Salesforce - Amazon Managed Grafana

As traduções são geradas por tradução automática. Em caso de conflito entre o conteúdo da tradução e da versão original em inglês, a versão em inglês prevalecerá.

Salesforce

nota

Essa fonte de dados é somente para a Grafana Enterprise. Para ter mais informações, consulte Atualize um espaço de trabalho para o Grafana Enterprise.

A fonte de dados do Salesforce permite que você visualize dados do Salesforce no Amazon Managed Grafana.

Para usar essa fonte de dados, você deve ter uma conta do Salesforce e um aplicativo conectado ao Salesforce.

Limitações conhecidas

  • Os filtros ad-hoc ainda não são suportados.

  • Atualmente, somente consultas SOQL e dados acessíveis via SOQL são compatíveis. Os formatos de consulta SOSL e SAQL ainda não são suportados.

Configurações necessárias

As configurações a seguir são obrigatórias.

nota

Atualmente, o plug-in usa o fluxo de nome de usuário e senha do OAuth 2.0. A URL de retorno de chamada necessária no Connected App não é usada. Assim, você pode configurá-lo para qualquer URL válido.

Nome Descrição
Enable OAuth settings Você deve marcar isso para ativar o OAuth.
Callback URL Não é usado neste plug-in, então você pode especificar qualquer URL válido.
Selected OAuth Scopes (minimum requirements) Acesse e gerencie seus dados (api).
Require Secret for Refresh Token Flow Você pode ativar ou desativar isso.

Adicionando a fonte de dados

  1. Abra o console do Grafana no espaço de trabalho do Amazon Managed Grafana e verifique se você está logado.

  2. No menu lateral, em Configuração (o ícone de engrenagem), escolha Fontes de dados.

  3. Escolha Adicionar fonte de dados.

    nota

    Se você não vê o link Fontes de dados no menu lateral, isso significa que seu usuário atual não tem a Admin função.

  4. Selecione Salesforce na lista de fontes de dados.

  5. Insira as seguintes informações:

    • Em Nome de usuário, insira o nome de usuário da conta do Salesforce que você deseja usar para se conectar e consultar o Salesforce.

    • Em Senha, insira a senha desse usuário.

    • Em Token de segurança, insira o token de segurança desse usuário.

    • Em Chave do consumidor, insira Uma chave do consumidor para se conectar ao Salesforce. Você pode obtê-lo em seu aplicativo conectado Salesforce.

    • Em Segredo do consumidor, insira Um segredo do consumidor para se conectar ao Salesforce. Você pode obtê-lo em seu aplicativo conectado Salesforce.

    • Em Usar sandbox, selecione essa opção se quiser usar um sandbox do Salesforce.

Consulte a fonte de dados do Salesforce

O editor de consultas suporta os modos Query Builder e SOQL Editor. SOQL significa Salesforce Object Query Language.

Construtor de consultas (SOQL Builder)

O Query Builder é uma interface amigável para criar consultas SOQL. Se você não estiver familiarizado com a criação de consultas SOQL, poderá usar esse modo para criar o SOQL para consultar objetos do Salesforce. O campo FROM no criador de consultas se refere à entidade ou entidades no Salesforce. Você precisa selecionar o campo FROM antes de qualquer outra operação no construtor de consultas. Depois de escolher o campo FROM, você precisa escolher o modo construtor. Atualmente, o SOQL Builder oferece suporte aos seguintes modos.

  • List— Liste os itens com seus campos da tabela/força de vendas selecionada. Use esse modo para obter resultados como “Mostre-me uma lista de oportunidades criadas neste trimestre fiscal junto com seu nome, valor e estágio”.

  • Aggregate— Agregar os itens em uma entidade. Use esse modo para obter resultados como “Conte as oportunidades criadas no mês passado”. ou “Qual é o valor total das oportunidades agrupadas pelo nome artístico?”

  • Trend— Exibir os resultados agregados ao longo do tempo. Use esse modo para obter resultados como “Contar o número de oportunidades por” CreatedDate. ou “Qual é a soma total do valor agrupado pelas datas de encerramento das oportunidades”.

Depois de escolher o modo Entity/FROM e o no editor de consultas, crie sua consulta usando as opções a seguir.

Campos Aplicável a Descrições
SELECT ALL Selecione a lista de campos que você deseja ver. Para a visualização agregada ou de tendência, selecione também como você deseja agregar os valores.
WHERE ALL (Opcional) Especifique as condições do filtro. Os resultados são filtrados com base nas condições que você seleciona.
ORDER BY LISTA, AGREGAÇÃO (Opcional) Selecione o nome do campo e a ordem de classificação que você deseja para os resultados.
LIMIT LISTA, AGREGAÇÃO (Opcional) Limite o número de resultados retornados. O padrão é 100.
GROUP BY AGGREGATE (Opcional) Selecione o campo se quiser dividir o valor agregado por qualquer campo específico.
CAMPO DE HORA TENDÊNCIA Especifique o campo de data pelo qual você deseja agrupar seus resultados. Os resultados são filtrados com base no intervalo do seletor de tempo do Grafana.

Ao configurar os campos anteriores no editor de consultas, você também verá uma prévia do SOQL gerado abaixo do editor de consultas. Se você estiver bloqueado por alguma limitação no criador de consultas, poderá alternar com segurança para o Editor SOQL, onde poderá personalizar a consulta SOQL gerada.

Editor SOQL

O editor SOQL bruto oferece a opção de consultar objetos do Salesforce por meio de uma consulta SOQL bruta. O editor SOQL fornece sugestões de preenchimento automático, como entidades disponíveis por tabelas e campos correspondentes. Use Ctrl+Espaço após SELECIONAR ou WHERE para ver as entidades disponíveis por tabelas. Você pode ver os campos disponíveis se inserir um ponto após o nome da entidade.

Atalhos

Use CTRL + SPACE para mostrar o preenchimento de código, que mostra as opções contextuais disponíveis.

CMD + S executa a consulta.

Consulta como série temporal

Faça uma consulta de série temporal atribuindo um alias a um campo de data para hora e um campo métrico para métrica e, em seguida, agrupando por métrica e data. Veja um exemplo a seguir:

SELECT sum(Amount) amount, CloseDate time, Type metric from Opportunity group by Type, CloseDate

Macros

Para filtrar pelo intervalo de tempo do painel, você pode usar macros em suas consultas SOQL:

  • $__timeFrom— Será substituído pelo início da seleção de horário atualmente ativa convertida para o tipo de time dados.

  • $__timeTo— Será substituído pelo final da seleção de horário atualmente ativa convertida para o tipo de time dados.

  • $__quarterStart— O início do trimestre fiscal (derivado das configurações do ano SalesForce fiscal).

  • $__quarterEnd— O final do trimestre fiscal (derivado das configurações do ano SalesForce fiscal).

SELECT UserId, LoginTime from LoginHistory where LoginTime > $__timeFrom

Modelos e variáveis

Para adicionar uma nova variável de consulta do Salesforce, consulte. Adicionando uma variável de consulta Use sua fonte de dados do Salesforce como sua fonte de dados. Você pode usar qualquer consulta SOQL aqui.

Se você quiser usar pares de nome/valor, por exemplo, ID de usuário e nome de usuário, retorne dois campos da sua consulta SOQL. O primeiro campo será usado como ID. Faça isso quando quiser filtrar por chave (ID, etc.) em seu editor de consultas SOQL.

Use a variável em suas consultas SOQL usando a sintaxe de variáveis. Para ter mais informações, consulte Sintaxe variável.