O assistente de criação de novo ambiente - AWS Elastic Beanstalk

O assistente de criação de novo ambiente

Em Criar um ambiente do Elastic Beanstalk mostramos como abrir o assistente de Create new environment (Criação de ambiente) e criar um ambiente rapidamente. Escolha Create environment (Criar ambiente) para iniciar um ambiente com um nome de ambiente padrão, um domínio gerado automaticamente, um código de exemplo do aplicativo e as configurações recomendadas.

Este tópico descreve o assistente Create new environment (Criar ambiente) e todas as formas que podem ser usadas para configurar o ambiente que deseja criar.

Página principal do assistente

A página principal do assistente Create New Environment (Criar novo ambiente) começa com informações sobre a nomenclatura do novo ambiente. Defina o nome e o subdomínio do ambiente e crie uma descrição para o ambiente. Lembre-se de que essas configurações de ambiente não podem ser alteradas após a criação do ambiente.


        Página principal do assistente de criação de novo ambiente
  • Name (Nome): insira um nome para o ambiente. O formulário fornece um nome gerado.

  • Domain (Domínio): (ambientes de servidor Web) insira um nome de domínio exclusivo para o ambiente. O nome padrão é o nome do ambiente. Você pode inserir outro nome de domínio. O Elastic Beanstalk usa esse nome para criar um CNAME exclusivo para o ambiente. Para verificar se o nome do domínio desejado está disponível, escolha Check Availability (Verificar disponibilidade).

  • Description (Descrição): insira uma descrição para esse ambiente.

Selecionar uma plataforma para o novo ambiente

Você pode criar um novo ambiente a partir de dois tipos de plataformas:

  • Plataforma gerenciada

  • Plataforma personalizada

Plataforma gerenciada

Na maioria dos casos, é usada uma plataforma gerenciada do Elastic Beanstalk para seu novo ambiente. Quando o assistente de novo ambiente inicia, ele seleciona a opção Managed platform (Plataforma gerenciada) por padrão, conforme mostrado na captura de tela a seguir.


          Opção Managed platform (Plataforma gerenciada) no assistente Create new environment (Criar ambiente)

Selecione uma plataforma, uma ramificação de plataforma dentro dessa plataforma e uma versão específica da plataforma na ramificação. Quando você seleciona uma ramificação de plataforma, a versão recomendada dentro da ramificação é selecionada por padrão. Além disso, é possível selecionar qualquer versão de plataforma que você usou antes.

nota

Para um ambiente de produção, recomendamos escolher uma versão de plataforma em uma ramificação compatível da plataforma. Para obter detalhes sobre estados de ramificação da plataforma, consulte a definição de Ramificação da plataforma no Glossário de plataformas do Elastic Beanstalk.

Plataforma personalizada

Se uma plataforma pronta para uso não atender às suas necessidades, crie um novo ambiente a partir de uma plataforma personalizada. Para especificar uma plataforma personalizada, escolha a opção Custom platform (Plataforma personalizada) e selecione uma das plataformas personalizadas disponíveis. Se não houver plataformas personalizadas disponíveis, essa opção ficará esmaecida.

Fornecer o código do aplicativo

Agora que você selecionou a plataforma a ser usada, a próxima etapa é fornecer o código do aplicativo.


          Fornecer o código da aplicação no assistente de criação de ambiente do console do Elastic Beanstalk

Você tem várias opções:

  • É possível usar a aplicação demonstrativa que o Elastic Beanstalk fornece para cada plataforma.

  • Você pode usar o código que já implantou no Elastic Beanstalk. Escolha Existing version (Versão existente) e seu aplicativo na seção Application code (Código do aplicativo).

  • Você pode fazer upload do novo código. Escolha Upload your code (Fazer upload do código) e Upload (Fazer upload). Você pode fazer upload do novo código da aplicação de um arquivo local ou especificar o URL do bucket do Amazon S3 que contém o código da aplicação.

    nota

    Dependendo da versão da plataforma selecionada, você pode fazer upload da aplicação em um pacote de origem ZIP, um arquivo WAR ou uma configuração do Docker de texto simples. O tamanho máximo do arquivo é 512 MB.

    Quando você opta por fazer upload de um novo código, também é possível fornecer tags para associar ao novo código. Para obter mais informações sobre como marcar uma versão do aplicativo, consulte Atribuir tags em versões do aplicativo.

    
              Fazer upload do novo código da aplicação no assistente de criação de ambiente do console do Elastic Beanstalk

Para uma rápida criação do ambiente usando opções de configuração padrão, agora é possível escolher Create environment (Criar ambiente). Escolha Configure more options (Configurar mais opções) para fazer alterações adicionais na configuração, conforme descrito nas seções a seguir.

Página de configuração do assistente

Quando você escolhe Configure more options (Configurar mais opções), o assistente exibe a página Configure (Configurar). Nessa página, é possível selecionar uma predefinição de configuração, alterar a versão da plataforma que deseja que seu ambiente use ou fazer escolhas de configuração específicas para o novo ambiente.

Escolher uma configuração predefinida

Na seção Presets (Predefinições) da página, o Elastic Beanstalk fornece várias predefinições de configuração para diferentes casos de uso. Cada predefinição inclui valores recomendados para várias opções de configuração.


          Seção de predefinições de configuração na página de configuração do assistente Create new environment (Criar ambiente)

As predefinições de High availability (Alta disponibilidade) incluem um load balancer e são recomendadas para ambientes de produção. Escolha essa opção se você quiser um ambiente que possa executar várias instâncias com alta disponibilidade e reduzir a resposta à carga. As predefinições de Single instance (Instância única) são recomendadas, principalmente, para desenvolvimento. Duas das predefinições permitem solicitações de instâncias spot. Para obter detalhes sobre a configuração de capacidade do Elastic Beanstalk, consulte Grupo de Auto Scaling.

A última predefinição, Custom configuration (Configuração personalizada), remove todos os valores recomendados, exceto as configurações de função, e usa os padrões de API. Escolha essa opção se você estiver implantando um pacote de origem com arquivos de configuração que definem opções de configuração. A Custom configuration (Configuração personalizada) também é selecionada automaticamente quando você modifica as predefinições de configuração Low cost (Baixo custo) ou High availability (Alta disponibilidade).

Alterar a versão da plataforma

Na seção Platform (Plataforma) da página, é possível alterar a versão da plataforma que seu novo ambiente usará. É possível escolher a versão recomendada em qualquer ramificação da plataforma ou em qualquer versão da plataforma que você usou no passado.


          Seção Platforms (Plataformas) na página de configuração do assistente Create new environment (Criar de ambiente)

Personalizar sua configuração

Além de (ou em vez de) escolher uma predefinição de configuração, você pode ajustar as opções de configuração em seu ambiente. O assistente para Configure (Configurar) exibe várias categorias de configuração. Cada categoria de configuração exibe um resumo dos valores para um grupo de definições de configurações. Escolha Edit (Editar) para editar esse grupo de configurações.

Configurações de software

Use a página Modify software (Modificar software) para configurar o software nas instâncias do Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) que executam sua aplicação. É possível configurar propriedades do ambiente, depuração do AWS X-Ray, armazenamento de logs de instância, streaming e configurações específicas da plataforma. Para obter mais detalhes, consulte Propriedades de ambientes e outras configurações de software.


            Página de configuração Modify software (Modificar o software)

Instâncias

Use a página de configuração Modify instances (Modificar instâncias) para configurar as instâncias do Amazon EC2 que executam sua aplicação. Para obter mais detalhes, consulte Instâncias do Amazon EC2 do ambiente do Elastic Beanstalk.


            Página de configuração Modify instances (Modificar instâncias)

Capacidade

Use a página de configuração Modify capacity (Modificar capacidade) para configurar a capacidade computacional do ambiente e das definições Auto Scaling group (Grupo de Auto Scaling) para otimizar o número e o tipo de instâncias que você está usando. Também é possível alterar a capacidade do ambiente com base em triggers ou em uma programação.

Um ambiente com balanceamento de carga pode executar várias instâncias para alta disponibilidade e evitar o tempo de inatividade durante as atualizações de configuração e implantações. Em um ambiente com balanceamento de carga, o nome de domínio é mapeado para o load balancer. Em um ambiente de uma instância única, ele é mapeado para um endereço IP elástico na instância.

Atenção

Um ambiente de única instância não está pronto para produção. Se a instância tornar-se instável durante a implantação, ou o Elastic Beanstalk encerrar e reiniciar a instância durante uma atualização de configuração, sua aplicação poderá ficar indisponível durante um determinado período. Use ambientes de única instância para desenvolvimento, teste ou preparação. Use ambientes com balanceamento de carga para produção.

Para obter mais informações sobre configurações de capacidade do ambiente, consulte Grupo de Auto Scaling para seu ambiente do Elastic Beanstalk.


            Página de configuração Modify capacity (Modificar capacidade)

Load balancer

Use a página de configuração Modify Load balancer (Modificar load balancer) para selecionar um tipo de load balancer e definir suas configurações. Em ambientes com balanceamento de carga, o load balancer do ambiente é o ponto de entrada de todo o tráfego de seu aplicativo. O Elastic Beanstalk é compatível com vários tipos de balanceador de carga. Por padrão, o console do Elastic Beanstalk cria um Application Load Balancer e o configura para servir o tráfego HTTP na porta 80.

nota

É possível selecionar somente o tipo de load balancer do ambiente durante a criação do ambiente.

Para obter mais informações sobre os tipos e configurações de load balancer, consulte Balanceador de carga do ambiente do Elastic Beanstalk e Configurar HTTPS para o ambiente Elastic Beanstalk.


            Configuração do load balancer durante a criação do ambiente

Atualizações e implantações contínuas

Use a página de configuração Modify rolling updates and deployments (Modificar atualizações contínuas e implantações) para configurar como o Elastic Beanstalk processa implantações de aplicações e atualizações de configuração para seu ambiente.

As implantações de aplicativos ocorrem quando você carrega um pacote de origem de aplicativo atualizado e o implementa em seu ambiente. Para obter mais informações sobre como configurar implantações, consulte Políticas e configurações de implantação.


            Seção de implantações do aplicativo na página de configuração de modificação de atualizações e implantações contínuas

As alterações de configuração que modificam a configuração de execução ou configurações de VPC exigem o encerramento de todas as instâncias no ambiente e a substituição. Para obter mais informações sobre como definir o tipo de atualização e outras opções, consulte Alterações de configuração.


            Seção de atualizações da configuração na página de configuração de modificação de atualizações e implantações contínuas

Segurança

Use a página de configuração Modify security (Modificar segurança) para configurar definições de segurança de serviço e instância.

Para obter uma descrição dos conceitos de segurança do Elastic Beanstalk, consulte Funções de serviço, perfis de instância e políticas de usuário. Para obter mais informações sobre como definir configurações de segurança do ambiente, consulte Segurança do ambiente do AWS Elastic Beanstalk.


            Página de configuração Modify security (Modificar a segurança)

Monitoramento

Use a página de configuração Modify monitoring (Modificar monitoramento) para configurar relatórios de integridade, regras de monitoramento e streaming de eventos de integridade. Para obter detalhes, consulte Habilitar relatórios de integridade aprimorada do Elastic Beanstalk, Configurar as regras de integridade aperfeiçoada de um ambiente, e Fazer streaming de informações de integridade do ambiente do Elastic Beanstalk para o Amazon CloudWatch Logs.


            Página de configuração Modify monitoring (Modificar monitoramento)

Atualizações gerenciadas

Use a página de configuração Modify managed updates (Modificar atualizações gerenciadas) para configurar atualizações gerenciadas da plataforma. É possível decidir se deseja habilitá-los, definir a programação e configurar outras propriedades. Para obter mais detalhes, consulte Atualizações gerenciadas de plataforma.


            Página de configuração Modify managed updates (Modificar atualizações gerenciadas)

Notificações

Use a página de configuração Modify notifications (Modificar notificações) para especificar um endereço de e-mail para receber notificações por e-mail de eventos importantes do seu ambiente.


            Pagina de configuração Modify notifications (Modificar notificações)

Rede

Se você criou uma VPC personalizada, use a página de configuração Modify network (Modificar rede) a fim de configurar seu ambiente para usá-lo. Se você não escolher uma VPC, o Elastic Beanstalk usará a VPC e as sub-redes padrão.


            Página de configuração Modify network (Modificar a rede)

Banco de dados

Use a página de configuração Modify database (Modificar banco de dados) para adicionar um banco de dados do Amazon Relational Database Service (Amazon RDS) ao seu ambiente para desenvolvimento e teste. O Elastic Beanstalk fornece informações de conexão a suas instâncias definindo as propriedades do ambiente para o nome do host do banco de dados, o nome do usuário, a senha, o nome da tabela e a porta.

Para obter mais detalhes, consulte Adicionar um banco de dados ao seu ambiente do Elastic Beanstalk.


            Página de configuração Modify database (Modificar o banco de dados)

Tags

Use a página de configuração Modify tags (Modificar tags) para adicionar tags aos recursos no ambiente. Para obter mais informações sobre marcação do ambiente, consulte Marcar recursos em seus ambientes do Elastic Beanstalk.


            Página de configuração Modify tags (Modificar tags)

Ambientes de operador

Se você estiver criando um ambiente de nível do operador, use a página de configuração Modify worker (Modificar operador) para configurar o ambiente de operador. O daemon do operador nas instâncias no ambiente extrai itens de uma fila do Amazon Simple Queue Service (Amazon SQS) e os retransmite como mensagens de publicação para a aplicação de operador. É possível escolher a fila do Amazon SQS na qual o daemon do operador lê (gerada automaticamente ou existente). Também é possível configurar as mensagens que o daemon do operador envia para seu aplicativo.

Para obter mais informações, consulte Ambientes de operador do Elastic Beanstalk.


            Página de configuração Modify worker (Modificar operador)