:

Para todas essas opções de replicação, use replicação baseada em linha, em instrução ou mista. A replicação baseada em linha só replica as linhas alteradas resultantes de uma instrução SQL. A replicação baseada em instrução copia toda a instrução SQL. A replicação mista usa uma replicação baseada em instrução quando possível, mas alterna para replicação baseada em linha quando as instruções SQL não seguras para replicação baseada em instrução são executadas. Na maioria dos casos, a replicação mista é recomendada. O formato de log binário da instância de banco de dados determina se a replicação se baseia na linha, na instrução ou mista. Para obter informações sobre como definir o formato de log binário, consulte Formato de registro em log binário.