Inicie uma instância usando o assistente de inicialização de instância - Amazon Elastic Compute Cloud

Inicie uma instância usando o assistente de inicialização de instância

É possível iniciar uma instância usando o assistente de inicialização de instância antigo. O assistente de execução de instância especifica todos os parâmetros de execução necessários para executar uma instância. Quando o assistente de execução de instância fornece um valor padrão, é possível aceitá-lo ou especificar seu próprio valor. É necessário especificar uma AMI e um par de chaves para iniciar uma instância.

Para obter as instruções para usar o novo Assistente de inicialização de instância, consulte Iniciar uma instância usando o novo assistente de inicialização de instância, versão beta.

Antes de executar a instância, verifique se está configurado. Para mais informações, consulte Configuração para usar o Amazon EC2..

Importante

Quando você executa uma instância que não esteja dentro do Nível gratuito da AWS, será cobrado pelo tempo que a instância é executada, mesmo se ela permanecer inativa.

Iniciar a execução da instância

  1. Abra o console do Amazon EC2 em https://console.aws.amazon.com/ec2/.

  2. Na barra de navegação na parte superior da tela, a região atual será exibida (por exemplo, US East (Ohio)). Selecione uma região para a instância que atenda às suas necessidades. Essa escolha é importante, pois alguns recursos do Amazon EC2 podem ser compartilhados entre regiões, enquanto outros não podem. Para mais informações, consulte Localizações de recursos.

  3. No painel do console do Amazon EC2, selecione Launch instance (Executar instância).

Etapa 1: Escolher uma imagem de máquina da Amazon (AMI)

Quando você executa uma instância, deve selecionar uma configuração, conhecida como imagem de máquina da Amazon (AMI). A AMI contém as informações necessárias para criar uma nova instância. Por exemplo, uma AMI pode conter o software necessário para atuar como servidor web, por exemplo, Linux, Apache e seu site.

Ao iniciar uma instância, é possível selecionar uma AMI na lista ou selecionar um parâmetro do Systems Manager que aponte para o ID de uma AMI. Para obter mais informações, consulte Usar um parâmetro do Systems Manager para localizar uma AMI.

Na página Choose an Amazon Machine Image (AMI) (Escolher uma imagem de máquina da Amazon (AMI)), use uma das duas opções para escolher uma AMI. pesquisar a lista de AMIs ou pesquisar por parâmetro do Systems Manager.

Pesquisando a lista de AMIs

  1. Selecione o tipo de AMI para usar no painel esquerdo:

    Início rápido

    Uma seleção de AMIs populares para ajudá-lo a começar rapidamente. Para selecionar um AMI qualificado para o nível gratuito, escolha Free tier only (Somente nível gratuito) no painel à esquerda. Essas AMIs estão marcadas como Free tier eligible (Elegíveis para nível gratuito).

    Minhas AMIs

    As AMIs privadas que você possui, ou as AMI privadas que foram compartilhadas com você. Para visualizar as AMIs compartilhadas com você, selecione Shared with me (Compartilhadas comigo) no painel esquerdo.

    AWS Marketplace

    Uma loja online onde é possível comprar software executado na AWS, inclusive AMIs. Para obter mais informações sobre como executar uma instância pelo AWS Marketplace, consulte Executar uma instância AWS Marketplace.

    AMIs da comunidade

    Os AMIs que os membros da comunidade AWS disponibilizaram para outras pessoas usarem. Para filtrar a lista de AMI por sistema operacional, marque a caixa apropriada em Operating system (Sistema operacional). Também é possível filtrar por arquitetura e tipo de dispositivo raiz.

  2. Verifique Root device type (Tipo de dispositivo raiz) listado para cada AMI. Observe que as AMIs são tipo de que você precisa, seja ebs (com Amazon EBS) ou instance-store (com armazenamento de instâncias). Para mais informações, consulte Armazenamento para o dispositivo raiz.

  3. Verifique o Virtualization type (Tipo de virtualização) listado para cada AMI. Observe que as AMIs são do tipo de que você precisa, seja hvm ou paravirtual. Por exemplo, alguns tipos de instância exigem HVM. Para obter mais informações, consulte Tipos de virtualização da AMI em Linux.

  4. Verifique o modo de inicialização listado para cada AMI. Observe quais AMIs usam o modo de inicialização que você precisa, legacy-bios ou uefi. Para mais informações, consulte Modos de inicialização.

  5. Escolha a AMI que atenda às suas necessidades e marque Select (Selecionar).

Por parâmetro do Systems Manager

  1. Escolha Search by Systems Manager parameter (Pesquisar por parâmetro do Systems Manager) (no canto superior direito).

  2. Em Systems Manager parameter (Parâmetro do Systems Manager), selecione um parâmetro. O ID da AMI correspondente é exibido ao lado de Currently resolves to (Resolve atualmente para).

  3. Escolha Pesquisar. As AMIs correspondentes ao ID da AMI são exibidas na lista.

  4. Selecione a AMI na lista e escolha Select (Selecionar).

Etapa 2: escolher um tipo de instância

Na página Choose an Instance Type (Escolher um tipo de instância), selecione a configuração do hardware e o tamanho da instância a ser executada. Os tipos de instâncias maiores têm mais CPU e memória. Para mais informações, consulte Tipos de instância.

Para permanecer qualificado para o nível gratuito, escolha o tipo de instância t2.micro (ou o tipo de instância t3.micro em regiões onde t2.micro não estiver disponível). Se um tipo de instância for qualificada para o nível gratuito, ela será rotulada Free tier eligible (Qualificada ao nível gratuito). Para obter mais informações sobre t2.micro e t3.micro, consulte Instâncias expansíveis.

Por padrão, o assistente exibe tipos de instância da geração atual e seleciona o primeiro tipo de instância disponível com base na AMI selecionada. Para ver os tipos de instância de geração anterior, escolha All generations (Todas as gerações) na lista de filtros.

nota

Como configurar uma instância rapidamente para fins de teste, escolha Review and Launch (Revisar e executar) para aceitar as configurações padrão e executar a instância. Caso contrário, para configurar sua instância ainda mais, escolha Next: Configure Instance Details (Próximo: Configurar detalhes da instância).

Etapa 3: configurar detalhes da instância

Na página Configure Instance Details (Configurar detalhes da instância), altere as configurações a seguir conforme necessário (expanda Advanced Details (Detalhes avançados) para visualizar todas as configurações) e selecione Next: Add Storage (Próximo: Adicionar armazenamento):

  • Number of instances (Número de instâncias): Digite o número de instâncias para executar.

    dica

    Para garantir uma execução mais rápida da instância, divida solicitações grandes em lotes menores. Por exemplo, crie cinco solicitações de execução separadas para 100 instâncias cada em vez de uma solicitação de execução para 500 instâncias.

  • (Opcional) Para ajudar a assegurar que você mantenha o número de instâncias para lidar com a demanda do aplicativo, escolha Launch into Auto Scaling Group (Executar no grupo de Auto Scaling) para criar uma configuração de execução e um grupo de Auto Scaling. O Auto Scaling escala o número de instâncias no grupo de acordo com suas especificações. Para mais informações, consulte o Guia do usuário do Amazon EC2 Auto Scaling.

    nota

    Se o Amazon EC2 Auto Scaling marcar uma instância que está em um grupo do Auto Scaling como não íntegro, a instância será programada automaticamente para substituição quando for encerrada e outra for iniciada, e você perderá os dados na instância original. Uma instância será marcada como não íntegra se você parar ou reinicializar a instância, ou se outro evento marcar a instância como não íntegra. Para obter mais informações, consulte Verificações de integridade de instâncias do Auto Scaling no Guia do usuário do Amazon EC2 Auto Scaling.

  • Purchasing option (Opção de compra): escolha Request Spot instances (Solicitar instâncias spot) para executar uma instância Spot. Isso adiciona e remove opções desta página. Defina o preço máximo e, se desejar, atualize o tipo de solicitação, o comportamento da interrupção e a validade da solicitação. Para mais informações, consulte Criar uma solicitação de instância spot.

  • Network (Rede): selecione a VPC ou, para criar uma nova VPC, selecione Create new VPC (Criar nova VPC) para acessar o console da Amazon VPC. Quando tiver concluído, retorne ao assistente de inicialização da instância e escolha Refresh (Atualizar) para carregar sua VPC na lista.

  • Subnet (Sub-rede): é possível executar uma instância em uma sub-rede associada a uma zona de disponibilidade, a uma zona local, a uma zona de Wavelength ou a um Outpost.

    Para executar a instância em uma zona de disponibilidade, selecione a sub-rede na qual a instância será executada. É possível selecionar No preference (Sem preferência) para deixar a AWS escolher uma sub-rede padrão em alguma zona de disponibilidade. Para criar uma nova sub-rede, escolha Create new subnet (Criar nova sub-rede) para acessar o console da Amazon VPC. Quando tiver concluído, retorne ao assistente e escolha Refresh (Atualizar) para carregar sua sub-rede na lista.

    Para iniciar a instância em uma zona local, selecione uma sub-rede que você criou na zona local.

    Para executar uma instância em um Outpost, selecione uma sub-rede em uma VPC associada a um Outpost.

  • Auto-assign Public IP (Autoatribuir IP público): especifique se sua instância recebe um endereço IPv4 público. Por padrão, as instâncias em uma sub-rede padrão recebem um endereço IPv4 público, e as instâncias em uma sub-rede não padrão, não. Selecione Enable (Habilitar) ou Disable (Desabilitar) para substituir a configuração padrão da sub-rede. Para mais informações, consulte Endereços IPv4 públicos.

  • Auto-assign IPv6 IP (Autoatribuir IP do IPv6): especifique se sua instância recebe um endereço IPv6 do intervalo da sub-rede. Selecione Enable (Habilitar) ou Disable (Desabilitar) para substituir a configuração padrão da sub-rede. Essa opção só estará disponível se você tiver associado um bloco CIDR IPv6 com sua VPC e sub-rede. Para obter mais informações, consulte Associate IPv6 CIDR blocks with your VPC (Associar um bloco CIDR IPv6 à VPC) no Manual do usuário da Amazon VPC.

  • Hostname type (Tipo de nome do host): selecione se o nome do host do sistema operacional convidado da instância incluirá o nome do recurso ou o nome do IP. Para mais informações, consulte Tipos de nome de host de instância do Amazon EC2.

  • Hostname DNS (Nome de host DNS): determina se as consultas de DNS para o nome do recurso ou nome do IP (de acordo com o que você selecionou em Hostname type [Tipo de nome do host]) serão respondidas com o endereço IPv4 (registro A), o endereço IPv6 (registro AAAA) ou ambos. Para mais informações, consulte Tipos de nome de host de instância do Amazon EC2.

  • Domain join directory (Diretório de junção de domínio): selecione o diretório AWS Directory Service (domínio) ao qual sua instância do Linux está unida após a execução. Se selecionar um domínio, é necessário selecionar a função do IAM com as permissões necessárias. Para obter mais informações, consulte Unir perfeitamente uma instância do EC2 do Linux ao seu diretório do Microsoft AD gerenciado pela AWS.

  • Placement group (Grupo de posicionamento): um grupo de posicionamento determina a estratégia de posicionamento das instâncias. Selecione um grupo de posicionamento existente ou crie um novo. Essa opção só estará disponível se você tiver selecionado um tipo de instância que ofereça suporte aos grupos de posicionamento. Para mais informações, consulte Grupos de posicionamento.

  • Reserva de capacidade: especifique se deseja executar a instância em capacidade compartilhada, qualquer Reserva de capacidade open, uma Reserva de capacidade específica ou um grupo de Reserva de capacidade. Para mais informações, consulte Iniciar instâncias em uma Reserva de capacidade existente.

  • IAM role (Função do IAM): selecione a função do AWS Identity and Access Management (IAM) para associar à instância. Para mais informações, consulte Funções do IAM para Amazon EC2.

  • CPU options (Opções de CPU): escolha Specify CPU options (Especificar opções de CPU) para especificar um número personalizado de vCPUs durante a execução. Defina o número de núcleos de CPU e de threads por núcleo. Para mais informações, consulte Otimizar as opções de CPU.

  • Shutdown behavior (Comportamento de desativação): selecione se a instância deve parar ou encerrar quando desativada. Para mais informações, consulte Alterar o comportamento de desligamento iniciado da instância.

  • Stop - Hibernate behavior (Interromper - comportamento de hibernação): para habilitar a hibernação, marque essa caixa de seleção. Essa opção só estará disponível se a instância atender aos pré-requisitos de hibernação. Para mais informações, consulte Hibernar a instância do Linux sob demanda.

  • Enable termination protection (Permitir proteção de encerramento): para evitar o encerramento acidental, marque esta caixa de seleção. Para mais informações, consulte Habilitar a proteção contra encerramento.

  • Enable termination protection (Habilitar a proteção contra interrupção): para evitar a interrupção acidental, selecione esta caixa. Para mais informações, consulte Habilitar a proteção contra interrupção.

  • Monitoring (Monitoramento): marque esta caixa de seleção para ativar o monitoramento detalhado da instância usando o Amazon CloudWatch. Aplicam-se cobranças adicionais. Para mais informações, consulte Monitorar instâncias usando o CloudWatch.

  • EBS-Optimized instance (Instância otimizada para EBS): uma instância otimizada para Amazon EBS usa uma pilha de configuração otimizada e fornece capacidade dedicada adicional para E/S do Amazon EBS. Se o tipo de instância é compatível com esse recurso, marque esta caixa de seleção pra habilitá-lo. Aplicam-se cobranças adicionais. Para mais informações, consulte Instâncias otimizadas para Amazon EBS.

  • Tenancy (Alocação): se você estiver executando a instância em uma VPC, poderá optar por executar a instância em hardware isolado e dedicado (Dedicated - Dedicado) ou em um host dedicado (Dedicated host - Host dedicado). Podem se aplicar cobranças adicionais. Para obter mais informações, consulte Dedicated Instances e Dedicated Hosts.

  • T2/T3 Unlimited (T2/T3 ilimitado): marque essa caixa de seleção para permitir que as aplicações tenham expansão acima da linha de base pelo tempo que for necessário. Podem se aplicar cobranças adicionais. Para mais informações, consulte Instâncias expansíveis.

  • Sistemas de arquivos: Para criar um novo sistema de arquivos para montar na instância, escolha Create new file system (Criar novo sistema de arquivos), insira um nome para o novo sistema de arquivos e escolha Create (Criar). O sistema de arquivos é criado usando Quick Create (Criação rápida) de Amazon EFS, que aplica as configurações recomendadas pelo serviço. Os grupos de segurança necessários para habilitar o acesso ao sistema de arquivos são criados e anexados automaticamente à instância e aos destinos de montagem do sistema de arquivos. Também é possível optar por criar e anexar manualmente os grupos de segurança necessários. Para mais informações, consulte Criar um sistema de arquivos do EFS usando a Criação rápida do Amazon EFS.

    Para montar um ou mais sistemas de arquivos de Amazon EFS existentes na instância, escolha Add file system (Adicionar sistema de arquivos) e, em seguida, escolha os sistemas de arquivos a serem montados e os pontos de montagem a serem usados. Para mais informações, consulte Criar um sistema de arquivos de EFS e montá-lo na sua instância.

  • Network interfaces (Interfaces de rede): se você tiver selecionado uma sub-rede específica, pode especificar até duas interfaces de rede para sua instância:

    • Para Network Interface (Interface de rede), selecione New network interface (Nova interface de rede) para deixar a AWS criar uma interface nova ou selecione uma interface de rede existente e disponível.

    • Para Primary IP (IP primário), insira um endereço IPv4 privado do intervalo da sua sub-rede ou deixe Auto-assign (Atribuir automaticamente) para deixar a AWS escolher um endereço IPv4 privado para você.

    • Para Secondary IP addresses (Endereços IP secundários), escolha Add IP (Adicionar IP) para atribuir mais de um endereço IPv4 privado à interface de rede selecionada.

    • (Somente IPv6) Em IPv6 IPs (IPs IPv6), escolha Add IP (Adicionar IP) e insira um endereço IPv6 do intervalo da sub-rede ou deixe como Auto-assign (Atribuir automaticamente) para permitir que a AWS escolha um para você.

    • Network Card Index (Índice da placa de rede): O índice da placa de rede. A interface de rede primária deve ser atribuída ao índice 0 da placa de rede. Alguns tipos de instância suportam várias placas de rede.

    • Selecione Add Device (Adicionar dispositivo) para adicionar uma interface de rede secundária. Uma interface de rede secundária pode residir em uma sub-rede diferente da VPC, pois está na mesma zona de disponibilidade que sua instância.

    Para mais informações, consulte Interfaces de rede elástica. Se você especificar mais de uma interface de rede, sua instância não poderá receber um endereço IPv4 público. Além disso, se você especificar uma interface de rede existente para eth0, não poderá substituir a configuração de IPv4 pública da sub-rede usando Auto-assign Public IP (Atribuir IP público automaticamente). Para mais informações, consulte Atribuir um endereço IPv4 público durante a execução da instância.

  • Kernel ID (ID do kernel): (válido somente para AMIs paravirtuais (PV)) selecione Use default (Usar padrão), a menos que deseje usar um kernel específico.

  • RAM disk ID (ID do disco de RAM): (válido somente para AMIs paravirtuais (PV)) selecione Use default (Usar padrão), a menos que deseje usar um disco RAM específico. Se você tiver selecionado um kernel, pode precisar selecionar um disco de RAM específico com os drivers para oferecer suporte a ele.

  • Enclave: selecione Enable (Ativar) para ativar a instância para o AWS Nitro Enclaves. Para obter mais informações, consulte O que é o AWS Nitro Enclaves? no Guia do usuário do AWS Nitro Enclaves.

  • Metadata accessible (Metadados acessíveis): é possível habilitar ou desabilitar o acesso aos metadados da instância. Para mais informações, consulte Usar IMDSv2.

  • Transporte de metadados: ative a instância para alcançar o endereço IPv6 IMDSv2 local do link (fd00:ec2::254) para recuperar metadados da instância. Essa opção só estará disponível se você estiver iniciando Instâncias criadas no Sistema Nitro em uma sub-rede somente IPv6. Para obter mais informações sobre a recuperação de metadados de instâncias, consulte Recuperar metadados da instância.

  • Metadata version (Versão de metadados): se você habilitar o acesso aos metadados da instância, poderá optar por exigir o uso de Serviço de metadados da instância versão 2 ao solicitar metadados da instância. Para mais informações, consulte Configurar opções de metadados da instância para novas instâncias.

  • Metadata token response hop limit (Limite de salto de resposta do token de metadados): se você habilitar metadados de instância, poderá definir o número permitido de saltos de rede para o token de metadados. Para mais informações, consulte Usar IMDSv2.

  • User data (Dados do usuário): é possível especificar dados do usuário para configurar uma instância durante a execução ou para executar um script de configuração. Para associar um arquivo, selecione a opção As file (Como arquivo) e procure o arquivo a ser associado.

Etapa 4: adicionar armazenamento

A AMI que você selecionou inclui um ou mais volumes de armazenamento, incluindo o volume de dispositivo raiz. Na página Add Storage (Adicionar armazenamento), especifique os volumes adicionais para anexar à instância escolhendo Add New Volume (Adicionar novo volume). Configure cada volume conforme a seguir e escolha Next: Add Tags (Próximo: Adicionar tags).

  • Type (Tipo): selecione os volumes de armazenamento de instâncias ou do Amazon EBS para associar à instância. Os tipos de volume disponíveis na lista dependem do tipo de instância escolhido. Para obter mais informações, consulte Armazenamento de instâncias do Amazon EC2 e Volumes do Amazon EBS.

  • Device (Dispositivo): selecione a lista de nomes de dispositivo disponíveis para o volume.

  • Snapshots: digite o nome ou o ID do snapshot do qual deseja restaurar um volume. Também é possível pesquisar snapshots públicos e compartilhados que estão disponíveis digitando o texto no campo Snapshot. As descrições do snapshot diferenciam maiúsculas de minúsculas.

  • Size (Tamanho): para volumes do EBS, especifique um tamanho de armazenamento. Mesmo se você tiver selecionado uma AMI e uma instância que estejam qualificadas para o nível gratuito, para permanecer no nível gratuito, seu armazenamento total deverá ficar abaixo de 30 GiB. Para mais informações, consulte Restrições de tamanho e configuração de um volume do EBS.

  • Volume Type (Tipo de volume): para volumes do EBS, selecione um tipo de volume. Para mais informações, consulte Tipos de volume do Amazon EBS.

  • IOPS: se tiver selecionado um tipo de volume Provisioned IOPS SSD, será possível inserir o número de operações de E/S por segundo (IOPS) ao qual o volume pode oferecer suporte.

  • Delete on Termination (Excluir ao finalizar): para volumes do Amazon EBS, marque esta caixa para excluir o volume quando a instância for encerrada. Para mais informações, consulte Preservar volumes do Amazon EBS no encerramento da instância.

  • Encrypted (Criptografado): se o tipo de instância oferecer suporte à criptografia do EBS, será possível especificar o estado de criptografia do volume. Se tiver habilitado a criptografia por padrão nessa região, a chave gerenciada pelo cliente padrão será selecionada para você. Será possível selecionar uma chave diferente ou desabilitar a criptografia. Para mais informações, consulte Criptografia de Amazon EBS.

Etapa 5: Adicionar tags

Na página Add Tags (Adicionar tags), especifique as tags fornecendo combinações de chave e valor. É possível marcar a instância, os volumes ou ambos com uma tag. Para instâncias spot, é possível marcar apenas a solicitação de instância spot. Escolha Add another tag (Adicionar outra tag) para adicionar mais de uma tag aos seus recursos. Escolha Next: Configure Security Group ao concluir.

Etapa 6: configurar o grupo de segurança

Na página Configurar grupo de segurança, use um grupo de segurança para definir regras do firewall para sua instância. Essas regras especificam qual tráfego de rede de entrada será fornecido para sua instância. Todo o tráfego é ignorado. (Para mais informações sobre grupos de segurança, consulte Grupos de segurança do Amazon EC2 para instâncias do Linux.) Selecione ou crie um grupo de segurança da forma a seguir e escolha Review and Launch (Revisar e executar).

  • Para selecionar um grupo de segurança existente, escolha Select an existing security group (Selecionar um grupo de segurança existente) e selecione o grupo de segurança. (Opcional) Não é possível editar as regras de um grupo de segurança existente, mas é possível copiá-las a um novo grupo escolhendo Copy to new (Copiar para novo). Em seguida, adicione as regras conforme descrito na próxima etapa.

  • Para criar um novo grupo de segurança, escolha Create a new security group (Criar um novo grupo de segurança). O assistente define automaticamente o grupo de segurança launch-wizard-x e cria uma regra de entrada para permitir que você se conecte à instância por SSH (porta 22).

  • É possível adicionar regras de acordo com suas necessidades. Por exemplo, se a instância for um servidor Web, abra as portas 80 (HTTP) e 443 (HTTPS) para permitir o tráfego de Internet.

    Para adicionar uma regra, escolha Add Rule (Adicionar regra), selecione o protocolo para abrir o tráfego de rede e especifique a origem. Escolha My IP (Meu IP) na lista Source (Origem) para deixar o assistente adicionar o endereço IP público do seu computador. No entanto, se você estiver se conectando por meio de um ISP ou por trás de um firewall sem um endereço IP estático, precisará encontrar o intervalo de endereços IP usado pelos computadores clientes.

    Atenção

    Regras que permitem que todos os endereços IP (0.0.0.0/0) acessem a instância via SSH ou RDP são aceitáveis neste exercício rápido, mas não são seguras para ambientes de produção. É necessário autorizar apenas um endereço IP específico ou um intervalo de endereços a acessar a instância.

Etapa 7: Revisar a execução da instância e selecionar o par de chaves

Na página Review Instance Launch (Revisar execução da instância), verifique os detalhes da sua instância e faça qualquer alteração necessária selecionando o link Edit (Editar) apropriado.

Quando estiver pronto, escolha Launch (Executar).

Na caixa de diálogo Select an existing key pair or create a new key pair (Selecionar um par de chaves existente ou criar um novo par de chaves), será possível escolher um par de chaves existente ou poderá criar um novo. Por exemplo, selecione Choose an existing key pair (Escolha um par de chaves existente) e selecione o par de chaves que você criou para obter configuração. Para mais informações, consulte Pares de chaves do Amazon EC2 e instâncias do Linux.

Importante

Se você escolher a opção Proceed without key pair (Continuar sem par de chaves), não conseguirá se conectar à instância a menos que escolha uma AMI configurada para permitir aos usuários uma maneira efetuar login.

Para executar uma instância, selecione a caixa de confirmação e escolha Launch Instances (Executar instâncias).

(Opcional) É possível criar um alarme de verificação de status para a instância (taxas adicionais podem ser aplicadas). Na tela de confirmação, escolha Create status check alarms (Criar alarmes de verificação de status) e siga as instruções. Também poderão ser criados alarmes de verificação de status após iniciar a instância. Para mais informações, consulte Criar e editar alarmes de verificação de status.

Se a instância não executar ou o estado passar imediatamente para terminated, em vez de running, consulte Solucionar problemas de execução de instâncias.