Configurar ambientes do Elastic Beanstalk - AWS Elastic Beanstalk

Configurar ambientes do Elastic Beanstalk

O AWS Elastic Beanstalk oferece uma ampla variedade de opções para personalizar os recursos no ambiente e configurações de comportamento e plataforma do Elastic Beanstalk. Quando você cria um ambiente de servidor Web, o Elastic Beanstalk cria vários recursos para oferecer suporte à operação da aplicação.

  • Instância do EC2: uma máquina virtual do Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) configurada para executar aplicações Web na plataforma escolhida.

    Cada plataforma executa um conjunto específico de software, arquivos de configuração e scripts para oferecer suporte a uma versão de linguagem, estrutura, contêiner da web específicos ou a uma combinação deles. A maioria das plataformas usa o Apache ou o NGINX como um proxy reverso que fica na frente da aplicação Web, encaminha solicitações para ela, atende ativos estáticos e gera logs de acesso e de erro.

  • Grupo de segurança de instância: um grupo de segurança do Amazon EC2 configurado para permitir tráfego de entrada na porta 80. Esse recurso permite que o tráfego HTTP do load balancer chegue à instância do EC2 que executa seu aplicativo Web. Por padrão, o tráfego não é permitido em outras portas.

  • Balanceador de carga: um balanceador de carga do Elastic Load Balancing configurado para distribuir solicitações para as instâncias que executam a aplicação. Um load balancer também elimina a necessidade de expor suas instâncias diretamente à Internet.

  • Grupo de segurança do balanceador de carga: um grupo de segurança do Amazon EC2 configurado para permitir tráfego de entrada na porta 80. Esse recurso permite que o tráfego HTTP da Internet acesse o load balancer. Por padrão, o tráfego não é permitido em outras portas.

  • Grupo de Auto Scaling: grupo de Auto Scaling configurado para substituir uma instância se ela for encerrada ou ficar indisponível.

  • Bucket do Amazon S3: um local de armazenamento do seu código-fonte, logs e outros artefatos criados quando o Elastic Beanstalk é utilizado.

  • Alarmes do Amazon CloudWatch: dois alarmes do CloudWatch que monitoram a carga nas instâncias do ambiente e são acionados quando ela está muito alta ou muito baixa. Quando um alarme é acionado, o seu grupo de Auto Scaling pode aumentar ou diminuir.

  • Pilha do AWS CloudFormation: o Elastic Beanstalk usa o AWS CloudFormation para iniciar os recursos no ambiente e propagar alterações de configuração. Os recursos são definidos em um modelo que pode ser visualizado no console do AWS CloudFormation.

  • Nome de domínio: um nome de domínio que roteia para a aplicação Web no formato subdomain.region.elasticbeanstalk.com.

Este tópico se concentra nas opções de configuração de recursos disponíveis no console do Elastic Beanstalk. Os tópicos a seguir mostram como configurar seu ambiente no console. Eles também descrevem os namespaces subjacentes que correspondem às opções do console a serem usadas com arquivos de configuração ou com as opções de configuração da API. Para saber mais sobre métodos de configuração avançados, consulte Configurar ambientes do Elastic Beanstalk (avançado).