Microsoft SQL Server no Amazon RDS - Amazon Relational Database Service

Microsoft SQL Server no Amazon RDS

O Amazon RDS suporta instâncias de banco de dados que executam várias versões e edições do Microsoft SQL Server. Veja a seguir a versão compatível mais recente de cada versão principal. Para obter a lista completa das versões, edições e versões de mecanismo de RDS compatíveis, consulte Versões do Microsoft SQL Server no Amazon RDS.

  • SQL Server 2019 CU12 15.00.4153.1, lançado por KB5004524 em 4 de agosto de 2021.

  • SQL Server 2017 CU25 14.00.3401.7, lançado por KB5003830 em 12 de julho de 2021.

  • SQL Server 2016 SP2 CU16 13.00.5882.1, lançado por KB5000645 em 11 de fevereiro de 2021.

  • SQL Server 2014 SP3 CU4 12.00.6329.1, lançado por KB4500181 em 29 de julho de 2019.

  • SQL Server 2012 SP4 GDR 11.0.7493.4, lançado por KB4532098 em 11 de fevereiro de 2020.

  • SQL Server 2008: não é mais possível provisionar novas instâncias em qualquer região. O Amazon RDS está migrando ativamente instâncias existentes dessa versão.

Para obter informações sobre licenciamento para o SQL Server, consulte Licenciar o Microsoft SQL Server no Amazon RDS. Para obter informações sobre todas as compilações do SQL Server, consulte o artigo do suporte da Microsoft sobre as compilações mais recentes do SQL Server.

Com o Amazon RDS, você pode criar instâncias de banco de dados e snapshot de banco de dadoss, além de restaurações point-in-time e backups automáticos e manuais. As instâncias de banco de dados que executam o SQL Server podem ser usadas dentro de uma VPC. Também é possível usar o Secure Sockets Layer (SSL) para conectar-se a uma instância de banco de dados executando o SQL Server e usar a criptografia de dados transparente (TDE) para criptografar dados em repouso. O Amazon RDS oferece suporte a implantações Multi-AZ para o SQL Server usando o SQL Server Database Mirroring (DBM) ou grupos de disponibilidade AlwaysOn (AGs) como uma solução de failover de alta disponibilidade.

Para oferecer uma experiência de serviço gerenciado, o Amazon RDS não fornece acesso ao shell para instâncias de bancos de dados e restringe o acesso a determinados procedimentos e tabelas do sistema que exigem privilégios avançados. O Amazon RDS oferece suporte a acesso a bancos de dados em uma instância de banco de dados que usa qualquer aplicação de cliente SQL padrão, como o Microsoft SQL Server Management Studio. O Amazon RDS não permite o acesso direto do host a uma instância de banco de dados pelo Telnet, Secure Shell (SSH) ou Windows Remote Desktop Connection. Quando você cria uma instância de banco de dados, o usuário principal é designado à função db_owner para todos os bancos de dados de usuários nessa instância e possui todas as permissões no nível do banco de dados, exceto as que são usadas para backups. O Amazon RDS gerencia backups para você.

Antes de criar sua primeira instância de banco de dados, você deve concluir as etapas na seção de configuração deste guia. Para obter mais informações, consulte Configuração do Amazon RDS.

Tarefas comuns de gerenciamento para o Microsoft SQL Server no Amazon RDS

A seguir, você encontra tarefas de gerenciamento comuns que são executadas com uma instância de banco de dados Amazon RDS for SQL Server, com links para documentação relevante de cada tarefa.

Área de tarefa Documentação relevante

Classes de instância, armazenamento e PIOPS

Se você estiver criando uma instância de banco de dados para fins de produção, deve entender como classes de instâncias, tipos de armazenamento e IOPS provisionadas funcionam no Amazon RDS.

Suporte a classes de instâncias de banco de dados para o Microsoft SQL Server

Tipos de armazenamento do Amazon RDS

Implantações Multi-AZ

Uma instância de banco de dados de produção deve usar implantações Multi-AZ. As implantações Multi-AZ oferecem maior disponibilidade, durabilidade de dados e tolerância a falhas para instâncias de banco de dados. As implantações Multi-AZ para o SQL Server são feitas usando a tecnologia nativa DBM ou AGs do SQL Server.

Implantações Multi-AZ para alta disponibilidade

Implantações Multi-AZ usando o espelhamento de banco de dados ou os grupos de disponibilidade Always On do Microsoft SQL Server

Amazon Virtual Private Cloud (VPC)

Se a sua conta AWS tiver uma VPC padrão, a instância de banco de dados será criada automaticamente dentro da VPC padrão. Se a sua conta não tiver uma VPC padrão e você quiser a instância de banco de dados em uma VPC, deverá criar os grupos de VPC e sub-redes antes de criar a instância de banco de dados.

Determinar se você está usando a plataforma EC2-VPC ou EC2-Classic

Trabalhar com uma instância de banco de dados em uma VPC

Grupos de segurança

Por padrão, as instâncias de banco de dados são criadas com um firewall que impede o acesso a elas. Você deve criar um grupo de segurança com os endereços IP corretos e uma configuração de rede para acessar a instância de banco de dados. O grupo de segurança criado depende da plataforma do Amazon EC2 na qual a sua instância de banco de dados se encontra e se você acessará sua instância de banco de dados a partir de uma instância do Amazon EC2.

Geralmente, se sua instância de banco de dados encontra-se na plataforma EC2-Classic, será necessário criar um grupo de segurança de banco de dados. Se sua instância de banco de dados encontra-se na plataforma EC2-VPC, será necessário criar um grupo de segurança da VPC.

Determinar se você está usando a plataforma EC2-VPC ou EC2-Classic

Controlar acesso com grupos de segurança

Grupos de parâmetros

Se a sua instância de banco de dados exigir parâmetros de banco de dados específicos, você poderá criar um parameter group antes de criar essa instância de banco de dados.

Trabalhar com grupos de parâmetros

Grupos de opções

Se a sua instância de banco de dados exigir opções de banco de dados específicas, você deverá criar um grupo de opções antes de criar essa instância de banco de dados.

Opções para o mecanismo de banco de dados do Microsoft SQL Server

Conexão à instância de banco de dados

Após criar um grupo de segurança e associá-lo a uma instância de banco de dados, você poderá se conectar à instância de banco de dados usando qualquer aplicativo cliente SQL padrão, como o Microsoft SQL Server Management Studio.

Conectar-se a uma instância de banco de dados executando o mecanismo de banco de dados Microsoft SQL Server

Backup e restauração

Ao criar sua instância de banco de dados, você pode configurá-la para receber backups automáticos. Você também pode fazer backup e restaurar seus bancos de dados manualmente usando arquivos de backup completos (arquivos .bak).

Trabalhar com backups

Importar e exportar bancos de dados do SQL Server

Monitoramento

Você pode monitorar sua instância de banco de dados do SQL Server usando as métricas, eventos e o monitoramento aprimorado do CloudWatch Amazon RDS.

Visualizar métricas no console do Amazon RDS

Visualizar eventos do Amazon RDS

Arquivos de log

Você pode acessar os arquivos de log de sua instância de banco de dados SQL Server.

Monitorar arquivos de log do Amazon RDS

Arquivos de log do banco de dados do Microsoft SQL Server

Há também tarefas administrativas avançadas para trabalhar com instâncias de banco de dados do SQL Server. Para obter mais informações, consulte a documentação a seguir:

Limitações das instâncias de banco de dados Microsoft SQL Server

A implantação do Amazon RDS do Microsoft SQL Server em uma instância de banco de dados apresenta algumas limitações das quais você deve estar ciente:

  • O número máximo de bancos de dados aceitos em uma instância de banco de dados depende do tipo de classe da instância e do modo de disponibilidade—Single-AZ, DBM (Database Mirroring) Multi-AZ ou Grupos de disponibilidade (AGs) Multi-AZ. Os bancos de dados do sistema Microsoft SQL Server não contam para esse limite.

    A tabela a seguir mostra o número máximo de bancos de dados com suporte para cada tipo de classe de instância e modo de disponibilidade. Use essa tabela para ajudá-lo a decidir se você pode mover de um tipo de classe de instância para outro ou de um modo de disponibilidade para outro. Se sua instância de banco de dados de origem tiver mais bancos de dados do que o tipo de classe de instância de destino ou o modo de disponibilidade puder suportar, a modificação da instância de banco de dados falhará. Você pode ver o status de sua solicitação no painel Events (Eventos).

    Tipo de classe de instância Single-AZ Multi-AZ com DBM Multi-AZ com AGs Always On
    db.*.micro to db.*.medium 30 N/D N/D
    db.*.large 30 30 30
    db.*.xlarge to db.*.16xlarge 100 50 75
    db.*.24xlarge 100 50 100

    * Representa os diferentes tipos de classes da instância.

    Por exemplo, digamos que sua instância de banco de dados seja executada em db.*.16xlarge com Single-AZ e que possua 76 bancos de dados. Você modifica a instância do banco de dados para atualizar para o uso de AGs Always On Multi-AZ. Essa atualização falhará, pois sua instância de banco de dados contém mais bancos de dados do que a configuração de destino pode suportar. Mas, se você atualizar seu tipo de classe de instância para db.*.24xlarge, a modificação será realizada.

    Se a atualização falhar, você verá eventos e mensagens semelhantes aos seguintes:

    • Não é possível modificar a classe da instância do banco de dados. A instância possui 76 bancos de dados, mas, após a conversão, ela oferece suporte a apenas 75.

    • Não é possível converter a instância de banco de dados para Multi-AZ: a instância possui 76 bancos de dados, mas, após a conversão, comportaria apenas 75.

    Se a restauração pontual ou o snapshot falhar, você verá eventos e mensagens semelhantes aos seguintes:

    • Instância de banco de dados colocada em restauração incompatível. A instância possui 76 bancos de dados, mas, após a conversão, ela oferece suporte a apenas 75.

  • Algumas portas são reservadas para o Amazon RDS, e você não pode usá-las ao criar uma instância de banco de dados.

  • Conexões de cliente de endereços IP dentro do intervalo 169.254.0.0/16 não são permitidas. Esse é o APIPA (Automatic Private IP Addressing Range, Intervalo de endereçamento IP privado automático), usado para o endereçamento de link local.

  • O SQL Server Standard Edition usa apenas um subconjunto dos processadores disponíveis, se a instância do banco de dados tiver mais processadores do que os limites de software (24 núcleos, 4 soquetes e 128 GB de RAM). Exemplos disso são as classes de instância db.m5.24xlarge e db.r5.24xlarge.

    Para obter mais informações, consulte a tabela de limites de escala em Edições e recursos compatíveis do SQL Server 2019 (15.x) na documentação da Microsoft.

  • O Amazon RDS for SQL Server não oferece suporte para a importação de dados no banco de dados msdb.

  • Não renomeie bancos de dados em uma instância de banco de dados em uma implantação Multi-AZ do SQL Server.

  • Use estas diretrizes ao definir os seguintes parâmetros de banco de dados em RDS for SQL Server:

    • max server memory (mb) >= 256 MB

    • max worker threads >= (número de CPUs lógicas* 7)

    Para obter mais informações sobre como definir parâmetros de banco de dados, consulte Trabalhar com grupos de parâmetros.

  • O tamanho de armazenamento máximo para instâncias de banco de dados do SQL Server é o seguinte:

    • Armazenamento de uso geral (SSD) – 16 TiB para todas as edições

    • Armazenamento de IOPS provisionadas – 16 TiB para todas as edições

    • Armazenamento magnético – 1 TiB para todas as edições

    Se for preciso uma maior quantidade de armazenamento, você poderá usar estilhaços em múltiplas instâncias de banco de dados para contornar o limite. Essa abordagem exige uma lógica de roteamento dependente de dados em aplicativos que se conectam ao sistema estilhaçado. Você pode usar um framework de fragmentação existente ou pode escrever um código personalizado para permitir a fragmentação. Se você usa um framework existente, o framework não pode instalar nenhum componente no mesmo servidor que a instância de banco de dados.

  • O tamanho de armazenamento mínimo para instâncias de banco de dados do SQL Server é o seguinte:

    • Armazenamento de uso geral (SSD) – 20 GiB para edições Enterprise, Standard, Web e Express

    • Armazenamento IOPS provisionado – 20 GiB para edições Enterprise, Standard, Web e Express

    • Armazenamento magnético – 20 GiB para edições Enterprise, Standard, Web e Express

  • O Amazon RDS não oferece suporte à execução desses serviços no mesmo servidor que sua instância de banco de dados do RDS:

    • Data Quality Services

    • Master Data Services

    Para usar esses recursos, recomendamos que você instale o SQL Server em uma instância do Amazon EC2 ou use uma instância do SQL Server no local. Nesses casos, a instância do EC2 ou do SQL Server atua como o servidor do Master Data Services para a instância de banco de dados do SQL Server no Amazon RDS. Você pode instalar o SQL Server em uma instância do Amazon EC2 com armazenamento do Amazon EBS, respeitando as políticas de licenciamento da Microsoft.

  • Devido às limitações no Microsoft SQL Server, a restauração a determinado momento antes da execução bem-sucedida de DROP DATABASE pode não refletir o estado desse banco de dados nesse momento. Por exemplo, o banco de dados descartado normalmente é restaurado ao seu estado até cinco minutos antes do comando DROP DATABASE ter sido emitido. Esse tipo de restauração significa que não é possível restaurar as transações feitas durante esses poucos minutos em seu banco de dados descartado. Para contornar essa questão, é possível reeditar o comando DROP DATABASE após a conclusão da operação de restauração. Descartar um banco de dados remove os logs de transações desse banco de dados.

  • Para o SQL Server, você cria seus bancos de dados depois de criar sua instância de banco de dados. Os nomes de banco de dados seguem as regras de nomenclatura usuais do SQL Server com as diferenças a seguir.

    • Nomes de banco de dados não podem começar com rdsadmin.

    • Não podem começar ou terminar com um espaço ou uma tabulação.

    • Não podem conter nenhum dos caracteres que criam uma nova linha.

    • Não podem conter aspas simples (').

Suporte a classes de instâncias de banco de dados para o Microsoft SQL Server

A capacidade de computação e memória de uma instância de banco de dados é determinada de acordo com sua classe de instância de banco de dados. A classe de instância de banco de dados da qual você precisa depende dos requisitos de energia e memória de processamento. Para obter mais informações, consulte Classes de instância de banco de dados .

A lista a seguir das classes de instância de banco de dados compatíveis para o Microsoft SQL Server é fornecida aqui para sua comodidade. Para obter a lista mais atual, consulte o console do RDS:https://console.aws.amazon.com/rds/.

Edição do SQL Server Faixa de suporte para 2019 Faixa de suporte para 2017 e 2016 Faixa de suporte para 2014 e 2012

Edição Enterprise

db.t3.xlargedb.t3.2xlarge

db.r5.xlargedb.r5.24xlarge

db.r5b.xlargedb.r5b.24xlarge

db.r5d.xlargedb.r5d.24xlarge

db.r6i.xlargedb.r6i.32xlarge

db.m5.xlargedb.m5.24xlarge

db.m5d.xlargedb.m5d.24xlarge

db.m6i.xlargedb.m6i.32xlarge

db.x1.16xlargedb.x1.32xlarge

db.x1e.xlargedb.x1e.32xlarge

db.z1d.xlargedb.z1d.12xlarge

db.t3.xlargedb.t3.2xlarge

db.r3.xlargedb.r3.8xlarge

db.r4.xlargedb.r4.16xlarge

db.r5.xlargedb.r5.24xlarge

db.r5b.xlargedb.r5b.24xlarge

db.r5d.xlargedb.r5d.24xlarge

db.r6i.xlargedb.r6i.32xlarge

db.m4.xlargedb.m4.16xlarge

db.m5.xlargedb.m5.24xlarge

db.m5d.xlargedb.m5d.24xlarge

db.m6i.xlargedb.m6i.32xlarge

db.x1.16xlargedb.x1.32xlarge

db.x1e.xlargedb.x1e.32xlarge

db.z1d.xlargedb.z1d.12xlarge

db.t3.xlargedb.t3.2xlarge

db.r3.xlargedb.r3.8xlarge

db.r4.xlargedb.r4.8xlarge

db.r5.xlargedb.r5.24xlarge

db.r5b.xlargedb.r5b.24xlarge

db.r5d.xlargedb.r5d.24xlarge

db.r6i.xlargedb.r6i.32xlarge

db.m4.xlargedb.m4.10xlarge

db.m5.xlargedb.m5.24xlarge

db.m5d.xlargedb.m5d.24xlarge

db.m6i.xlargedb.m6i.32xlarge

db.x1.16xlargedb.x1.32xlarge

Edição Standard

db.t3.xlargedb.t3.2xlarge

db.r5.largedb.r5.24xlarge

db.r5b.largedb.r5b.24xlarge

db.r5d.largedb.r5d.24xlarge

db.r6i.largedb.r6i.8xlarge

db.m5.largedb.m5.24xlarge

db.m5d.largedb.m5d.24xlarge

db.m6i.largedb.m6i.8xlarge

db.x1.16xlargedb.x1.32xlarge

db.x1e.xlargedb.x1e.32xlarge

db.z1d.largedb.z1d.12xlarge

db.t3.xlargedb.t3.2xlarge

db.r4.largedb.r4.16xlarge

db.r5.largedb.r5.24xlarge

db.r5b.largedb.r5b.24xlarge

db.r5d.largedb.r5d.24xlarge

db.r6i.largedb.r6i.8xlarge

db.m4.largedb.m4.16xlarge

db.m5.largedb.m5.24xlarge

db.m5d.largedb.m5d.24xlarge

db.m6i.largedb.m6i.8xlarge

db.x1.16xlargedb.x1.32xlarge

db.x1e.xlargedb.x1e.32xlarge

db.z1d.largedb.z1d.12xlarge

db.t3.xlargedb.t3.2xlarge

db.r3.largedb.r3.8xlarge

db.r4.largedb.r4.8xlarge

db.r5.largedb.r5.24xlarge

db.r5b.largedb.r5b.24xlarge

db.r5d.largedb.r5d.24xlarge

db.r6i.largedb.r6i.8xlarge

db.m3.mediumdb.m3.2xlarge

db.m4.largedb.m4.10xlarge

db.m5.largedb.m5.24xlarge

db.m5d.largedb.m5d.24xlarge

db.m6i.largedb.m6i.8xlarge

db.x1.16xlargedb.x1.32xlarge

Edição Web

db.t3.smalldb.t3.2xlarge

db.r5.largedb.r5.4xlarge

db.r5b.largedb.r5b.4xlarge

db.r5d.largedb.r5d.4xlarge

db.r6i.largedb.r6i.4xlarge

db.m5.largedb.m5.4xlarge

db.m5d.largedb.m5d.4xlarge

db.m6i.largedb.m6i.4xlarge

db.z1d.largedb.z1d.3xlarge

db.t2.smalldb.t2.medium

db.t3.smalldb.t3.2xlarge

db.r4.largedb.r4.2xlarge

db.r5.largedb.r5.4xlarge

db.r5b.largedb.r5b.4xlarge

db.r5d.largedb.r5d.4xlarge

db.r6i.largedb.r6i.4xlarge

db.m4.largedb.m4.4xlarge

db.m5.largedb.m5.4xlarge

db.m5d.largedb.m5d.4xlarge

db.m6i.largedb.m6i.4xlarge

db.z1d.largedb.z1d.3xlarge

db.t2.smalldb.t2.medium

db.t3.smalldb.t3.2xlarge

db.r3.largedb.r3.2xlarge

db.r4.largedb.r4.2xlarge

db.r5.largedb.r5.4xlarge

db.r5b.largedb.r5b.4xlarge

db.r5d.largedb.r5d.4xlarge

db.r6i.largedb.r6i.4xlarge

db.m3.mediumdb.m3.2xlarge

db.m4.largedb.m4.4xlarge

db.m5.largedb.m5.4xlarge

db.m5d.largedb.m5d.4xlarge

db.m6i.largedb.m6i.4xlarge

Edição Express

db.t3.smalldb.t3.xlarge

db.t2.microdb.t2.medium

db.t3.smalldb.t3.xlarge

db.t2.microdb.t2.medium

db.t3.smalldb.t3.xlarge

Segurança do Microsoft SQL Server

O mecanismo de banco de dados do Microsoft SQL Server usa segurança baseada na função. O nome de usuário mestre que você usa ao criar uma instância de banco de dados é um login de autenticação do SQL Server que é um membro das funções fixas de servidor processadmin, public e setupadmin.

Qualquer usuário que crie um banco de dados é atribuído à função db_owner desse banco de dados e tem todas as permissões no nível do banco de dados, exceto para aquelas usadas para backups. O Amazon RDS gerencia backups para você.

As seguintes funções no nível do servidor não estão disponíveis no Amazon RDS for SQL Server:

  • bulkadmin

  • dbcreator

  • diskadmin

  • securityadmin

  • serveradmin

  • sysadmin

As seguintes permissões no nível do servidor não estão disponíveis em instâncias de banco de dados do RDS for SQL Server:

  • ALTERAR QUALQUER BANCO DE DADOS

  • ALTER ANY EVENT NOTIFICATION

  • ALTER RESOURCES

  • ALTER SETTINGS (você pode usar as operações de API do grupo de parâmetros de banco de dados para modificar os parâmetro; para obter mais informações, consulte Trabalhar com grupos de parâmetros)

  • AUTHENTICATE SERVER

  • CONTROL_SERVER

  • CREATE DDL EVENT NOTIFICATION

  • CREATE ENDPOINT

  • CREATE SERVER ROLE

  • CREATE TRACE EVENT NOTIFICATION

  • DESCARTAR QUALQUER BANCO DE DADOS

  • EXTERNAL ACCESS ASSEMBLY

  • SHUTDOWN (Você pode usar a opção de reinicialização do RDS em vez disso)

  • UNSAFE ASSEMBLY

  • ALTER ANY AVAILABILITY GROUP (SQL Server 2012 somente)

  • CREATE ANY AVAILABILITY GROUP (SQL Server 2012 somente)

Suporte ao programa de conformidade de instâncias de banco de dados do Microsoft SQL Server

AWSOs serviços da no escopo foram totalmente avaliados por um auditor terceirizado e resultam em uma certificação, declaração de conformidade ou Authority to Operate (ATO, Autoridade para operar). Para obter mais informações, consulte Serviços da AWS no escopo por programa de conformidade.

Suporte HIPAA para instâncias de banco de dados para o Microsoft SQL Server

Você pode usar bancos de dados do Amazon RDS for Microsoft SQL Server para criar aplicativos em conformidade com a norma HIPAA. É possível armazenar informações relacionadas à saúde, inclusive informações de saúde protegidas (PHI), sob um Acordo de associado comercial (BAA) com AWS. Para obter mais informações, consulte Conformidade com a HIPAA.

O Amazon RDS for SQL Server oferece suporte a HIPAA para as seguintes versões e edições:

  • SQL Server 2019 edições Enterprise, Standard e Web

  • SQL Server 2017 edições Enterprise, Standard e Web

  • SQL Server 2016 edições Enterprise, Standard e Web

  • SQL Server 2014 edições Enterprise, Standard e Web

  • SQL Server 2012 edições Enterprise, Standard e Web

Para permitir suporte a HIPAA na instância de banco de dados, configure os três componentes a seguir.

Componente Detalhes

Auditoria

Para configurar a auditoria, defina o parâmetro rds.sqlserver_audit como o valor fedramp_hipaa. Se a instância de banco de dados não estiver usando um parameter group de banco de dados personalizado, você deverá criar um parameter group personalizado e anexá-lo à instância de banco de dados para modificar o parâmetro rds.sqlserver_audit. Para obter mais informações, consulte Trabalhar com grupos de parâmetros.

Criptografia de transporte

Para configurar a criptografia de transporte, force todas as conexões para a instância de banco de dados para usar Secure Sockets Layer (SSL). Para obter mais informações, consulte Forçar conexões à sua instância de banco de dados para usar o SSL.

Criptografia em repouso

Para configurar a criptografia em repouso, você tem duas opções:

  1. Se você estiver executando o SQL Server 2012–2019 Enterprise Edition ou 2019 Standard Edition, você pode usar o Transparent Data Encryption (TDE) para obter criptografia em repouso. Para obter mais informações, consulte Suporte para criptografia de dados transparente no SQL Server.

  2. Você pode configurar a criptografia em repouso usando as chaves de criptografia do AWS Key Management Service (AWS KMS). Para obter mais informações, consulte Criptografar recursos do Amazon RDS.

Suporte do SSL a instâncias de banco de dados do Microsoft SQL Server

Você pode usar SSL para criptografar conexões entre seus aplicativos e suas instâncias de banco de dados do Amazon RDS executando o Microsoft SQL Server. Você também pode forçar todas as conexões à instância de banco de dados a usarem SSL. Se você forçar as conexões a usarem o SSL, isso acontece de forma transparente para o cliente, e o cliente não precisa fazer nada para usar o SSL.

O SSL tem suporte em todas as regiões AWS e em todas as edições compatíveis do SQL Server. Para obter mais informações, consulte Uso do SSL com uma instância de banco de dados do Microsoft SQL Server.

Versões do Microsoft SQL Server no Amazon RDS

Você pode especificar qualquer versão atualmente com suporte do Microsoft SQL Server ao criar uma nova instância de banco de dados. Você pode especificar a versão principal do Microsoft SQL Server (como o Microsoft SQL Server 14.00) e qualquer versão secundária com suporte para a versão principal especificada. Se nenhuma versão for especificada, o Amazon RDS usará uma versão compatível por padrão, geralmente a versão mais recente. Se uma versão principal for especificada, mas uma versão secundária não, o Amazon RDS usará por padrão um lançamento recente da versão principal que você especificou.

A tabela a seguir mostra as versões compatíveis para todas as edições e todas as regiões AWS, exceto onde indicado. Também é possível usar o comando da AWS CLI describe-db-engine-versions pra ver uma lista de versões compatíveis, bem como os padrões para as instâncias de bancos de dados recém-criadas.

Versões do SQL Server compatíveis com o RDS
Versão principal Versão secundária API do RDS EngineVersion e CLI engine-version
SQL Server 2019

15.00.4153.1 (CU12)

15.00.4073.23 (CU8)

15.00.4043.16 (CU5)

15.00.4153.1.v1

15.00.4073.23.v1

15.00.4043.16.v1

SQL Server 2017

14.00.3401.7 (CU25)

14.00.3381.3 (CU23)

14.00.3356.20 (22 CU22)

14.00.3294.2 (CU20)

14.00.3401.7.v1

14.00.3381.3.v1

14.00.3356.20.v1

14.00.3294.2.v1

SQL Server 2016

13.00.5882.1 (SP2 CU16)

13.00.5850.14 (SP2 CU15)

13.00.5820.21 (SP2 CU13)

13.00.5882.1.v1

13.00.5850.14.v1

13.00.5820.21.v1

SQL Server 2014

12.00.6329.1 (SP3 CU4)

12.00.6293.0 (SP3 CU3)

12.00.5571.0 (SP2 CU10)

12.00.6329.1.v1

12.00.6293.0.v1

12.00.5571.0.v1

SQL Server 2012

11.00.7493.4 (SP4 GDR)

11.00.7462.6 (SP4 GDR)

11.00.6594.0 (SP3 CU8)

11.00.7493.4.v1

11.00.7462.6.v1

11.00.6594.0.v1

Gerenciamento de versão no Amazon RDS

O Amazon RDS inclui gerenciamento de versão flexível que permite controlar quando e como sua instância de banco de dados é corrigida ou atualizada. Isso permite que você faça o seguinte para o seu mecanismo de banco de dados:

  • Mantenha a compatibilidade com versões de patch do mecanismo de banco de dados

  • Teste novas versões de patches para verificar se elas funcionam com o aplicativo antes de implantá-las na produção

  • Planeje e realize atualizações de versão para atender aos contratos de nível de serviço e requisitos de tempo

Aplicação de patch de mecanismos do Microsoft SQL Server no Amazon RDS

O Amazon RDS agrega periodicamente patches oficiais do banco de dados do Microsoft SQL Server em uma versão do mecanismo de instância de banco de dados específica para o Amazon RDS. Para obter mais informações sobre os patches do Microsoft SQL Server em cada versão de mecanismo, consulte Suporte a versões e recursos no Amazon RDS.

No momento, você executa manualmente todas as atualizações de mecanismo em sua instância de banco de dados. Para obter mais informações, consulte Atualizar o mecanismo de banco de dados Microsoft SQL Server.

Programação de descontinuação para versões principais do mecanismo do Microsoft SQL Server no Amazon RDS

A tabela a seguir exibe a programação planejada de reprovações para as principais versões do mecanismo do Microsoft SQL Server.

Data Informações
12 de julho de 2022

A Microsoft interromperá as atualizações de patch críticas para o SQL Server 2012. Para obter mais informações, consulte a página Microsoft SQL Server 2012 na documentação da Microsoft.

1º de junho de 2022

O Amazon RDS planeja encerrar o suporte ao Microsoft SQL Server 2012 no RDS para SQL Server. Na ocasião, todas as instâncias restantes serão agendadas para migrar para o SQL Server 2014 (versão secundária mais recente disponível). Para obter mais informações, consulte Anúncio: Fim do suporte do Amazon RDS for SQL Server às versões principais do SQL Server 2012.

Para evitar uma atualização automática para o Microsoft SQL Server 2012, você poderá atualizar no momento que for mais conveniente. Para obter mais informações, consulte Atualizar a versão de mecanismo de uma instância de banco de dados.

1º de setembro de 2021 O Amazon RDS está começando a desabilitar a criação de instâncias de banco de dados RDS for SQL Server usando o Microsoft SQL Server 2012. Para obter mais informações, consulte Anúncio: Fim do suporte do Amazon RDS for SQL Server às versões principais do SQL Server 2012.
12 de julho de 2019

A equipe do Amazon RDS substituiu o suporte do Microsoft SQL Server 2008 R2 em junho de 2019. As instâncias restantes do Microsoft SQL Server 2008 R2 estão migrando para o SQL Server 2012 (versão secundária mais recente disponível).

Para evitar uma atualização automática para o Microsoft SQL Server 2008 R2, você pode atualizar no momento que for mais conveniente. Para obter mais informações, consulte Atualizar a versão de mecanismo de uma instância de banco de dados.

25 de abril de 2019 Antes do final de abril de 2019, não será mais possível criar novas instâncias de banco de dados do Amazon RDS for SQL Server usando o Microsoft SQL Server 2008R2.

Recursos do Microsoft SQL Server no Amazon RDS

As versões compatíveis do SQL Server no Amazon RDS incluem os recursos a seguir. Em geral, uma versão também inclui recursos das versões anteriores, a menos que indicado de outra forma na documentação da Microsoft.

Recursos do Microsoft SQL Server 2019

O SQL Server 2019 inclui muitos recursos novos, como os seguintes:

  • Recuperação acelerada de banco de dados (ADR) – reduz o tempo de recuperação de falhas após uma reinicialização ou uma reversão de transação de longa execução.

  • Processamento de consultas inteligente (IQP):

    • Feedback de concessão de memória no modo de linha – corrige automaticamente o excesso de concessões que, de outra forma, resultaria em perda de memória e simultaneidade reduzida.

    • Modo de lote no rowstore – permite a execução do modo de lote para workloads analíticas sem a necessidade de índices columnstore.

    • Compilação adiada de variável de tabela – melhora a qualidade do plano e a performance geral para consultas que fazem referência a variáveis de tabela.

  • Performance inteligente:

    • OPTIMIZE_FOR_SEQUENTIAL_KEYOpção de índice – melhora a taxa de transferência para inserções de alta simultaneidade em índices.

    • Maior escalabilidade de pontos de verificação indiretos – ajuda os bancos de dados com workloads DML pesadas.

    • Atualizações simultâneas de espaço livre de página (PFS) – permite o manuseio como uma trava compartilhada em vez de uma trinca exclusiva.

  • Monitorar melhorias:

    • WAIT_ON_SYNC_STATISTICS_REFRESHTipo de espera – mostra o tempo acumulado no nível da instância gasto em operações de atualização de estatísticas síncronas.

    • Configurações com escopo de banco de dados – Incluem LIGHTWEIGHT_QUERY_PROFILING e LAST_QUERY_PLAN_STATS.

    • Funções de gerenciamento dinâmicas (DMFs) – incluem sys.dm_exec_query_plan_stats e sys.dm_db_page_info.

  • Avisos de truncamento detalhados – a mensagem de erro de truncamento de dados usa como padrão a inclusão de nomes de tabela e de coluna e o valor truncado.

  • Criação de índice online retomável – no SQL Server 2017, há suporte somente à recriação de índice online retomável.

Para obter a lista completa de recursos do SQL Server 2019, consulte Novidades no SQL Server 2019 (15.x) na documentação da Microsoft.

Para ver uma lista de recursos não compatíveis, consulte Recursos não compatíveis e recursos com suporte limitado.

Recursos do Microsoft SQL Server 2017

O SQL Server 2017 inclui muitos recursos novos, como os seguintes:

  • Processamento de consulta adaptável

  • Correção automática do plano (um recurso de ajuste automático)

  • GraphDB

  • Recompilações de índice resumível

Para obter a lista completa de recursos do SQL Server 2017, consulte Novidades no SQL Server 2017 na documentação da Microsoft.

Para ver uma lista de recursos não compatíveis, consulte Recursos não compatíveis e recursos com suporte limitado.

Recursos do Microsoft SQL Server 2016

O Amazon RDS oferece suporte aos seguintes recursos do SQL Server 2016:

  • Sempre criptografado

  • Suporte para JSON

  • Análise operacional

  • Armazenamento de consultas

  • Tabelas temporais

Para obter a lista completa de recursos do SQL Server 2016, consulte Novidades no SQL Server 2016 na documentação da Microsoft.

Recursos do Microsoft SQL Server 2014

Além dos recursos compatíveis do SQL Server 2012, o Amazon RDS suporta o novo otimizador de consulta disponível no SQL Server 2014 e também o recurso de durabilidade atrasada.

Para ver uma lista de recursos não compatíveis, consulte Recursos não compatíveis e recursos com suporte limitado.

O SQL Server 2014 suporta todos os parâmetros do SQL Server 2012 e usa os mesmos valores padrão. O SQL Server 2014 inclui um novo parâmetro, o padrão de soma de verificação de backup. Para obter mais informações, consulte Como habilitar a opção CHECKSUM se os utilitários de backup não exibirem a opção na documentação da Microsoft.

Recursos do Microsoft SQL Server 2012

Além dos recursos compatíveis do SQL Server 2008 R2, o Amazon RDS suporta os seguintes recursos do SQL Server 2012:

  • Índices Columnstore (Enterprise Edition)

  • Criação de índice online, Recriação e descarte para XML, varchar(max), nvarchar(max) e tipos de dados varbinary(max) (Enterprise Edition)

  • Funções flexíveis de servidor

  • O Service Broker é compatível. Os endpoints do Service Broker não são compatíveis.

  • Bancos de dados parcialmente contidos

  • Sequências

  • Criptografia de dados transparente (apenas Enterprise Edition)

  • Instrução THROW

  • Tipos espaciais novos e aprimorados

  • Suporte a UTF-16

  • Permissão no nível do servidor ALTER ANY SERVER ROLE

  • Grupos de arquivos secundários (definidos pelo usuário)

Para obter mais informações sobre o SQL Server 2012, consulte Recursos compatíveis com as edições do SQL Server 2012 na documentação da Microsoft.

Para ver uma lista de recursos não compatíveis, consulte Recursos não compatíveis e recursos com suporte limitado.

Alguns parâmetros do SQL Server mudaram no SQL Server 2012.

  • Os seguintes parâmetros foram removidos do SQL Server 2012: awe enabled, precompute rank e sql mail xps. Esses parâmetros não eram modificáveis nas instâncias de banco de dados do SQL Server e sua remoção não deve impactar no uso do SQL Server.

  • Um novo parâmetro contained database authentication no SQL Server 2012 oferece suporte a bancos de dados parcialmente contidos. Ao habilitar esse parâmetro e criar um banco de dados parcialmente contido, o nome de usuário e a senha de um usuário autorizado são armazenados no banco de dados parcialmente contido em vez do banco de dados primário. Para obter mais informações sobre bancos de dados parcialmente contidos, consulte Bancos de dados contidos na documentação da Microsoft.

Microsoft SQL Server 2008 R2 obsoleto no Amazon RDS

Estamos atualizando todas as instâncias existentes que ainda estão usando o SQL Server 2008 R2 para a versão secundária mais recente do SQL Server 2012. Para obter mais informações, consulte Gerenciamento de versão no Amazon RDS.

Para obter mais informações sobre o SQL Server 2008 R2, consulte Features Supported by the Editions of SQL Server 2008 R2 na documentação da Microsoft.

Compatibilidade entre captura de dados de alteração e instâncias de banco de dados do Microsoft SQL Server

O Amazon RDS comporta captura de dados de alteração (CDC) em instâncias de banco de dados que estejam executando o Microsoft SQL Server. A CDC captura alterações feitas nos dados de suas tabelas e armazena metadados sobre cada alteração que podem ser acessados posteriormente. Para obter mais informações, consulte Captura de dados de alteração na documentação da Microsoft.

O Amazon RDS comporta captura de dados de alteração (CDC) nas seguintes edições e versões do SQL Server:

  • Microsoft SQL Server Enterprise Edition (Todas as versões)

  • Microsoft SQL Server Standard Edition:

    • 2019

    • 2017

    • 2016 versão 13.00.4422.0 SP1 CU2 e posterior

Para usar a CDC com instâncias de banco de dados do Amazon RDS, primeiro ative ou desative a CDC no nível de banco de dados usando os procedimentos armazenados fornecidos pelo RDS. Depois disso, qualquer usuário com a função db_owner para esse banco de dados pode usar os procedimentos armazenados nativos da Microsoft para controlar a CDC nesse banco de dados. Para obter mais informações, consulte Usar a captura de dados de alteração.

Você pode usar a CDC e o AWS Database Migration Service para ativar a replicação contínua de instâncias de banco de dados do SQL Server.

Recursos não compatíveis e recursos com suporte limitado

Os recursos do Microsoft SQL Server a seguir não são compatíveis com o Amazon RDS:

  • Fazer backup no armazenamento de Blobs do Microsoft Azure

  • Extensão do grupo de buffer

  • Gerenciar políticas de senha

  • Data Quality Services

  • Envio de logs de banco de dados

  • Snapshots de banco de dados (o Amazon RDS aceita somente snapshots de instância de banco de dados)

  • Procedimentos armazenados estendidos, incluindo xp_cmdshell

  • Suporte a FILESTREAM

  • Tabelas de arquivos

  • Serviços de Machine Learning e R (requer acesso ao SO para instalar)

  • Planos de manutenção

  • Coletor de dados de performance

  • Gerenciamento baseado em políticas

  • PolyBase

  • Replicação

  • Regulador de recursos

  • Triggers no nível do servidor

  • Endpoints do Service Broker

  • Stretch database

  • Endpoints T-SQL (todas as operações que usam CREATE ENDPOINT não estão disponíveis)

  • WCF Data Services

Os seguintes recursos do Microsoft SQL Server têm suporte limitado no Amazon RDS:

Implantações Multi-AZ usando o espelhamento de banco de dados ou os grupos de disponibilidade Always On do Microsoft SQL Server

O Amazon RDS oferece suporte a implantações Multi-AZ para instâncias de bancos de dados que executem o Microsoft SQL Server usando o SQL Server Database Mirroring (DBM) ou Grupos de disponibilidade AlwaysOn. As implantações Multi-AZ oferecem maior disponibilidade, durabilidade de dados e tolerância a falhas para instâncias de banco de dados. No caso de uma manutenção planejada do banco de dados ou de uma interrupção do serviço não planejada, o Amazon RDS faz failover automático para a réplica secundária atualizada. Dessa maneira, as operações do banco de dados podem ser retomadas rapidamente sem intervenção manual. As instâncias primária e secundária usam o mesmo endpoint, cujo endereço de rede física faz a transição para a réplica secundária passiva como parte do processo de failover. Não é necessário reconfigurar seu aplicativo quando ocorre um failover.

O Amazon RDS gerencia o failover monitorando ativamente sua implantação Multi-AZ e iniciando um failover quando ocorre um problema com o primário. O failover não ocorrerá, a menos que o modo em espera e o primário estejam totalmente sincronizados. O Amazon RDS mantém ativamente a implantação Multi-AZ reparando automaticamente instâncias de banco de dados não íntegras e restabelecendo a replicação síncrona. Você não precisa gerenciar tudo. O Amazon RDS processa as instâncias primária, testemunha e em espera para você. Quando você configura o SQL Server Multi-AZ, o RDS define instâncias secundárias passivas para todos os bancos de dados na instância.

Para obter mais informações, consulte Implantações multi-AZ para o Amazon RDS for Microsoft SQL Server.

Uso da criptografia de dados transparente para criptografar dados em repouso

O Amazon RDS oferece suporte a criptografia de dados transparente (TDE) do Microsoft SQL Server, que codifica de forma transparente os dados armazenados. O Amazon RDS usa grupos de opções para habilitar e configurar esses recursos. Para mais informações sobre as opções da TDE, consulte Suporte para criptografia de dados transparente no SQL Server.

Funções e procedimentos armazenados do Amazon RDS for Microsoft SQL Server

A tabela a seguir lista procedimentos armazenados e funções do Amazon RDS que ajudam a automatizar tarefas do SQL Server.

Procedimentos armazenados e funções do SQL Server
Tipo de tarefa Procedimento ou função Onde é usado
Tarefas administrativas rds_drop_database Eliminar um banco de dados do Microsoft SQL Server
rds_failover_time Determinar o último tempo de failover
rds_modify_db_name Renomear um banco de dados do Microsoft SQL Server em uma implantação Multi-AZ
rds_read_error_log Visualizar logs do agente ou erros
rds_set_configuration

Define várias configurações de instância de banco de dados:

rds_set_database_online Transição de um banco de dados do Microsoft SQL Server de OFFLINE para ONLINE
rds_show_configuration

Mostra valores definidos usando rds_set_configuration:

rds_shrink_tempdbfile Recolher o banco de dados tempdb
Captura de dados de alteração (CDC) rds_cdc_disable_db Desabilitar CDC
rds_cdc_enable_db Habilitar o CDC
Correspondência de banco de dados rds_fn_sysmail_allitems Visualizar mensagens, logs e anexos
rds_fn_sysmail_event_log Visualizar mensagens, logs e anexos
rds_fn_sysmail_mailattachments Visualizar mensagens, logs e anexos
rds_sysmail_control

Iniciando e interrompendo a fila de email:

rds_sysmail_delete_mailitems_sp Excluir mensagens
Backup e restauração nativos rds_backup_database Realização de backup de um banco de dados
rds_cancel_task Cancelar uma tarefa
rds_finish_restore Concluir uma restauração de banco de dados
rds_restore_database Restaurar um banco de dados
rds_restore_log Restaurar um log
Transferência de arquivos do Amazon S3 rds_delete_from_filesystem Excluir arquivos na instância de banco de dados do RDS
rds_download_from_s3 Fazer download de arquivos de um bucket do Amazon S3 em uma instância de banco de dados SQL Server
rds_gather_file_details Listar arquivos na instância de banco de dados do RDS
rds_upload_to_s3 Fazer upload de arquivos de uma instância de banco de dados SQL Server para um bucket do Amazon S3
Microsoft Distributed Transaction Coordinator (MSDTC) rds_msdtc_transaction_tracing Usar rastreamento de transações
Auditoria do SQL Server rds_fn_get_audit_file Visualizar logs de auditoria
Microsoft Business Intelligence (MSBI) rds_msbi_task

SQL Server Analysis Services (SSAS):

SQL Server Integration Services (SSIS):

SQL Server Reporting Services (SSRS):

rds_fn_task_status

Mostra o status das tarefas do MSBI:

SSIS rds_drop_ssis_database Eliminar o banco de dados SSISDB
rds_sqlagent_proxy Criar um proxy do SSIS
SSRS rds_drop_ssrs_databases Excluir os bancos de dados do SSRS

Fuso horário local para instâncias de banco de dados do Microsoft SQL Server

O fuso horário de uma instância de banco de dados do Amazon RDS que executa o Microsoft SQL Server é definida por padrão. O padrão atual é Universal Coordinated Time (UTC). Você pode definir o fuso horário de sua instância de banco de dados como um fuso horário local, para combinar o fuso horário de seus aplicativos.

Você define o fuso horário ao criar sua instância de banco de dados. É possível criar a instância de banco de dados usando o AWS Management Console, a ação CreateDBInstance da API do Amazon RDS ou o comando create-db-instance da AWS CLI.

Se a sua instância de banco de dados fizer parte de uma implantação Multi-AZ (usando o recurso DBM ou AG do SQL Server), durante o failover, seu fuso horário permanecerá como o fuso horário local que você configurou. Para obter mais informações, consulte Implantações Multi-AZ usando o espelhamento de banco de dados ou os grupos de disponibilidade Always On do Microsoft SQL Server.

Ao solicitar uma restauração point-in-time, especifique a hora da restauração. A hora é mostrada no fuso horário local. Para obter mais informações, consulte Restauração de uma instância de banco de dados para um tempo especificado.

As limitações a seguir se aplicam ao definir o fuso horário local em sua instância de banco de dados:

  • Não é possível modificar o fuso horário de uma instância de banco de dados existente do SQL Server.

  • Não é possível restaurar um snapshot de uma instância de banco de dados em um fuso horário para uma instância de banco de dados em um fuso horário diferente.

  • Recomendamos que não restaure um arquivo de backup de um fuso horário em um fuso horário diferente. Se você restaurar um arquivo de backup a partir de um fuso horário para um fuso horário diferente, é preciso auditar as consultas e aplicativos quanto à alteração de fuso horário. Para obter mais informações, consulte Importar e exportar bancos de dados do SQL Server.

Fusos horários compatíveis

Você pode definir seu fuso horário local como um dos valores listados na seguinte tabela.

Fusos horários compatíveis com o Amazon RDS no SQL Server

Time zone (Fuso horário)

Compensação de tempo padrão

Descrição

Observações

Hora Padrão do Afeganistão

(UTC+04:30)

Kabul

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Alasca

(UTC–09:00)

Alasca

Hora Padrão Aleutiano

(UTC–10:00)

Ilhas Aleutas

Hora Padrão de Altai

(UTC+07:00)

Barnaul, Gorno-Altaysk

Hora Padrão Árabe

(UTC+03:00)

Kuwait, Riade

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão da Arábia

(UTC+04:00)

Abu Dhabi, Muscat

Hora Padrão Árabe

(UTC+03:00)

Bagdá

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão da Argentina

(UTC–03:00)

Cidade de Buenos Aires

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Astracã

(UTC+04:00)

Astracã, Ulianovsk

Hora Padrão do Atlântico

(UTC–04:00)

Horário do Atlântico (Canadá)

Hora Padrão Central da Austrália

(UTC+09:30)

Darwin

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão Central da Austrália

(UTC+ 08:45)

Eucla

Hora Padrão do Leste da Austrália

(UTC+10:00)

Canberra, Melbourne, Sydney

Hora Padrão do Azerbaijão

(UTC+04:00)

Bacu

Hora Padrão dos Açores

(UTC–01:00)

Açores

Hora Padrão da Bahia

(UTC–03:00)

Salvador

Hora Padrão de Bangladesh

(UTC+06:00)

Daca

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão da Bielorrússia

(UTC+03:00)

Minsk

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Fuso hora padrão de Bougainville

(UTC+11:00)

Ilha de Bougainville

Hora Padrão Central do Canadá

(UTC–06:00)

Saskatchewan

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Cabo Verde

(UTC–01:00)

Ilhas de Cabo Verde

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Cáucaso

(UTC+04:00)

Erevan

Hora Padrão da Austrália Central

(UTC+09:30)

Adelaide

Hora Padrão da América Central

(UTC–06:00)

América Central

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão da Ásia Central

(UTC+06:00)

Astana

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão Central do Brasil

(UTC–04:00)

Cuiabá

Hora Padrão Central da Europa

(UTC+01:00)

Belgrado, Bratislava, Budapeste, Ljubljana, Praga

Hora Oficial da Europa Central

(UTC+01:00)

Sarajevo, Skopje, Varsóvia, Zagreb

Hora Padrão Central do Pacífico

(UTC+11:00)

Ilhas Salomão, Nova Caledônia

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão Central

(UTC–06:00)

Horário Central (EUA e Canadá)

Hora Padrão Central (México)

(UTC–06:00)

Guadalajara, Cidade do México, Monterrey

Fuso horário padrão das Ilhas Chatham

(UTC+ 12:45)

Ilhas Chatham

Hora Padrão da China

(UTC+08:00)

Pequim, Chongqing, Hong Kong, Urumqi

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Cuba

(UTC–05:00)

Havana

Hora Padrão da Linha de Data

(UTC–12:00)

Linha Internacional de Data Oeste

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Horário padrão da África Oriental

(UTC+03:00)

Nairóbi

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Horário padrão da Austrália Oriental

(UTC+10:00)

Brisbane

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Horário padrão da Europa Oriental

(UTC+02:00)

Chisinau

Horário padrão da América do Sul Oriental

(UTC–03:00)

Brasília

Hora Padrão da Ilha de Páscoa

(UTC–06:00)

Ilha de Páscoa

Hora Oficial do Leste dos EUA

(UTC–05:00)

Hora do Leste (EUA e Canadá)

Hora Padrão do Leste (México)

(UTC–05:00)

Chetumal

Hora Padrão do Egito

(UTC+02:00)

Cairo

Hora Padrão de Ekaterinburg

(UTC+ 05:00)

Ekaterinburg

Hora Padrão de Fiji

(UTC+12:00)

Fiji

Hora Padrão de FLE

(UTC+02:00)

Helsinki, Kiev, Riga, Sofia, Talin, Vilnius

Hora Oficial da Geórgia

(UTC+04:00)

Tbilisi

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Greenwich

(UTC)

Dublin, Edimburgo, Lisboa, Londres

Esse fuso horário não é igual ao Horário do Meridiano de Greenwich. Esse fuso horário segue o horário de verão.

Hora Oficial da Groenlândia

(UTC–03:00)

Groenlândia

Hora Oficial de Greenwich

(UTC)

Monróvia, Reykjavik

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Oficial GTB

(UTC+02:00)

Atenas, Bucareste

Hora Padrão do Haiti

(UTC–05:00)

Haiti

Hora Oficial do Havaí

(UTC–10:00)

Havaí

Hora Oficial da Índia

(UTC+05:30)

Chennai, Kolkata, Mumbai, Nova Deli

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Irã

(UTC+ 03:30)

Teerão

Hora Padrão de Israel

(UTC+02:00)

Jerusalém

Hora Padrão da Jordânia

(UTC+02:00)

Amã

Hora Padrão de Kaliningrado

(UTC+02:00)

Kaliningrado

Hora Padrão de Kamchatka

(UTC+12:00)

Petropavlovsk-Kamchatsky – antigo

Hora Padrão da Coreia

(UTC+09:00)

Seul

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão da Líbia

(UTC+02:00)

Trípoli

Hora Padrão das Ilhas Line

(UTC+ 14:00)

Ilha Kiritimati

Hora Padrão de Lord Howe

(UTC+ 10:30)

Ilha de Lord Howe

Hora Padrão de Magadan

(UTC+11:00)

Magadan

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Magallanes

(UTC–03:00)

Punta Arenas

Hora Padrão do Marquesas

(UTC–09:30)

Ilhas Marquesas

Hora Padrão das Ilhas Maurício

(UTC+04:00)

Port Louis

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Oriente Médio

(UTC+02:00)

Beirute

Hora Padrão de Montevidéu

(UTC–03:00)

Montevidéu

Hora Padrão de Marrocos

(UTC+01:00)

Casablanca

Hora Oficial das Montanhas

(UTC–07:00)

Horário das Montanhas (EUA e Canadá)

Hora Oficial das Montanhas (México)

(UTC–07:00)

Chihuahua, La Paz, Mazatlan

Hora Padrão de Mianmar

(UTC+ 06:30)

Rangum (Rangum)

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Horário padrão do Norte da Ásia do Central

(UTC+07:00)

Novosibirsk

Hora Padrão da Namíbia

(UTC+02:00)

Windhoek

Hora Padrão do Nepal

(UTC+ 05:45)

Katmandu

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Oficial da Nova Zelândia

(UTC+12:00)

Auckland, Wellington

Hora Oficial de Newfoundland

(UTC–03:30)

Newfoundland

Hora Padrão de Norfolk

(UTC+11:00)

Ilha Norfolk

Hora Padrão do Nordeste da Ásia

(UTC+08:00)

Irkutsk

Hora Padrão do Norte da Ásia

(UTC+07:00)

Krasnoyarsk

Hora Padrão da Coreia do Norte

(UTC+09:00)

Pyongyang

Hora Padrão de Omsk

(UTC+06:00)

Omsk

Hora Padrão do Pacífico SA

(UTC–03:00)

Santiago

Hora Oficial do Pacífico

(UTC–08:00)

Horário do Pacífico (EUA e Canadá)

Hora Padrão Pacífico (México)

(UTC–08:00)

Baixa Califórnia

Hora Padrão do Paquistão

(UTC+ 05:00)

Islamabad

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Paraguai

(UTC–04:00)

Assunção

Hora Padrão de Romance

(UTC+01:00)

Bruxelas, Copenhagen, Madri, Paris

Fuso Horário da Rússia 10

(UTC+11:00)

Chokurdakh

Fuso Horário da Rússia 11

(UTC+12:00)

Anadyr, Petropavlovsk-Kamchatsky

Fuso Horário da Rússia 3

(UTC+04:00)

Izhevsk, Samara

Hora Padrão da Rússia

(UTC+03:00)

Moscou, São Petersburgo, Volgogrado

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Leste de SA

(UTC–03:00)

Cayenne, Fortaleza

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Pacífico na América do Sul

(UTC–05:00)

Bogotá, Lima, Quito, Rio Branco

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de SA Ocidental

(UTC–04:00)

Georgetown, La Paz, Manaus, San Juan

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Saint Pierre

(UTC–03:00)

Saint Pierre e Miquelon

Hora Padrão de Sacalina

(UTC+11:00)

Sacalina

Hora Padrão de Samoa

(UTC+ 13:00)

Samoa

Hora Padrão de São Tomé

(UTC+01:00)

São Tomé

Hora Padrão de Saratov

(UTC+04:00)

Saratov

Hora Padrão do Sudeste da Ásia

(UTC+07:00)

Bangkok, Hanoi, Jakarta

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Cingapura

(UTC+08:00)

Kuala Lumpur, Cingapura

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão da África do Sul

(UTC+02:00)

Harare, Pretória

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Sri Lanka

(UTC+05:30)

Sri Jayawardenepura

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Sudão

(UTC+02:00)

Cartum

Hora Padrão da Síria

(UTC+02:00)

Damasco

Hora padrão de Taipei

(UTC+08:00)

Taipei

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão da Tasmânia

(UTC+10:00)

Hobart

Hora Padrão do Tocantins

(UTC–03:00)

Araguaina

Hora Padrão de Tóquio

(UTC+09:00)

Osaka, Sapporo, Tóquio

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Tomsk

(UTC+07:00)

Tomsk

Hora Padrão de Tonga

(UTC+ 13:00)

Nuku'alofa

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Transbaikal

(UTC+09:00)

Chita

Hora Padrão da Turquia

(UTC+03:00)

Istambul

Hora Padrão de Turks e Caicos

(UTC–05:00)

Turks e Caicos

Hora Padrão de Ulaanbaatar

(UTC+08:00)

Ulaanbaatar

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão do Leste dos EUA

(UTC–05:00)

Indiana (Leste)

Hora Oficial das Montanhas (EUA)

(UTC–07:00)

Arizona

Este fuso horário não observa o horário de verão.

UTC

UTC

Tempo Universal Coordenado

Este fuso horário não observa o horário de verão.

UTC–02

(UTC–02:00)

Tempo Universal Coordenado–02

Este fuso horário não observa o horário de verão.

UTC–08

(UTC–08:00)

Tempo Universal Coordenado–08

UTC–09

(UTC–09:00)

Tempo Universal Coordenado–09

UTC–11

(UTC–11:00)

Tempo Universal Coordenado–11

Este fuso horário não observa o horário de verão.

UTC+12

(UTC+12:00)

Tempo Universal Coordenado+12

Este fuso horário não observa o horário de verão.

UTC+13

(UTC+ 13:00)

Tempo Universal Coordenado+13

Hora Padrão da Venezuela

(UTC–04:00)

Caracas

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Vladivostok

(UTC+10:00)

Vladivostok

Hora Padrão de Volgogrado

(UTC+04:00)

Volgogrado

Horário padrão da Austrália Ocidental Ocidental

(UTC+08:00)

Perth

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Horário padrão da África Central Ocidental

(UTC+01:00)

Centro-oeste da África

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Horário padrão da Europa Ocidental

(UTC+01:00)

Amsterdã, Berlim, Berna, Roma, Estocolmo, Viena

Horário Padrão da Mongólia Ocidental

(UTC+07:00)

Hovd

Hora Padrão do Oeste da Ásia

(UTC+ 05:00)

Ashgabat, Tashkent

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão da Cisjordânia

(UTC+02:00)

Gaza, Hebron

Hora Padrão do Oeste do Pacífico

(UTC+10:00)

Guam, Porto Moresby

Este fuso horário não observa o horário de verão.

Hora Padrão de Yakutsk

(UTC+09:00)

Yakutsk