Importação de dados para uma instância de banco de dados MariaDB - Amazon Relational Database Service

Importação de dados para uma instância de banco de dados MariaDB

Você pode usar várias técnicas diferentes para importar os dados para uma instância de banco de dados RDS for MariaDB. A melhor abordagem depende da origem dos dados, da quantidade de dados e se a importação é feita uma vez ou se é contínua. Se você estiver migrando um aplicativo junto com os dados, também considere a quantidade de tempo de inatividade que está disposto a esperar.

Localize técnicas para importar dados para a instância de banco de dados RDS for MariaDB na tabela a seguir.

Origem Quantidade de dados Uma vez ou contínuo Tempo de inatividade da aplicação Técnica Mais informações
Instância de banco de dados MariaDB existente Quaisquer Uma vez ou contínuo Mínimo Crie uma réplica de leitura para a replicação contínua. Promova a réplica de leitura para a criação única de uma instância de banco de dados. Como trabalhar com réplicas de leitura
Banco de dados MariaDB ou MySQL existente Pequeno Uma vez Alguns Copie os dados diretamente para sua instância de banco de dados MySQL usando um utilitário de linha de comando. Importar dados de um banco de dados MariaDB ou MySQL para uma instância de banco de dados MariaDB ou MySQL
Dados não armazenados em um banco de dados existente Médio Uma vez Alguns Crie arquivos simples e importe-os usando o utilitário mysqlimport. Importar dados de qualquer fonte para uma instância de banco de dados MariaDB ou MySQL
Banco de dados MariaDB ou MySQL existente on-premises ou no Amazon EC2 Quaisquer Contínuo Mínimo

Configure a replicação com um banco de dados MariaDB ou MySQL existente como origem de replicação.

Você pode configurar a replicação em uma instância de banco de dados MariaDB usando identificadores de transações globais (GTIDs) do MariaDB quando a instância externa for o MariaDB versão 10.0.24 ou posteriores, ou usando coordenadas de log binário para instâncias do MySQL ou instâncias do MariaDB em versões anteriores à 10.0.24. Os GTIDs do MariaDB são implantados de forma diferente dos GTIDs do MySQL, os quais não são compatíveis com o Amazon RDS.

Configurar a replicação da posição do arquivo de log binário com uma instância de origem externa

Importar dados para uma instância de banco de dados MariaDB ou MySQL do Amazon RDS com tempo de inatividade reduzido

Qualquer banco de dados existente Quaisquer Uma vez ou contínuo Mínimo Use o AWS Database Migration Service para migrar o banco de dados com o mínimo de tempo de inatividade e, para diversos mecanismos de banco de dados (DB), continuar a replicação contínua. What is AWS Database Migration Service (O que é o AWS Database Migration Service) e Using a MySQL-compatible database as a target for AWS DMS (Usar um banco de dados compatível com MySQL como destino para o AWS DMS) no Guia do usuário do AWS Database Migration Service
nota

O banco de dados do sistema mysql contém informações de autenticação e autorização necessárias para fazer login em sua instância de banco de dados e acessar seus dados. Soltar, alterar, renomear ou truncar tabelas, dados ou outros conteúdos do banco de dados mysql em sua instância de banco de dados pode resultar em erros e pode tornar a instância de banco de dados e seus dados inacessíveis. Se isso ocorrer, a instância de banco de dados pode ser restaurada de um snapshot usando o comando da AWS CLI restore-db-instance-from-db-snapshot ou recuperada usando o comando restore-db-instance-to-point-in-time.